A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
Apol 2 sociologia

Pré-visualização | Página 1 de 2

Questão 1/10 - Sociologia Clássica 
Na tentativa de compreender os fenômenos sociais, Weber estabelece uma tipologia das 
ações sociais. A construção de uma tipologia faz parte de sua metodologia. As várias 
tipologias constituem um recurso que Weber chamou de tipo ideal. 
Referência: PAIXÃO, A. E. Sociologia Geral. Curitiba: Intersaberes, 2012. 
Com base no contexto acima e nos estudos relativos à disciplina, assinale a 
alternativa que aponta corretamente sobre o tipo ideal proposto por Weber: 
 
A divisão do trabalho através do parcelamento das atividades, marca do período conhecido 
como manufatura, foi levada ao seu ápice especialmente a partir da utilização de máquinas 
nas fábricas. Otimizar a produção exigia, contudo, otimizar o uso da força de trabalho. 
Frederick Taylor (1856-1915) contribuiu fortemente para o que podemos chamar de 
racionalização dos processos fabris. O estabelecimento de um conjunto de medidas 
disciplinares que envolviam até mesmo o controle sobre os gestos dos trabalhos e sua 
movimentação na fábrica, somado a outras medidas, como a fixação de uma jornada fixa e a 
separação entre a concepção e a execução, deram as bases para que, na sequência, Henry 
Ford cunhasse um estilo de organização da produção que se espalhou para além das fábricas. 
Tendo como base a contextualização acima, e os conteúdos de Sociologia, examine as 
assertivas abaixo, e assinale a alternativa que faz uma análise correta. 
 
I. O modelo de organização fordista entrou em crise entre as décadas de 60 e 70 na 
Europa. Com isso deu-se início ao que se pode chamar de reestruturação produtiva, a 
fim de manter os níveis de lucratividade do capital. 
 
II. O modelo que se desenvolve após a crise do fordismo tem como principal 
característica a flexibilização, tanto dos modos de produção quanto das redes 
envolvidas nos processos produtivos. 
 
 
A O tipo ideal existe em estado puro na 
realidade. 
 
B Com os tipos ideais, Weber deseja 
descobrir “leis gerais” da sociedade. 
 
C Com os tipos ideais, Weber procura 
compreender os fenômenos sociais. 
 
D O tipo ideal sempre poderá ser 
encontrado tal e qual na realidade. 
 
E O tipo ideal não se trata de uma 
construção teórica 
Questão 2/10 - Sociologia Clássica 
III. As hierarquias rígidas do modelo fordista dão lugar à ideia de redes: não há 
espaço para a figura do gerente ou do fiscal; os trabalhadores agora são os responsáveis 
por suas células de produção, pelos resultados e mesmo por controlar uns aos outros 
nesse processo. 
 
IV. Muitas das características da organização fabril posterior ao modelo fordista 
foram desenvolvidas pela Toyota, dando origem ao toyotismo. Mas, assim como as 
outras tendências organizacionais, essa também extrapolou os limites da fábrica. Não 
apenas a produção foi flexibilizada, a noção de carreira também, assim como a de 
consumo. 
 
Émile Durkheim vê a sociedade em um estado de desorganização. Por isso, a coesão da 
sociedade é um dos elementos que merece sua preocupação teórica. Durkheim faz uma 
distinção entre sociedades tradicionais e sociedades modernas. 
A respeito das características das sociedades tradicionais é correto afirmar que: 
 
A Há muita divisão do trabalho e 
especialização. 
A consciência coletiva é forte e a 
sociedade é mais coesa. 
Existe alta densidade populacional. 
 B 
 
C 
 
D Os indivíduos são mais diferenciados. 
A Apenas as assertivas I, II e III estão 
corretas 
 
B Apenas a assertiva IV está correta 
 
C Todas as assertivas estão corretas 
 
D Apenas as assertivas II e III estão 
corretas 
 
E Apenas a assertiva III está correta 
Questão 3/10 - Sociologia Clássica 
 
E A consciência coletiva é mais fraca e 
o indivíduo é mais forte nessas 
sociedades. 
 
