A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
Prova REGULAR - PLANEJAMENTO E ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA

Pré-visualização | Página 1 de 2

Prova em PDF
Disciplina: 101401 - PLANEJAMENTO E ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA
Abaixo estão as questões e as alternativas que você selecionou:
Parte superior do formulário
QUESTÃO 1
Está correto afirmar que uma das grandes dificuldades para se realizar uma reforma tributária completa no Brasil é:
a )
o Brasil só aprovará uma reforma no STN se houver uma redução significativa do custo tributário brasileiro, caso contrário não se consegue apoio político às mudanças necessárias.
b )
a atual legislatura brasileira não possuir interesse em mudar a estrutura tributária do país, de forma que acaba adiando diversos projetos de reforma tributária.
c )
existir uma grande demanda de cargos em troca da aprovação da reforma do STN, tirando o foco efetivo da melhoria tributária que o Brasil tanto necessita.
 
d )
o STN ser um emaranhado de leis que dependem de um acordo entre união, estados e municípios para ser reformado. Isso poderá custar muito à União, que terá de arcar com as perdas dos outros entes.
e )
o STN não possuir uma estrutura organizada, necessitando, assim, ser completamente reestruturado em todos os seus entes, tornando o processo muito mais complexo.
QUESTÃO 2
Quais são os dois tipos de elisão fiscal existentes?
 
a )
A primeira é legalmente aceita pelo judiciário, e a segunda é um experimento tributarista.
b )
A primeira é associada a estudos e desenvolvimento teórico, que garante a assertividade dela, já a segunda é efetuada por pessoas que desconhecem o STN.
c )
A primeira delas está fundamentada e garantida pela lei em si mesma, enquanto a segunda é derivada das brechas encontradas na legislação tributária.
d )
A primeira é feita na área de impostos, e a segunda, com as contribuições e taxas.
e )
A primeira é legal, e a segunda, ilegal.
QUESTÃO 3
O que faz o princípio da essencialidade, utilizado para a definição de alíquotas do ICMS?
a )
Define quais itens, que o governo considera como não essenciais, devem custar mais caro.
b )
Considera a necessidade de determinado item para definir a alíquota do ICMS.
 
c )
É uma política de gestão de tarifas, de forma a tabelar preços de itens como remédios e outros.
d )
Define quais itens são essenciais à população e para esses itens cobra menos ST.
e )
Exonera itens essenciais de ICMS, tornando-os mais baratos.
QUESTÃO 4
Como a Constituição de 1988 impactou no processo de guerra fiscal entre os estados brasileiros?
a )
A Constituição de 1988 autorizou a utilização da guerra fiscal e a normatizou.
b )
A Constituição de 1988 foi intensa na criação de imunidades, o que aumentou a guerra fiscal entre os estados.
 
c )
A Constituição de 1988 aumentou a autonomia fiscal dos estados que se valeram desta para buscar investimentos.
d )
A Constituição de 1988 é explícita quanto à necessidade de os estados proverem empresas de isenções fiscais em troca do crescimento social.
e )
A Constituição de 1988 proibiu a guerra fiscal, porém não normatizou essa proibição até os dias de hoje.
QUESTÃO 5
A criação do ICMS pode ser considerada uma minirreforma tributária?
a )
Não, apenas mudou seu nome de ICM para ICMS, abrangendo também os serviços.
b )
Não, o ICMS é mais um imposto criado para gerar arrecadação para os estados.
c )
Sim, o ICMS é a junção de antigos impostos estaduais e federais em um único tributo.
 
d )
Sim, o ICMS tem suas regras definidas por cada estado, o que faz com que cada um o tenha adaptado à sua região.
e )
Não, o ICMS foi criado para garantir controle sobre os tributos estaduais.
QUESTÃO 6
Conforme estudos históricos, desde quando existe algum tipo de tributo? Assinale a alternativa correta.
a )
Desde o início da sociedade moderna.
b )
Desde o início das tribos indígenas.
c )
Com o advento do Sistema Tributário Nacional.
d )
Após o Império Romano.
 
