Buscar

CoesoeCoerncia-final-v6-OK

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 24 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 24 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 24 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

- 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Português com Lógica 
COESÃO E 
COERÊNCIA 
PROFESSORA ADRIANA FIGUEIREDO 
Acompanhe com 
a Gramática 
Comentada 
Para Concursos Públicos 
 - 
 
 
1 Português com Lógica 
Apostila - Título da Aula 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
COESÃO E COERÊNCIA 
 - 
 
 
2 Português com Lógica 
Apostila - Título da Aula 
 
COESÃO E COERÊNCIA 
 
 
Coesão 
 ELEMENTOS FUNDAMENTAIS PARA A CONSTRUÇÃO 
 DE UM TEXTO 
Coerência 
 
 
 
Coesão Passar a mensagem de forma organizada 
 
 
Coerência Fazer sentido para o leitor 
 
COESÃO 
 
Organizar o texto de forma harmoniosa 
 
Utilizar e dispor corretamente as palavras 
 
 
Mecanismos de Coesão: Anáfora e Catáfora 
 
 
 Anáfora: retomada de um elemento no texto. 
 ENDOFÓRICAS 
 Catáfora: antecipação de um elemento no texto. 
 
 
 
 - 
 
 
3 Português com Lógica 
Apostila - Título da Aula 
Referência 
 
Pessoal: utilização de pronomes pessoais e possessivos. 
 
Exemplo: João e Maria casaram. Eles são pais de Ana e Beto. (Referência pessoal 
anafórica) 
 
Demonstrativa: utilização de pronomes demonstrativos e advérbios. 
 
Exemplo: Fiz todas as tarefas, com exceção desta: arquivar a correspondência. 
(Referência demonstrativa catafórica) 
 
Substituição: Substituir um elemento (nominal, verbal, frasal) por outro é uma forma de 
evitar as repetições. 
 
Exemplo: Ele estuda o dia inteiro. O estudo é seu passaporte para a vitória. 
 
Elipse: Um componente textual, quer seja um nome, um verbo ou uma frase, pode ser 
omitido através da elipse. 
 
Exemplo: Maria trouxe as bebidas; José, a comida. 
 
Conjunção: A conjunção liga orações estabelecendo relação entre elas. 
 
Exemplo: Nós não sabemos quem é o culpado, mas ele sabe. (adversativa) 
 
Coesão Lexical 
Utilização de palavras que possuem sentido aproximado ou que pertencem a um 
mesmo campo lexical. 
 
Exemplo: Aquela escola não oferece as condições mínimas de trabalho. A instituição 
está literalmente caindo aos pedaços. 
 - 
 
 
4 Português com Lógica 
Apostila - Título da Aula 
COERÊNCIA 
 
 
 Relação lógica das ideias de um texto 
 
Exemplos: O relatório está pronto; porém o estou finalizando até agora. (processo verbal 
acabado e inacabado) 
 
 
Diferença entre Coesão e Coerência 
 
 
 COESÃO: articulação interna, questão gramatical. 
 
 COERÊNCIA: articulação externa, questão interpretativa. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 - 
 
 
5 Português com Lógica 
Apostila - Título da Aula 
Questões 
 
1. FCC – TRF 4ª REGIÃO – ANALISTA JUDICIÁRIO – AVALIADOR FEDERAL – 2019 
O motorista do 8-100 
 Fui convidado por um colega da redação de jornal, outro dia, a ver um belo espetáculo. 
Que eu estivesse pela manhã bem cedo junto ao último edifício da Avenida Rio Branco para 
assistir à coleta de lixo. Fui. Vi chegar o caminhão 8-100 da Limpeza Urbana e saltarem os 
ajudantes que se puseram a carregar e despejar as latas de lixo. Enquanto isso, que fazia 
o motorista? O mesmo de toda manhã. Pegava um espanador e um pedaço de flanela, e 
fazia o seu carro ficar rebrilhando de beleza. 
 É costume dizer que a esperança é a última que morre. Nisso está uma das crueldades 
da vida: a esperança vive à custa de mutilações. Vai minguando e secando devagar, se 
despedindo dos pedaços de si mesma, se apequenando e empobrecendo, e no fim é tão 
mesquinha e despojada que se reduz ao mais elementar instinto de sobrevivência e ao 
conformismo. 
 Esse motorista, que limpa seu caminhão, não é um conformado, é o herói silencioso 
que lança um protesto superior. A vida o obriga a catar lixo e imundície; ele aceita a sua 
missão, mas a supera com esse protesto de beleza e dignidade. Muitos recebem com a 
mão suja os bens mais excitantes e tentadores da vida; e as flores que vão colhendo no 
jardim de uma existência fácil logo têm, presa em seus dedos frios, uma corrupção que as 
desmerece e avilta. O motorista do caminhão 8-100 parece dizer aos homens da cidade: 
“O lixo é vosso: meus são estes metais que brilham, meus são estes vidros que esplendem, 
minha é esta consciência limpa”. 
(Adaptado de: BRAGA, Rubem. O homem rouco. Rio de Janeiro: Editora do Autor, 1963, 
p. 145-146) 
 
