A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
PROVA DE GENÉTICA DE POPULAÇÕES

Pré-visualização | Página 1 de 2

UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA REGIÃO DE CHAPECÓ 
CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E AMBIENTAIS 
CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS 
 
DISCIPLINA DE GENÉTICA DE POPULAÇÕES – A1 – 5oP 
 
 
01) Segundo a Genética de Populações o que determina a frequência de um 
gene em uma população natural? 
R: ​A frequência dos genes é determinada pela ação ou não dos 4 fatores evolutivos, 
são eles: mutação, seleção, deriva genética e migração. A mutação ocorre como 
uma alteração hereditária no material genético, como por exemplo, em uma situação 
na qual existia somente o alelo ​A no locus, e por mutação, passe a existir também o 
alelo ​a​, diminuindo assim a frequência do alelo anterior; A seleção natural acontece 
através da eliminação ou redução de característica não favoráveis; A deriva 
genética ocorre quando a mudança acontece ao acaso. Por exemplo: em um local 
com temperaturas muito baixas, a população ali existente acaba morrendo devido 
ao frio, mas uma população que estava em outro lugar mais quente, passa ocupar o 
ambiente anteriormente ocupado pela população morta, ou seja, o frio eliminou os 
indivíduos ao acaso; Por último, a migração, é realizada através da movimentação 
das populações, que consequentemente gera troca de alelos, alterando assim a 
constituição gênica da população. 
 
 
 
02) Qual é a importância do princípio de Hardy-Weinberg nos estudos 
evolutivos de populações naturais? 
R: ​Indicar se determinada população sofreu com algum dos 4 eventos evolutivos 
em condições pré-estabelecidas, através do estudo da sua constituição genética, ou 
ainda, verificar se não há presença das forças evolutivas, como ocorrem na 
natureza. Além disso, o princípio de Hardy-Weinberg, possibilita conhecer as 
frequências gênicas e genotípicas de uma população, que respectivamente, podem 
informar a frequência de um gene para uma característica recessiva, e fornecer 
dados sobre o cruzamento de heterozigotos normais que podem gerar filhos 
afetados. 
 
03) O que determina a frequência genotípica em populações em equilíbrio de 
Hardy-Weinberg? 
R: Quando uma população está em equilíbrio de Hardy-Weinberg para um gene, ela 
não está evoluindo, e a frequência dos alelos continuará a mesma por várias 
gerações. Uma população está em equilíbrio de Hardy-Weinberg quando não está 
sofrendo com algum dos fatores evolutivos (mutação, fluxo gênico, deriva genética e 
seleção natural) e também quando não sofre seleção sexual, possui proporção de 
1:1 entre machos e fêmeas e as frequências alélicas são iguais em machos e 
fêmeas. A constância das freqüências alélicas implica que, na ausência de forças 
evolutivas específicas que as alterem, o mecanismo de herança mendeliana sozinho 
mantém a variabilidade genética. Evolução é a mudança das frequência dos alelos 
em uma população ao longo do tempo, portanto uma população em equilíbrio de 
Hardy-Weinberg não está evoluindo. Assim, o que determina a frequência 
genotípica de uma população em equilíbrio, é frequência dos seus genes. 
 
 
 
04) Com relação a uma população em equilíbrio, marque V para verdadeiro e F 
para falso. 
( V ) as frequências gênicas e genotípicas permanecem constantes de geração a 
geração. 
( F ) a proporção de genótipos reflete a proporção dos alelos nos locos. 
( V ) uma população em equilíbrio significa que ela não está evoluindo. 
( F ) a frequência máxima de heterozigotos em sistemas dialélicos é de 50%. 
( V ) o equilíbrio pode ser alterado pela ação dos fatores evolutivos. 
 
05) Cite quatro condições necessárias para que ocorra o equilíbrio de 
Hardy-Weinberg. 
R​: 
1) Estar livre dos 4 fatores evolutivos (Seleção natural, mutação, deriva genética e 
migração); 
2) Ser uma população suficientemente grande para que os cruzamentos se deem ao 
acaso, ou seja, sem seleção sexual; 
3) Apresentar proporção sexual em torno de 1:1 entre machos e fêmeas; 
4) Constituir uma população formada por um grupo de organismos da mesma 
espécie e que residem dentro de limites geográficos definidos permitindo 
intercruzamento. 
 