e )
Desde a época em que os homens começaram a conviver em sociedade.
QUESTÃO 7
Além da complexidade, qual outra característica do STN reduz os investimentos estrangeiros no Brasil?
a )
A estrutura do STN é especialmente complexa para os produtos estrangeiros, que precisam preencher muitos formulários adicionais, conforme o andamento de suas operações no país.
 
b )
Os investidores estrangeiros são malvistos e precisam pagar grandes quantias para conseguir se estabelecer no país em igualdade competitiva com as empresas nacionais.
c )
Empresas estrangeiras pagam multas maiores que as nacionais quando são punidas por algum tipo de irregularidade tributária.
d )
O STN possui um caráter protecionista exacerbado e a legislação tributária brasileira exerce alto controle sobre a economia, favorecendo a produção nacional em detrimento de investimentos estrangeiros.
e )
O Brasil possui diversas barreiras tarifárias que proíbem a importação de itens que não tenham ao menos uma peça brasileira.
QUESTÃO 8
Sobre a complexidade, irregularidade e inconsistência do STN, podemos afirmar que:
a )
são quase cem tributos, as regras são claras, porém empresários realizam irregularidades. As inconsistências se dão pela forma de contabilização dos tributos.
b )
irregularidades e inconsistências são parte de um processo complexo como o nosso, que se aprofundam com as obrigações acessórias e servem para reduzir a carga tributária quando bem manejados.
c )
são geradas pelos planejamentos fiscais, que muitas vezes são buscas por elisões, mas outras, são sonegação.
d )
a Receita Federal possui um complexo enorme de ferramentas de auditoria eletrônica que apura as irregularidades e inconsistências nas empresas.
 
e )
são geradas pela quantidade de tributos e respectivas legislações; diversas regras são questionáveis; e as constantes alterações legais completam esse quadro.
QUESTÃO 9
Quais são os elementos estruturais necessários para que exista uma relação jurídica tributária?
a )
Fisco (ativo), dívida (passivo) e objeto (tributo).
b )
Fisco (ativo), contribuinte (passivo) e base de cálculo (tributo).
c )
Fisco (ativo), contribuinte (passivo) e fato gerador (tributo).
 
d )
Fisco (ativo), contribuinte (passivo) e objeto (tributo).
e )
Contribuinte (passivo), dívida (ativo) e tributo (objeto).
QUESTÃO 10
Espécies tributárias direta e progressiva podem ser descritas como:
a )
tributo pago pelo consumidor-final de um produto e que aumenta todo ano, conforme cresce a inflação ou a necessidade de arrecadação do governo.
b )
tributo que preserva o direito da população mais pobre, visa ajudar o país a crescer e desenvolver áreas de menor IDH.
c )
tributo pago pelo contribuinte, que não é responsável pelo fato gerador, cujas alíquotas variam conforme a situação econômica do contribuinte.
 
d )
tributo pago pelo próprio ente responsável pelo fato gerador e que possui alíquotas que se alteram conforme a situação econômica do contribuinte.
e )
tributo pago diretamente à receita federal sem que exista a intermediação de outras instituições arrecadatórias, visando fazer o país crescer e se desenvolver.
QUESTÃO 11
Por que devemos buscar uma maior equidade entre a tributação sobre a renda da OCDE e do Brasil?
a )
O Brasil precisa integrar blocos comerciais e essa adequação dos tributos sobre a renda é importante para que isso ocorra.
 
b )
Se o Brasil ajustar suas regras aos padrões internacionais, será mais competitivo para atrair recursos externos.
c )
Se o Brasil equalizar seus tributos sobre a renda com a OCDE, haveria uma redução do custo tributário, o que facilitaria as operações locais frente às externas.
d )
Quando uma multinacional vem para o Brasil, ela exige padrões internacionais de tributação sobre a renda, como o Brasil não os tem, essas empresas só vêm ao país devido à guerra fiscal que compensa essa falha.
e )
O Brasil vem buscando ser parte da OCDE e equalizar os tributos sobre a renda é condição para sua entrada no bloco.
QUESTÃO 12
A Constituição de 1988 foi a última grande mudança realizada no STN. Sobre essa Constituição, assinale a alternativa correta.
a )
Foi quando se começou a buscar os direitos tributários do