Explora-se no texto o emprego de expressões que constituem uma oposição de sentido, 
tal como se observa na relação entre 
(A) um espanador e um pedaço de flanela / ficar rebrilhando de beleza (1o parágrafo). 
(B) vive à custa de mutilações / se apequenando e empobrecendo (2o parágrafo). 
(C) herói silencioso / lança um protesto superior (3o parágrafo). 
(D) recebem com a mão suja / uma corrupção que as desmerece (3o parágrafo). 
 - 
 
 
6 Português com Lógica 
Apostila - Título da Aula 
(E) A vida o obriga a catar lixo e imundície / protesto de beleza e dignidade (3o parágrafo). 
 
2. FCC – TRF 4ª REGIÃO – ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA JUDICIÁRIA – 2019 
[Valores da propaganda] 
 Na sociedade moderna, a mesma voz que prega sobre as coisas superiores da vida, 
tais como a arte, a amizade ou a religião, exorta o ouvinte a escolher uma determinada 
marca de sabão. Os panfletos sobre como melhorar a linguagem, como compreender a 
música, como ajudar-se etc. são escritos no mesmo estilo de propaganda que exalta as 
vantagens de um laxativo. Na verdade, um redator hábil pode ter escrito qualquer um deles. 
 Na altamente desenvolvida divisão de trabalho, a expressão tornou-se um instrumento 
utilizado pelos técnicos a serviço do mercado. Um romance é escrito tendo-se em mente 
as suas possibilidades de filmagem, uma sinfonia ou poema são compostos com um olho 
no seu valor de propaganda. Outrora pensava-se que cada expressão, palavra, grito ou 
gesto tivesse um significado intrínseco; hoje é apenas um incidente em busca de 
visibilidade. 
(Adaptado de: HORKHEIMER, Max. Eclipse da razão. Trad. Sebastião Uchoa Leite. Rio 
de Janeiro: Editorial Labor do Brasil, 1976, p. 112) 
 
No contexto, relacionam-se numa oposição de sentido os segmentos: 
(A) exorta o ouvinte / exalta as vantagens (1o parágrafo). 
(B) as coisas superiores da vida / como melhorar a linguagem (1o parágrafo). 
(C) Um romance é escrito / uma sinfonia ou poema são compostos (2o parágrafo). 
(D) instrumento utilizado pelos técnicos / valor de propaganda (2o parágrafo). 
(E) um significado intrínseco / um incidente em busca de visibilidade (2o parágrafo). 
 
3.FCC – PREFEITURA DE RECIFE – ANALISTA DE GESTÃO CONTÁBIL – 2019 
[Cartas sem resposta] 
 Deixamos na terra natal, além de recordações plantadas no ar, pessoas de saúde 
frágil e idade avançada, às quais prometemos que nossa visita não vai demorar. 
Mesquinhas preocupações, cansaço, displicência, tédio de viajar por lugares muito sabidos, 
cisma de avião, tudo isso e pequenos motivos nos afastam da nossa promessa. Acabamos 
escrevendo apenas cartas. Cartas, cartas! Repetem mecanicamente um carinho que devia 
 - 
 
 
7 Português com Lógica 
Apostila - Título da Aula 
ser cálido e físico, carregam abstrações, sombra de beijos, não beijos. E chega um dia em 
que já não recebemos cartas em resposta às que continuamos a mandar. 
(Adaptado de: ANDRADE, Carlos Drummond. Fala, amendoeira. São Paulo: Companhia 
das Letras, 2012, p. 167/168) 
 
Expressa-se no texto uma clara oposição de sentido entre os elementos: 
(A) recordações plantadas no ar / pessoas de saúde frágil 
(B) Mesquinhas preocupações / tédio de viajar 
(C) cálido e físico / sombra de beijos(D) Repetem mecanicamente / carregam abstrações 
(E) displicência / pequenos motivos 
 
4. FCC – SEMEF MANAUS – ASSISTENTE TÉCNICO EM TECNOLOGIA DA 
INFORMAÇÃO – 2019 
Uma enxurrada de estímulos dispersa a inteligência. Ficamos reféns da superficialidade. 
(5º parágrafo) 
Mantendo as relações de sentido e a correção, as frases acima podem ser articuladas em 
um único período do seguinte modo: 
A Ao ficarem reféns da superficialidade, uma enxurrada de estímulos dispersa a 
inteligência. 
B Embora ficamos reféns da superficialidade, uma enxurrada de estímulos dispersa a 
inteligência. 
C Uma enxurrada de estímulos dispersa a inteligência: contudo, ficamos reféns da 
superficialidade. 
D Uma enxurrada de estímulos dispersa a inteligência, de modo que ficamos reféns da 
superficialidade. 
E Conforme se ficam reféns da superficialidade, cuja enxurrada de estímulos dispersa a 
inteligência. 
 
