EVA_PEDRO
154 pág.

EVA_PEDRO


DisciplinaEducação Infantil5.463 materiais21.644 seguidores
Pré-visualização30 páginas
Departamento de Educação 
Mestrado em Educação Pré-Escolar 
 
 
Brincar para Aprender na Educação Pré-Escolar 
 
 
 
 
 
 
Eva Guerreiro das Neves Silva Pedro 
 
Coimbra, 2018 
 
 
 
 
 
 
Eva Guerreiro das Neves Silva Pedro 
 
Brincar para Aprender na Educação Pré-Escolar 
 
Relatório Final em Mestrado de Educação Pré-Escolar, apresentada ao Departamento 
de Educação da Escola Superior de Educação de Coimbra para obtenção do grau de 
Mestre 
 
 
Constituição do júri 
Presidente: Prof. Doutor(a) Ana Coelho 
Arguente: Prof. Doutor(a) Catarina Cruz 
Orientador: Prof. Doutor(a) Conceição Costa 
 
 
Março, 2018 
 
Escola Superior de Educação | Politécnico de Coimbra 
 
 
 
Mestrado em Educação Pré-Escolar 
I 
 
Agradecimentos 
 Este trabalho marca o fim de mais uma etapa da minha vida, que com esforço, 
persistência e dedicação foi possível concretizar. Desta forma, sinto necessidade de 
agradecer a todos aqueles que, direta ou indiretamente, fizeram parte deste percurso, 
que me apoiaram e fizeram-me acreditar de que nada é impossível e que basta querer, 
para vencer! 
 Agradeço a todas as docentes deste mestrado por todas as aprendizagens que 
me proporcionaram, em especial à orientadora Professora Conceição Costa pelo 
apoio, troca de experiências, esclarecimento de todas as dúvidas e incertezas e por 
todo o tempo disponibilizado. 
 Agradeço com muito carinho aos meus pais e irmão, em especial à minha 
mãe que esteve sempre presente durante todo o percurso académico e nunca deixou 
de acreditar em mim e nas minhas capacidades. Agradeço com afeto ao resto da 
minha Família, avô, tios e primos, especialmente à Elsa e Manelote que me 
acolheram na sua casa enquanto terminava o presente Relatório, por toda a força que 
me deram e pelas palavras reconfortantes nos momentos mais difíceis. 
 Agradeço às Equipas Educativas dos Centros de Estágio, por me terem 
recebido e contribuíram tanto para o meu crescimento profissional como pessoal. O 
meu muito obrigado a todas as crianças que fizeram com este trabalho fosse possível 
de realizar e mostraram sempre grande motivação e boa disposição. 
 Agradeço às minhas colegas Ana Catarina e Marina Pratas, pela amizade 
demonstrada quando mais precisei, pela partilha de angústias e vitórias, pelo 
companheirismo não só nos momentos de trabalho e de estudo, mas também em 
momentos de lazer. Às minhas companheiras de guerra um enorme obrigada! 
 Agradeço com amizade à Margarida Nunes, à companheira de luta Marisa 
Nascimento e à minha pequena grande Joaninha por todo o apoio, conversas e 
partilha de bons momentos 
 Assim, dedico este trabalho a todos aqueles que sempre me acompanharam, 
apoiaram, deram força e que não me deixaram desistir. 
 
A todos, um enorme obrigado do fundo do meu coração! 
Escola Superior de Educação | Politécnico de Coimbra 
II 
 
 
 
 
 