Questão 4/10 - Sociologia Clássica 
Para a sociologia, as instituições sociais são formas de organização estáveis, baseadas 
em regras e regulamentos padronizados, que não precisam ser escritos em forma de leis, 
mas que são socialmente reconhecidos e aceitos. Existem cinco características 
fundamentais das instituições sociais: exterioridade, objetividade, coercitividade, 
autoridade moral e historicidade. 
Referência: PAIXÃO, A. E. Sociologia Geral. Curitiba: Intersaberes, 2012. 
Com base no contexto acima e nos estudos relativos à disciplina, assinale a 
alternativa correta sobre a exterioridade: 
 
 
A As instituições sociais existem de fato 
na realidade e de determinada 
maneira, o que informa a maneira 
“correta” de proceder, segundo a 
instituição. 
 
B As instituições sociais possuem uma 
existência exterior independente dos 
indivíduos. 
 
C As instituições sociais permanecem 
para além da existência dos 
indivíduos, mesmo daqueles que 
colaboram na sua constituição. 
 
D As instituições sociais exercem um 
poder sobre os indivíduos que pode 
manifestar - se apenas quando estes 
vão contra suas regras e normas. 
 
 
E Essa característica refere - se à 
legitimidade que as instituições 
sociais têm para aplicar sanções aos 
indivíduos que vão contra suas 
normas. 
Questão 5/10 - Sociologia Clássica 
A crise dos princípios fordistas inaugurou uma conjuntura de alterações e rearranjos 
capitalistas, desencadeando um processo de reorganização por parte do capital, com o 
intuito de recuperar seus níveis de produção. E, a forma de organizar a produção foi 
transformada. Assim se constituiu o processo de reestruturação produtiva. 
Referência: PAIXÃO, A. E. Sociologia Geral. Curitiba: Intersaberes, 2012. 
Com base nos estudos relativos à disciplina, assinale a alternativa que diz respeito 
corretamente sobre o processo de reestruturação produtiva, mencionada no 
contexto acima: 
 
A Nesse período, a grande fábrica de 
Ford, com um batalhão de 
trabalhadores produzindo em massa, 
continuava sendo muito lucrativa. 
 
B A grande fábrica integrada e 
verticalizada de Ford cedeu espaço 
para a fábrica enxuta e flexível de 
reestruturação produtiva. 
 
C Com a internalização de serviços – 
limpeza, vigilância, transporte de 
funcionários e de materiais, 
alimentação e contratação – a 
empresa mãe aumentou o quadro de 
funcionários e o custo de produção. 
 
D Combinando novas formas 
organizacionais e inovação 
tecnológica, as novas empresas 
produziam mais com cada vez mais 
trabalhadores. 
 
E A grande fábrica integrada e 
horizontalizada de Ford cedeu espaço 
para a fábrica com tecnologias mais 
modernas, porém necessitando de 
um número ainda maior de 
trabalhadores. 
Questão 6/10 - Sociologia Clássica 
Na sua obra Curso de filosofia positiva, Comte formulou a teoria dos três estágios pelos quais 
o conhecimento humano passaria até o seu pleno desenvolvimento: o teleológico, o metafísico 
e o positivo (ou empírico). 
A respeito desses três estágios, é correto afirmar que: 
 
A No estágio teleológico a vontade 
divina, como fundamento da 
sociedade, é substituída pelas causas 
naturais. 
 
Trata-se de um método de administração da produção baseado nos estudos de tempos e 
movimentos dos trabalhadores. Possui três princípios básicos: separação entre 
planejamento e execução de tarefas, seleção dos trabalhadores mais adequados à função 
específica e controle sobre o tempo e os movimentos executados pelos trabalhadores. 
Referência: PAIXÃO, A. E. Sociologia Geral. Curitiba: Intersaberes, 2012. 
Com base nos estudos relativos à disciplina, assinale a alternativa que aponta 
corretamente como é conhecido o método descrito no contexto acima: 
 
B No estágio metafísico a ciência seria 
a forma de explicação do mundo, da 
natureza e uma ferramenta de 
reforma para a sociedade. 
 
C O estágio positivo seria o último 
estágio do desenvolvimento do 
conhecimento humano. 
 
D No estágio positivo