 
 
 
 - 
 
 
8 Português com Lógica 
Apostila - Título da Aula 
5. FCC – TRF 4ª REGIÃO – TÉCNICO JUDICIÁRIO – 2019 
Foi a capacidade de [...] agir no presente tendo em vista o futuro que nos tirou da condição 
de animais errantes. (3o parágrafo) 
Uma redação alternativa para o trecho acima, escrita com correção e lógica, está em: 
A Uma vez que tivéssemos tido a capacidade de vislumbrar o futuro, ao tomarmos uma 
decisão no presente, deixemos a condição de animais errantes. 
B Por termos tido a capacidade de agir no presente visando o futuro, viemos a sermos 
tirados da condição de animais errantes. 
C Em razão da capacidade de considerar o futuro ao agir no presente, deixamos a condição 
de animais errantes. 
D Conforme a capacidade de agir, no presente com olhos postos no futuro, teremos sido 
tirados da condição de animais errantes. 
E À medida que tivermos a capacidade de agir no presente considerando o futuro, 
sairíamos da condição de animais errantes. 
 
6. FCC – PREFEITURA DE RECIFE – ASSISTENTE DE GESTÃO PÚBLICA - 2019 
Plataformas digitais possibilitam acesso, abertura e transparência às operações de 
governos locais / e provavelmente irão mudar a forma como os governos interagem com as 
pessoas. (4o parágrafo) 
Entre as ideias separadas por barra nessa passagem do texto, se estabelece relação de, 
respectivamente, 
(A) causa e consequência. 
(B) condição e conformidade. 
(C) finalidade e comparação. 
(D) concessão e adição. 
(E) modo e tempo. 
 
7. FCC – DETRAN – SP – OFICIAL ESTADUAL DE TRÂNSITO – 2019 
Conversas movimentadas 
 É muito comum que logo pela manhã, nas grandes cidades, a conversa entre 
colegas de trabalho se inicie por frases que aludam aos congestionamentos enfrentados no 
caminho, ou à surpresa de o trânsito naquela praça não estar inteiramente prejudicado, ou 
 - 
 
 
9 Português com Lógica 
Apostila - Título da Aula 
então – milagre dos milagres! − ao fato inexplicável de como dessa vez não demorou quase 
nada a travessia da famosa ponte. Tais assuntos dominam as conversas, determinam o 
humor; representam-se nelas o pequeno drama, a ansiedade, a aflição ou o desespero que 
vivem os habitantes das metrópoles. 
 É um assunto tão invasivo quanto obrigatório, do qual não se pode fugir. A simples 
locomoção de um lugar para outro reedita, a cada dia, a façanha que é o ir e o vir nas 
grandes cidades, o desafio que está na chamada “mobilidade urbana”, designação do 
conjunto de fatores que condicionam a movimentação dos indivíduos no espaço público. A 
mobilidade urbana tem enorme importância para a qualidade de vida da população. Não se 
trata, simplesmente, da movimentação mecânica de um lugar para outro; trata-se do modo 
pelo qual ela ocorre, de seus efeitos no cotidiano, da fixação de prazos e horários de 
trabalho e lazer, do humor dos indivíduos, dos prazeres e desprazeres que acarreta. 
 Falar do trânsito, sobretudo de suas dificuldades que parecem fatais, torna-se, 
assim, mais do que um papo corriqueiro: vira uma espécie de senha familiar pela qual todos 
se reconhecem, um motivo para se reafirmar aquela cumplicidade solidária que os 
problemas comuns provocam nas criaturas. Um considerável salto civilizatório se dará 
quando as pessoas, no começo do dia de trabalho, não tiverem do que se queixar quanto 
à sua mobilidade, e puderem tratar de outros assuntos que melhor as congreguem. 
(Salustino Penteado, inédito) 
 
Constituem uma relação de causa e consequência, nessa ordem, os segmentos: 
(A) aludam aos congestionamentos / ou à surpresa (1o parágrafo). 
(B) assunto tão invasivo / quanto obrigatório (2o parágrafo). 
(C) movimentação mecânica / de um lugar para outro (2o parágrafo). 
(D) dos prazeres / e desprazeres que acarreta (2o parágrafo). 
(E) problemas comuns / cumplicidade solidária (3o parágrafo). 
 