Mestrado em Educação Pré-Escolar 
III 
 
Brincar para Aprender na Educação Pré-Escolar 
Resumo: A aprendizagem das crianças no Jardim-de-Infância, implica ter 
experiências diversificadas que proporcionam o contacto com a matemática, quer a 
brincar, quer a explorar o mundo que as rodeia (Silva et al., 2016). 
 Este Relatório Final divide-se em duas partes. A primeira parte refere-se ao 
percurso da mestranda como Estagiária, onde é apresentada a caracterização e a 
análise reflexiva dos contextos e processos de Estágio, em Jardim-de- Infância e em 
Creche. A segunda parte do Relatório Final apresenta a proposta de Intervenção 
Educativa \u201cO Jogo e a Educação Matemática com Crianças de 4 e 5 anos\u201d de 
natureza qualitativa, descritiva e interpretativa e cujas questões de pesquisa são: De 
que forma o uso de jogos de regras dá oportunidades de aprendizagem matemática? 
e Qual a reflexão da Investigadora sobre a sua orquestração das atividades em tal 
contexto? 
 Os resultados deste estudo, fundamentalmente apontam que o uso de jogos de 
regras, nomeadamente A laranja na cesta e Jogo de Peças possibilitaram a 
aprendizagem de diversos conceitos, competências e processos matemáticos 
(subtizing, contagem, comparação de conjuntos, adição e subtração, formas 
geométricas, comunicação, interpretação, resolução de problemas, atividades de 
classificação e visualização) e que as crianças jogaram de forma guiada. A 
orquestração das atividades pela Investigadora foi caracterizada fundamentalmente 
por uma abordagem professor, exercendo na maior parte do tempo a sua autoridade, 
proporcionando às crianças também oportunidades de exercer agência. 
 
Palavras-chave: Educação Pré-Escolar; Primeira Matemática; Jogar; Orquestração. 
 
 
 
 
Escola Superior de Educação | Politécnico de Coimbra 
IV 
 
 Play to Learn in Pre-School Education 
Abstract: The learning of the children in the Kindergarten implies having diversified 
experiences that provide contact with mathematics, both when playing and when 
exploring the world around them (Silva et al., 2016). 
 This Final Report is divided into two parts. The first part refers to the path of 
the student-in-training in the Master's degree, where the characterization and 
reflection of the training contexts (Kindergarten and Nursery) are presented. The 
second part of the Final Report presents a proposal for Educational Intervention "The 
Game and the Mathematics Education with Children of four and five-years old" 
being a qualitative, descriptive and interpretative study where the research questions 
are: In what way the use of rules games gives math learning opportunities? and What 
is the researcher's reflection on her orchestration of activities in such context? 
 The results of this study, fundamentally suggest: the use of rules games, 
namely "The orange in the basket" and "Game of pieces" made possible the learning 
of several concepts, competences and mathematical processes (subitizing, counting, 
comparing sets, addition and subtraction, geometric forms, communication, 
interpretation, problem solving, classifying and visualization activities) and the 
children played in a guided way. The orchestration of activities by the researcher 
was characterized fundamentally by a teacher approach exercising most of time her 
authority and providing also to the children opportunities for exercising their agency. 
 
Keywords: Pre-School Education; Early Mathematics; Games; Orchestration. 
 
 
 
 
 
Mestrado em Educação Pré-Escolar 
V 
 
Índice 
INTRODUÇÃO ........................................................................................................1 
PARTE I \u2013 BREVE CARACTERIZAÇÃO E ANÁLISE REFLEXIVA DOS 
CONTEXTOS E PROCESSOS DE ESTÁGIO .........................................................5 
CAPÍTULO I \u2013 JARDIM-DE-INFÂNCA .............................................................7 
I.1 Caracterização e organização do ambiente educativo da Instituição ..............7 
I.2 Caracterização do grupo de crianças .............................................................8 
I.3 Processo de Estágio ......................................................................................9 
CAPÍTULO II \u2013 CRECHE .................................................................................. 11 
II.1 Caracterização e organização do ambiente educativo da Instituição ........... 11 
II.2 Caracterização dos grupos de crianças ....................................................... 12 
II.3 Processo de Estágio ................................................................................... 13 
CAPÍTULO III \u2013 ANÁLISE REFLEXIVA DOS CONTEXTOS DE ESTÁGIO . 15 
PARTE II \u2013 INTERVENÇÃO EDUCATIVA ......................................................... 17 
CAPÍTULO IV \u2013 RELEVÂNCIA DO ESTUDO................................................. 19 
CAPÍTULO V \u2013 REVISÃO DA LITERATURA ................................................. 21 
V.1 \u2013 A aprendizagem na Educação Pré-Escolar ..............................................
Lucas
Lucas fez um comentário
Top
0 aprovações
Carregar mais