A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
19 pág.
Aula 12 - Altimetria - Representação Altimétrica II

Pré-visualização | Página 1 de 1

ALTIMETRIA -
REPRESENTAÇÃO
ALTIMÉTRICA II
APRESENTAÇÃO
Olá!
Nesta Unidade de Aprendizagem aprofundaremos o estudo sobre a representação
al�métrica. Veremos com mais detalhes o uso de seções transversais ou eixos transversais de
um alinhamento. Os perfis transversais são ob�dos por seções transversais, geralmente
normais aos alinhamentos de uma poligonal ou a um eixo longitudinal. As seções
transversais podem ser levantadas em campo ou extraídas de uma planta com curvas de
nível.
Bons estudos.
Ao �nal desta Unidade de Aprendizagem, você deve apresentar os seguintes aprendizados:
Diferenciar os métodos de levantamento de campo das seções transversais.
Reconhecer a forma de procedimento da técnica de nivelamento de seção à régua.
Iden�ficar a forma de procedimento da técnica de nivelamento a clinômetro.
DESAFIO


Em uma cidade do interior, foi solicitada a execução da canalização de um córrego com
extensão de 2 km. O projeto geotécnico definiu que os taludes do córrego devem ser
construídos em dois patamares. A largura do rio é de 5 m, o qual ficará confinado por muros
de 2 m de altura. No topo do muro, o projeto descreve um talude 1:1,5 (ver�cal:horizontal)
com 4 m de altura; na sequência, segue um patamar de 2 m e logo outro talude com
declividade 1:2 (ver�cal:horizontal) e altura de 3 m.
Você precisa fazer a locação desses taludes em seções de 20 em 20 m. Qual o mínimo de
piquetes que você precisará comprar para demarcar a locação dos taludes?
Atenção: contabilize a locação de todos os vér�ces. Observe a seção anexada.
INFOGRÁFICO
Observe no infográfico o nivelamento das seções transversais. Esse nivelamento está sempre
"amarrado" à seção longitudinal.

http://lrq.sagah.com.br/uasdinamicas/uploads/layouts/536971872_1564411236bd122bf2921a6764685d857aaa7b551f5d794612.jpg
CONTEÚDO DO LIVRO
Leia mais no capítulo Al�metria - Representação Al�métrica II que faz parte do livro
Topografia e Geoprocessamento e é a base teórica desta Uniade de Aprendizagem. 
Boa leitura.

http://lrq.sagah.com.br/uasdinamicas/uploads/layouts/70751652_156441123590f5108ff36268cf17602608aea0388312ded2fb.jpg
DICA DO PROFESSOR
O vídeo a seguir apresenta os perfis transversais. Confira!
Conteúdo disponível na plataforma virtual de ensino. Con�ra!
EXERCÍCIOS
1) De acordo com o nivelamento de seção transversal à régua da figura a seguir, qual é a
cota no ponto E1?
a) 53,20 m.
b) 52,20 m.
c) 50,30 m
d) 53,50 m.
e) 51,50 m.
2) De acordo com o nivelamento de seção transversal à régua da figura a seguir, qual é a


http://lrq.sagah.com.br/uasdinamicas/uploads/layouts/841755398_15644112398e27d24c12a916a4d72715c41b759dac1a7fa3b9.jpg
cota no ponto D4?
a) 53,30 m.
b) 53,90 m.
c) 54,20 m.
d) 52,50 m.
e) 53,50 m.
3) De acordo com a figura a seguir, de um nivelamento de seção transversal a clinômetro,
qual é a diferença de nível do ponto E2 em relação à estaca 34?
http://lrq.sagah.com.br/uasdinamicas/uploads/layouts/1467527878_15644112388e27d24c12a916a4d72715c41b759dac1a7fa3b9.jpg
http://lrq.sagah.com.br/uasdinamicas/uploads/layouts/1196528317_15644112414f77bfd2cd983d26d61cdb864a8a0da6273bacee.jpg
a) -5,05 m.
b) -1,61 m.
c) -3,44 m.
d) -4,05 m.
e) -6,05 m.
4) Com base na figura adiante, qual é a cota do ponto D2?
a) 98,76 m.
b) 103,12 m.
c) 100,38 m.
d) 97,15 m.
e) 102,12 m.
5) O que é faixa de domínio? 
a) Técnica em que são avaliados os ângulos de inclinação do terreno e a distância
http://lrq.sagah.com.br/uasdinamicas/uploads/layouts/2078310520_15644112444f77bfd2cd983d26d61cdb864a8a0da6273bacee.jpg
entre os pontos.
b) Técnica que emprega uma régua horizontal e uma ver�cal, ambas graduadas
convenientemente.
c) Perfis geralmente normais aos alinhamentos de uma poligonal ou a um eixo.
d) Base �sica sobre o qual assenta uma rodovia.
e) As elevações e depressões do terreno.
NA PRÁTICA
 demarcação de pontos ao longo da seção transversal é indispensável em obras que
apresentam eixo longitudinal. Em obras que envolve cortes e aterros de materiais, como
terraplenagem, a boa leitura do projeto, a locação da topografia e a comunicação com o
operador de máquinas devem ser sempre tópicos importan�ssimos para manter os
quan�ta�vos de escavação e a qualidade do serviço de terraplenagem em dia.

http://lrq.sagah.com.br/uasdinamicas/uploads/layouts/626619734_1564411233b9e50a62a53d7ddf3657b6b3d896d03b973866e5.jpg

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.