8. FCC – SEFAZ – MANAUS – TÉCNICO FAZENDÁRIO – 2019 
 A corrida armamentista do consumo 
 Imagine uma corrida em que os contendores se afastam cada vez mais do objetivo pelo 
qual competem. A corrida armamentista tem dinâmica e propriedades conhecidas: um país 
decide se armar; os países vizinhos sentem-se vulneráveis e decidem fazer o mesmo a fim 
 - 
 
 
10 Português com Lógica 
Apostila - Título da Aula 
de não ficarem defasados; sua reação, porém, deflagra uma nova rodada de investimento 
bélico no primeiro país, o que obriga os demais a seguirem outra vez os seus passos. A 
escalada armamentista leva os participantes a dedicarem uma parcela crescente de sua 
renda e trabalho à garantia da segurança externa, mas o resultado é o contrário do 
pretendido. 
 A corrida do consumo tem uma lógica semelhante à da corrida armamentista. Nenhum 
consumidor é uma ilha: existe uma forte e intrincada interdependência entre os anseios de 
consumo das pessoas. Aquilo que cada uma delas sente que “precisa” ou “não pode viver 
sem” depende não só dos seus “reais desejos e necessidades”, mas também, e 
talvez sobretudo, ao menos nas sociedades mais afluentes, daquilo que os outros ao seu 
redor possuem. A cada vez que um novo artigo de consumo é introduzido no mercado, o 
equilíbrio se rompe e o desconforto causado pela percepção da falta impele à ação reativa 
da compra do bem. 
 Em ambas as corridas - a armamentista e a do consumo - a lógica da situação obriga a 
todos a correrem cada vez mais, como hamsters confinados a esferas rotatórias, para não 
sair do lugar. 
(Adaptado de: GIANETTI, Eduardo. Trópicos utópicos. São Paulo: Companhia das 
Letras, 2016, p. 102-103) 
 
Expressam-se como uma causa e sua consequência, nessa ordem, os seguintes 
segmentos: 
(A) A corrida armamentista tem dinâmica e propriedades conhecidas / um país decide se 
armar (1o parágrafo) 
(B) A corrida do consumo tem uma lógica / semelhante à da corrida armamentista (2o 
parágrafo) 
(C) Aquilo que cada uma delas sente que “precisa” / depende não só dos seus “reais 
desejos e necessidades” (2o parágrafo) 
(D) um novo artigo de consumo é introduzido no mercado / o equilíbrio se rompe (2o 
parágrafo) 
(E) a correrem cada vez mais / confinados a esferas rotatórias (3o parágrafo) 
 
 
 - 
 
 
11 Português com Lógica 
Apostila - Título da Aula 
9.FCC – PREFEITURA DE RECIFE – ASSISTENET DE GESTÃO CONTÁBIL – 2019 
Mas o sucesso tem sempre um custo - e as cidades não são exceção, segundo análise do 
Fórum Econômico Mundial. Padrões insustentáveis de consumo, degradação ambiental e 
desigualdade persistente são alguns dos problemas das cidades modernas. Recentemente, 
entraram na equação as consequências da transformação digital. Há quem fale sobre uma 
futura desurbanização. Mas os especialistas consultados pelo Fórum descartam essa 
possibilidade. Preferem discorrer sobre como as cidades vão se adaptar à era da 
digitalização e como vão moldar a economia mundial. 
 
Há quem fale sobre uma futura desurbanização. Mas os especialistas [...] descartam essa 
possibilidade. (2° parágrafo) 
 
Esse trecho estáreescrito com o sentido preservado, em linhas gerais, em: 
A Há quem defenda uma futura desurbanização, mesmo quando os especialistas [...] 
contestem sua eficácia. 
B Há quem antecipe uma futura desurbanização, em contrapartida, os especialistas [...] 
corroboram essa possibilidade. 
C Há quem espera uma futura desurbanização, os especialistas [...] não a consideram 
conveniente. 
D Há quem cogite uma futura desurbanização; hipótese que os especialistas [...], contudo, 
rejeitam. 
E Há quem refute uma futura desurbanização; os especialistas [...] a concebem como 
irrefreável, no entanto. 
 
10. VUNESP – PREFEITURA DE VALINHOS – VICE-DIRETOR – UNIDADE 
EDUCACIONAL – 2019 
Não sei a sua, mas a minha memória, quando precisa trabalhar em minha própria 
causa, é preguiçosa, lenta, finge que não é com ela. Minha força de vontade, então, coitada, 
é uma comédia de mau gosto, boa em me deixar envergonhada, dá uma novela o que eu 
já passei com ela. Por outro lado, nunca me esqueci dos horários dos remédios dos meus 
filhos. Nunca atrasei para cumprir um prazo da minha agenda profissional, e, menos ainda, 
deixei sem fazer qualquer uma das tarefas no trabalho ou em casa. Para as 
responsabilidades do ganha-pão e dos compromissos com a família, não me permito errar. 
Sou pontual. Com todos menos comigo. É assim, comigo eu falho mesmo. 
 - 
 