06) Numa determinada ilha existia uma população animal com indivíduos 
possuidores de uma característica normal e indivíduos possuidores de uma 
característica recessiva, numa proporção de 10:1, respectivamente. Mas um 
desastre ambiental provocou a morte de todos os indivíduos com a 
característica recessiva, alterando de forma brusca a frequência do gene 
recessivo na população da ilha. 
a) Após o desastre pode-se afirmar que a frequência do gene recessivo será 
zero? Justifique sua resposta. 
R: Não. Entre os indivíduos com a característica normal poderão existir 
heterozigotos que são portadores do gene recessivo. 
 
b) Qual o nome dado a essa alteração brusca na frequência gênica? 
R​: Oscilação genética ou Deriva gênica: alteração da frequência de um alelo na 
população devido uma alteração no ambiente que influencia de maneira aleatória a 
perda de determinados genes, reduzindo a variabilidade genética. Nestes casos, 
pode estar relacionada a alterações drásticas no ambiente, provocando grandes 
mudanças no tamanho das populações, como por exemplo desastres ambientais. 
Também pode ocorrer por cruzamentos aleatórios que, por acaso, acabam 
priorizando certa característica da população, porém sem haver realmente uma 
preferência entre os indivíduos. 
 
 
 
07) Em uma amostra de determinada população, testada quanto aos grupos 
sanguíneos MN, foram observados os seguintes resultados: M = 170; MN = 530 
e N = 300 indivíduos. 
 
a) Calcule as frequências fenotípicas 
170+530+300=1000 indivíduos 
M: 170/1000= 0,17 
MN: 530/1000= 0,53 
N: 300/1000= 0,30 
R: M 0.17 / N 0.3 / MN 0.43 
 
b) Calcule as frequências gênicas: 
p(M)=(170x2)+530/2x1000 
p(M)=870/2000 
p(M)=0,43 
 
q(N)=(300x2)+530/2x1000 
q(N)=1130/2000 
q(N)=0,57 
R: M: 0,43 / N: 0,57. 
 
c) Calcule as frequências genotípicas: 
Na codominância as frequências fenotípicas e genotípicas têm o mesmo valor, 
então: 
MM: 170/1000= 0,17 
MN: 530/1000= 0,53 
NN: 300/1000= 0,30 
R: MM 0.17 / NN 0.3 / MN 0.43 
 
 
d) Qual será a porcentagem de indivíduos homozigotos na próxima geração? 
Será de 47%, pois a população está em equilíbrio de Hardy-Weinberg, 
mantendo assim os mesmos valores na próxima geração​. Veja: 
Frequência gênica: 0,43+0,57=1 
Frequência genotípica: 0,17+0,53+0,30=1 
Assim, os homozigotos, MM e NN, com frequência genotípica de 0,17 (17%) e 0,30 
(30%), respectivamente, se somados, 17+30=47%, ou seja, a porcentagem de 
indivíduos homozigotos na próxima geração será de 47%, pois a população está em 
equilíbrio. 
 
e) Esta população está em equilíbrio de Hardy-Weinberg? Justifique. 
R: Sim, pois as somas das frequências gênicas e genotípicas resultam em 1: 
Frequência gênica: 0,43+0,57=1 
Frequência genotípica: 0,17+0,53+0,30=1 
 
 
08) Se a frequência de fenilcetonúricos (herança autossômica recessiva) em uma 
população em equilíbrio é de 5 em 10.000 nascimentos, responda: 
 
a) Qual a frequência do gene normal (dominante)​ ​para essa condição? 
R:​ ​A frequência do gene normal (A ou p) é p= 0,977639321 
 
5/10.000 = 0.0005 
q =​ ​√ ​0.0005 
q= 0,022360679 
se q=0,022360679 então 
 
p=1-q 
p=1-0,022360679 
p=0,977639321 
 
 
 
 
 
 
 
 
b) Qual a proporção dos três genótipos nessa população? 
R:​ ​AA: 95,58% / aa: 0,05% / Aa: 4,37%. 
 
 
p2 (AA)= 0,977639321 x0,977639321 = 0,955778642, arredondando:

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.