 
12 Português com Lógica 
Apostila - Título da Aula 
 São exemplos bobos, mas refletem a fragilidade de nossos impulsos, sentimentos, 
decisões. Mas, principalmente, mostram a falta de amor, carinho e afeto com nós próprios. 
E a vida vai passando e você vai se esquecendo disso, abandonando, pouco a pouco, a si 
mesma. Tudo e todos são importantes e merecem o seu tempo, a sua disposição, o seu 
sorriso. Tem dias, sinceramente, que não dou nem um sorriso para mim. À noite, desmonto 
morta na cama. Meus pés pedem um carinho, um toque, massagem. Estou cansada demais 
para atendê-los. Bem na hora que seria deles, os heróis que me carregaram o dia todo, eu 
não tenho mais forças. Vou dormir sem esse deleite, não me mexo em busca de algo tão 
simples. Tão fácil. 
 Mas é preciso lembrar que temos direito a esses rituais de agrado, aconchego, bem-
estar e acolhida. Não é uma crônica para narcisos. É uma crônica para quem não se ama 
da forma como deveria se amar, se respeitar, se bem querer. Para quem se esqueceu... 
 Portanto, hoje, ainda, sente-se no sofá e esfregue seus pezinhos com um creme 
bem cheiroso. E não ligue para o que vão dizer. Apenas se ame. 
(Elma E. Bassan Mendes. Eu me amo? Diário da Região, 23.02.2019. Adaptado) 
 
A alternativa cujo enunciado reescreve corretamente uma passagem do texto, sem prejuízo 
do sentido original, é: 
A São exemplos bobos que, entretanto, refletem a fragilidade de nossos impulsos, 
sentimentos, decisões. (2º parágrafo) 
B E a vida vai passando assim que você vai se esquecendo disso, abandonando, pouco a 
pouco, a si mesma. (2º parágrafo) 
C Porém, hoje, ainda, sente-se no sofá e esfregue seus pezinhos com um creme bem 
cheiroso. Ou seja: não ligue para o que vão dizer. Apenas se ame. (4º parágrafo) 
D Minha força de vontade, portanto, coitada, é uma comédia de mau gosto, boa em me 
deixar envergonhada... (1º parágrafo) 
E Por consequência, nunca me esqueci dos horários dos remédios dos meus filhos. (1º 
parágrafo) 
 
11. VUNESP – CÂMARA DE PIRACICABA – SP – AGENTE ADMINISTRATIVO – 2019 
Humanoide perde a vez entre robôs 
 Discretamente, o Google está reformulando seu ambicioso programa de robótica. 
Lançado em 2013, o projeto incluía duas equipes especializadas em máquinas que 
pareciam e se moviam como seres humanos. No entanto, pouco sobrou desse projeto. A 
 - 
 
 
13 Português com Lógica 
Apostila - Título da Aula 
proposta agora é de usar robôs mais simples, que possam aprender por si mesmos certas 
habilidades. 
 “O New York Times” foi o primeiro jornal a conhecer parte da tecnologia na qual a 
companhia vem trabalhando. Embora as máquinas não sejam tão atraentes visualmente 
quanto os robôs humanoides, os pesquisadores acreditam que a tecnologia sutilmente mais 
avançada no interior delas tem mais potencial no mundo real. Os robôs aprendem sozinhos 
habilidades como organizar um conjunto de objetos não familiares ou locomover-se no meio 
de obstáculos inesperados. 
 Muitos acreditam que o aprendizado de máquinas – e não a criação de novos 
equipamentos extravagantes – será a chave para o desenvolvimento da robótica voltada 
para manufatura, automação de depósitos de materiais, transporte e outras atividades. 
 Numa tarde no novo laboratório, um braço robótico pairava sobre uma lata cheia de bolas 
de pingue-pongue, cubos de madeira, bananas de plástico e outros objetos escolhidos ao 
acaso. Em meio a essa confusão, o braço robótico pegou com dois dedos uma banana de 
plástico e, com um suave movimento de punho, jogou-a numa lata menor que estava a 
vários centímetros de distância. Foi um feito admirável. 
Na primeira vez que viu os objetos, o braço não sabia como pegar uma única peça. 
Porém, equipado com uma câmera que “olhava” dentro da lata, o sistema aprendeu depois 
de 14 horas de tentativa e erro. 
 O braço mais tarde aprendeu a jogar itens nas latas certas, com 85% de acerto. Quando 
os pesquisadores tentaram executar a mesma tarefa, a média foi de 80%. Parece uma 
tarefa muito simples, todavia criar um código de computador para dizer a uma máquina 
como fazer isso é algo extremamente difícil. 
 O braço que joga objetos numa lata não é uma máquina desenhada pelos pesquisadores. 
Fabricado pela Universal Robots, ele é comumente usado em manufatura e outras 
atividades. O que o Google está fazendo é treiná-lo para que faça coisas que, de outro 
modo, ele não faria. “O aprendizado está nos ajudando a superar o desafio de construir 
robôs de baixo custo”, diz Vikash Kumar, supervisor do projeto. 
 
(Cade Metz. The New York Times. Publicado pelo jornal O Estado de São Paulo em 
14.04.2019. Tradução de Roberto Muniz. Adaptado) 
 
 - 
 
 
14 Português com Lógica 
Apostila - Título da Aula 
Assinale a alternativa em que o trecho do quarto parágrafo está reescrito preservando-se o 
sentido original do texto. 
A Em meio a essa confusão, o braço robótico pegou com dois dedos... → Em meio à 
negligência dos pesquisadores, o robô pegou com dois dedos 
B ... com um suave movimento de punho, jogou-a numa lata...→movimentando suavemente 
o punho, atirou-a em uma lata 
C ... jogou-a numa lata menor que estava a vários centímetros de distância. →jogou-a a 
uma certa distância em uma lata de vários centímetros 
D ... o braço não sabia como pegar uma única peça. →o braço somente conseguia pegar 
uma peça por vez 
E Porém, equipado com uma câmera que “olhava” dentro da lata... →Mas, equipado com 
uma câmera que, dentro da lata, “olhava” ao redor 
 
12. VUNESP – CÂMARA DE PIRACICABA – SP – AGENTE ADMINISTRATIVO – 2019 
Assinale a alternativa cujo verso expressa uma aparente contradição. 
A Quanto mais fecho os olhos mais te vejo 
B Humildemente, atrás de ti rastejo 
C Sei que jamais hei de possuir-te, sei 
D Enlaçará teu virgem corpo em flor 
E Meu coração no entanto não se cansa 
 
13. VUNESP – CÂMARA DE PIRACICABA – SP – JORNALISTA – 2019 
Ao filósofo americano Daniel Dennett, os editores da revista Edge perguntaram: “Em 2013, 
o que deve nos preocupar?”. Ele contou que em 1980 se temia que a revolução do 
computador aumentasse a distância entre os países ricos “do Ocidente” e os países pobres, 
que não teriam acesso à nova tecnologia e a seus aparelhos. A verdade é que a informática 
criou fortunas enormes, mas permitiu também a mais profunda disseminação niveladora da 
tecnologia que já se viu na história. “Celulares e laptops e, 
agora, smartphones e tablets puseram a conectividade nas mãos de bilhões”, afirmou 
Dennett. 
 O planeta, segundo o filósofo, ficou mais transparentena informação como ninguém 
imaginaria há 40 anos. Isso é maravilhoso, disse Dennett, mas não é o paraíso. E citou a 
lista daquilo com que devemos nos preocupar: ficamos dependentes e vulneráveis neste 
novo mundo, com ameaças à segurança e à privacidade. E sobre as desigualdades, ele 
disse que Golias ainda não caiu; milhares de Davis*, porém, estão rapidamente aprendendo 
o que precisam. Os “de baixo” têm agora meios para confrontar os “de cima”. O conselho 
 - 
 
 
15 Português com Lógica 
Apostila - Título da Aula 
do filósofo é que os ricos devem começar a pensar em como reduzir as distâncias criadas 
pelo poder e pela riqueza de poucos. 
* referência ao episódio bíblico em que Davi, aparentemente mais fraco, derrota o gigante 
Golias. 
(Míriam Leitão. História do futuro: o horizonte do Brasil no século XXI. Rio de Janeiro, 
Intrínseca, 2015) 
A expressão que apresenta sentido correspondente ao de desigualdades, no texto, é: 
A revolução do computador. (1° parágrafo) 
B disseminação niveladora da tecnologia. (1° parágrafo) 
C conectividade nas mãos de bilhões. (1º parágrafo) 
D ameaças à segurança e à privacidade. (2° parágrafo) 
E distâncias criadas pelo poder e pela riqueza de poucos. (2° parágrafo) 
 
14. VUNESP – CÂMARA DE PIRACICABA – SP – JORNALISTA – 2019 
[...] 
Lembrando a polêmica sobre a filosofia, Lenine mandou: 
 – Aristóteles jogou a toalha. No final da vida, depois de tanta filosofia, escreveu que o 
mais importante era rir. 
 E se o riso precede a felicidade e, com ela, os hormônios da longevidade, viveremos 
um pouco mais depois deste sábado musical e iluminado de outono, em Inhotim. 
 Com a noite chegando, os corações se juntaram naquela mesa. A vegetação nos 
acolheu, luz e sombra bordando os contrastes, pensamentos voando. Um sombrio 
Bernardo se revelou. Retirado desde os últimos acontecimentos, vive serenando as 
reflexões, salvando lembranças. Mas não desiste do sonho: 
 – Com o rompimento da barragem, tivemos que reduzir custos. Outro dia descobri que 
acabaram com o Coral e a Orquestra formada por gente da região. Mandei voltar. Tem 
coisa que não pode cancelar. 
 Bernardo, neste ponto, se afasta da gestão e olha para a transcendência da arte como 
solução. Não adianta cortar custo de coisas que são para sempre. Música, canto, arte. O 
Inhotim tem, agora, responsabilidade dobrada: a revitalização de toda uma região 
devastada pela tragédia. 
 (Afonso Borges. https://blogs.oglobo.globo.com, 28.04.2019. Adaptado) 
 
 - 
 
 
16 Português com Lógica 
Apostila - Título da Aula 
Com relação ao conteúdo que o antecede no penúltimo parágrafo, o comentário – Tem 
coisa que não pode cancelar. – exprime uma 
A justificativa. 
B ressalva. 
C síntese. 
D consequência. 
E concessão. 
 
15. VUNESP – PREFEITURA DE ARUJÁ – SP – OFICIAL ADMINISTRATIVO – 2019 
 
No contexto dos quadrinhos, os conteúdos expressos nas frases “Comi uma feijoada” e 
“Queimação no estômago” estabelecem entre si uma relação de 
A alternância. 
B concomitância. 
C equivalência. 
D causa e efeito. 
E modo e finalidade. 
 
 
 - 
 
 
17 Português com Lógica 
Apostila - Título da Aula 
16. VUNESP – PREFEITURA DE CAMPINAS – SP – ENFERMEIRO – 2019 
Considere o seguinte trecho: 
Como havia várias outras sugestões, meu pai resolveu escrever todos os nomes em 
pedacinhos de papel que, depois de dobrados, ele jogou na copa de meu pequeno chapéu 
de explorador e me deu para tirar na sorte. Saiu o da minha escolha. Meu pai então pôs 
um ar resignado que era uma ordem para que todos também se resignassem e disse: 
“Pronto. Agora tem que ser Maria Bethânia”. 
E saiu para registrar a recém-nascida com esse nome. 
As formas verbais destacadas organizam-se sequencialmente estabelecendo entre si uma 
relação de 
(A) causa e efeito. 
(B) alegação e retificação. 
(C) afirmação e refutação. 
(D) hipótese e comprovação. 
(E) condição e alternância. 
 
17. FGV – TJCE – TÉCNICO JUDICIÁRIO – ÁREA TÉCNICO ADMINISTRATIVA - 2019 
“Amai a justiça, / vós que julgais a terra”. 
Considerando que esse pensamento é composto por dois segmentos (separados por uma 
barra inclinada), sobre a sua estrutura, é correto afirmar que: 
(A) o segundo segmento identifica a quem se refere o imperativo presente no primeiro 
segmento; 
(B) o segundo segmento mostra a causa da afirmação contida no primeiro segmento; 
(C) o segundo segmento explica o segmento anterior; 
(D) o primeiro segmento indica a condição de o segundo segmento ser realizado; 
(E) o primeiro segmento apresenta a consequência da ação presente no segundo. 
 
18. FGV – TJCE – TÉCNICO JUDICIÁRIO – ÁREA TÉCNICO ADMINISTRATIVA - 2019 
“Excesso de direito, excesso de injustiça”. 
A forma adequada de indicar-se de modo mais explícito a relação lógica desse pensamento 
é: 
(A) Se houver excesso de direito, haverá excesso de injustiça; 
 - 
 
 
18 Português com Lógica 
Apostila - Título da Aula 
(B) O excesso de direito é sempre seguido do excesso de injustiça; 
(C) Em havendo excesso de direito, desaparecerá o excesso de injustiça; 
(D) O excesso de direito ocorre em função do excesso de injustiça; 
(E) Quanto menor o excesso de direito, maior o excesso de injustiça. 
 
19. FGV – TJCE – TÉCNICO JUDICIÁRIO – ÁREA TÉCNICO ADMINISTRATIVA – 2019 
“Nunca serei juiz. Neste grande vale onde a espécie humana nasce, vive, morre, se 
reproduz, se cansa, e depois volta a morrer, sem saber como nem por quê, distingo 
apenas felizardos e desventurados”. 
Nessa frase do escritor italiano Ugo Foscolo, a função do segundo período é: 
(A) contradizer o primeiro; 
(B) explicar melhor o que é dito antes de forma vaga; 
(C) repetir o mesmo pensamento já dito; 
(D) justificar a declaração anterior; 
(E) argumentar contra o primeiro período. 
 
20. FGV – TJCE – TÉCNICO JUDICIÁRIO – ÁREA TÉCNICO ADMINISTRATIVA – 2019 
“Quando se julga por indução e sem o necessário conhecimento dos fatos, às vezes 
chega-se a ser injusto até mesmo com os malfeitores”. 
Indução é um processo lógico que parte do particular para o geral, como ocorre no 
seguinte raciocínio: 
(A) Todos os dias o metrô está cheio; hoje deve estar também; 
(B) Após as chuvas, as ruas ficam alagadas; hoje deve ter chovido durante toda a noite; 
(C) A torcida do Corinthians está presente em todos os jogos; domingo não deve ser 
diferente; 
(D) O estacionamento do restaurante está cheio de carros; o lucro desse restaurante deve 
ser alto; 
(E) Os carros brasileiros ainda mostram deficiências; o meu automóvel enguiçou ontem. 
 
21. FGV – TJCE – TÉCNICO JUDICIÁRIO – 2019 
Uma das leis da textualidade é a coerência; a frase abaixo em que a coerência está 
presente é: 
 - 
 
 
19 Português com Lógica 
Apostila - Título da Aula 
(A) Antes do Código Penal não existiam crimes; 
(B) As prisões ensinam a recuperação imoral a criminosos; 
(C) Desejo ser incluído fora desse julgamento; 
(D) Ter má fama quando morto não importa; 
(E) Passar muito tempo estudando é preguiça. 
 
22. FGV – TJCE – TÉCNICO JUDICIÁRIO – 2019 
“Em minha casa e em todo outro lugar aprende-se apenas com quem se ama”; nessa 
frase, o vocábulo de valor geral “lugar” substitui um vocábulo de valor específico “casa”. 
A mesma situação ocorre, respectivamente, com o seguinte par de palavras: 
(A) sala / cômodo; 
(B) luz / calor; 
(C) tangerina / mexerica; 
(D) tecnologia / computador; 
(E) líquido / refeição. 
 
23. FGV – PREFEITURA DE SALVADOR – PROFESSOR - PORTUGUÊS - 2019 
Das alternativas abaixo, aquela em que o termo destacado exemplifica o recurso de coesão 
referencial pronominal exofórica é: 
A Você não sabe o que é ter um amor. 
B A situação econômica do Brasil, hoje, está difícil. 
C Você tem amizade por João, mas ele não é seu amigo. 
D Aqui está fazendo muito frio! 
E Os estrangeiros são bem-vindos, mas eles devem trabalhar. 
 
24. CESPE – TJPR – SERVIDOR– 2019 
 
 - 
 
 
20 Português com Lógica 
Apostila - Título da Aula 
No primeiro parágrafo do texto 1A1-II, o trecho “Muitas vezes o mundo acaba em silêncio, 
ou fazendo um barulho leve de folha” (R. 4 e 5) constitui 
A uma afirmação que resume as ideias expressas no período seguinte. 
B uma condição para que ocorra o que é expresso no período seguinte. 
C uma informação que expressa a finalidade do que se afirma no período imediatamente 
anterior. 
D um fato que contraria a ideia expressa no período imediatamente anterior. 
E um argumento que reforça a informação expressa no período imediatamente anterior. 
 
25. CESPE – PGE – PE – ANALISTA JUDICIÁRIO DE PROCURADORIA – 2019 
 
 
Considerando os mecanismos de coesão e os sentidos do texto CB2A1-I, julgue o item 
seguinte. 
A expressão “tudo isso” (l.9) retoma, por coesão, todos os termos que a precedem no 
período. 
Certo 
Errado 
 
 
 
 
 
 
 
 - 
 
 
21 Português com Lógica 
Apostila - Título da Aula 
26. CESPE – SLU – DF – CONHECIMENTOS BÁSICOS – 2019 
 
A respeito dos sentidos e dos aspectos linguísticos do texto CB1A1-III, julgue o item 
subsecutivo. 
O deslocamento do termo “furiosa” (ℓ.8) para imediatamente após a forma verbal “levantou-
se” (ℓ.9) manteria a coerência do texto. 
Certo 
Errado 
 
27. CESPE – SEFAZ – RS – AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL – 2019 
 
 
No que concerne ao texto precedente, julgue o próximo item. 
 - 
 
 
22 Português com Lógica 
Apostila - Título da Aula 
A afirmação de que alguns nomes põem nos olhos de seus donos “um azul que não 
possuem” (ℓ. 4 e 5) contradiz a ideia de que os nomes definem não as qualidades reais de 
cada um, mas o modo como os outros o veem. 
Certo 
Errado 
 
28. CESPE – SEFAZ – RS – AUDITOR FISCAL DA RECEITA ESTADUAL – 2019 
 
Cada uma das opções a seguir apresenta trecho do texto 1A11-I seguido de uma proposta 
de reescrita. Assinale a opção cuja proposta preserva os sentidos do texto e suas relações 
coesivas. 
A “distante ano” (ℓ.2): ano distante 
B “desconhecido compositor” (ℓ.4): compositor desconhecido 
C “público refinado” (ℓ.7): refinado público 
D “músico menor” (ℓ.14): menor músico 
E “desprezo coletivo” (ℓ.12): coletivo desprezo 
 
 
 
 
 
 
 - 
 
 
23 Português com Lógica 
Apostila - Título da Aula 
 
 
 
 
 
Professora Adriana Figueiredo 
Professora Adriana Figueiredo 
professoraadrianafigueiredo 
www.adrianafigueiredocursos.com.br 
Capítulo 25 
(5ª edição)

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Materiais recentes

Perguntas Recentes