A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
apol - Arte e Cultura Popular - Eletiva

Pré-visualização | Página 1 de 3

Questão 1/10 - Arte e Cultura Popular - Eletiva
Leia o fragmento de texto a seguir:
“[A herança cultural] condiciona nossa visão de mundo, identificando-nos, por um lado, com aqueles que compartilham de nossos referenciais e, por outro, distanciando-nos de grupos com os quais não temos aparente afinidade”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: ZUCON, Otávio. BRAGA, Geslline. Introdução às culturas populares no Brasil. Curitiba: Intersaberes, 2013, p. 16.
Considerando o fragmento de texto e os conteúdos do livro-base Introdução às culturas populares no Brasil, sobre o etnocentrismo, é correto afirmar:
Nota: 10.0
	
	A
	É um sentimento de aceitação e respeito pelo diferente.
	
	B
	Quanto mais conhecemos diferentes culturas, mas etnocêntricos nos tornamos.
	
	C
	Etnocentrismo e relativismo cultural são conceitos sinônimos, pois ambos tratam de compreender a diversidade cultural.
	
	D
	Ocorre quando o grupo ao qual pertencemos (ou nós mesmos) entende a si próprio como o centro de tudo e enxerga o "outro" negativamente.
Você acertou!
Comentário: “Os indivíduos, em geral, têm uma profunda ligação com o meio no qual foram socializados” (...)“O etnocentrismo põe como central a forma como um indivíduo vê o mundo e é com base nessa perspectiva que esse indivíduo julga e enxerga as demais culturas. Isso cria conflitos e distanciamentos entre pessoas, grupos e classes sociais e faz com que determinados grupos se considerem 'melhores' e se sintam no direito de menosprezar o outro. Por exemplo, a noção de progresso é elaborada com base em referenciais que estabelecem um ponto a que todos os povos deveriam chegar, em termos de desenvolvimento econômico e intelectual" (Livro-base, p. 16).
	
	E
	É um sentimento que foi comum durante certos períodos históricos, mas que nos dias atuais é raro por conta da globalização.
Questão 2/10 - Arte e Cultura Popular - Eletiva
Atente para o trecho de texto:
“[...] noções de educação, estética, religiosidade, família e justiça são construídas em realidades distintas, de acordo com as perspectivas próprias de cada cultura.”
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: ZUCON, Otávio. BRAGA, Geslline. Introdução às culturas populares no Brasil. Curitiba: Intersaberes, 2013, p. 29.
Conforme o trecho de texto e o livro-base Introdução às culturas populares no Brasil é correto afirmar que o conceito de relativismo cultural:
Nota: 10.0
	
	A
	Implica em manter o distanciamento entre culturas distintas.
	
	B
	Favorece o preconceito com as diferentes formas de agir e de pensar.
	
	C
	Não tolera as diferenças.
	
	D
	Nos coloca diante do outro de forma a compreendê-lo.
Você acertou!
Comentário: “O conceito de relativismo cultural nos coloca diante do outro, de maneira que possamos perceber que seus princípios, por mais distantes que possam parecer, devem ser compreendidos em sua riqueza justamente por serem diferentes“ (Livro-base, p. 29).
	
	E
	Permite o julgamento de valor.
Questão 3/10 - Arte e Cultura Popular - Eletiva
Leia o fragmento de texto:
“Para alguns autores, a análise das sociedades humanas em sua diversidade pode também enfocar as relações entre antropologia e história”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: ZUCON, Otávio. BRAGA, Geslline. Introdução às culturas populares no Brasil. Curitiba: Intersaberes, 2013, p. 13.
Com base no fragmento de texto e no livro Introdução às culturas populares no Brasil, sobre a obra Casa-Grande e Senzala, escrita por Gilberto Freyre em 1933, analise as afirmativas a seguir e assinale a alternativa correta:
Nota: 10.0
	
	A
	A obra chega à conclusão de que foi positiva para a economia brasileira a exploração, por meio da escravidão, de negros e indígenas.
	
	B
	A obra indica que a miscigenação atrapalhou a construção da cultura brasileira.
	
	C
	Apresenta uma análise  do processo de colonização de nosso país, problematizando as relações entre as culturas indígenas, europeias e africanas.
Você acertou!
Comentário: “Para alguns autores, a análise das sociedades humanas em sua diversidade pode também enfocar as relações entre antropologia e história. Um estudo clássico nessa direção é Casa-grande e senzala, livro escrito por Gilberto Freyre em 1933. Esse autor, ao tentar compreender a formação da sociedade brasileira, analisou o processo de colonização de nosso país, problematizando as relações entre as culturas indígenas, europeias e africanas – e as heranças resultantes dessa mistura – à luz das abordagens histórica e antropológica”. Nesse sentido, a cultura estabeleceria vínculos com a dinâmica das sociedades, com base em suas transformações no tempo e nos contatos com o outros (Livro-base, p. 13).
	
	D
	A obra direciona para a necessidade de um resgate da cultura europeia.
	
	E
	A obra não é útil atualmente, pois analisa um período muito antigo da cultura brasileira.
Questão 4/10 - Arte e Cultura Popular - Eletiva
Leia a citação abaixo:
“Com o desenvolvimento das pesquisas de campo, a antropologia ficou conhecida como a ciência da alteridade por excelência”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: ZUCON, Otávio. BRAGA, Geslline. Introdução às culturas populares no Brasil. Curitiba: Intersaberes, 2013, p. 20.
Conforme a citação e os conteúdos do livro-base Introdução às culturas populares no Brasil, sobre o significado de “alteridade”, assinale a alternativa correta:  
Nota: 10.0
	
	A
	As teorias evolucionistas são o princípio orientador da alteridade.
	
	B
	O pesquisador não precisa se esforçar para compreender outras sociedades sem julgá-las, pois este sentimento já é natural.
	
	C
	São nossos próprios referenciais culturais que devem servir de parâmetro para exercermos a alteridade e julgarmos as outras sociedades.
	
	D
	A alteridade significa olhar para o outro e ensinar a ele todas as formas de se apropriar da nossa cultura.
	
	E
	Alteridade significa colocar-se no lugar do outro e, assim, compreendê-lo em suas particularidades.
Você acertou!
Comentário: “Alteridade significa colocar-se no lugar do outro e, assim, compreendê-lo em suas particularidades; é ver a si mesmo e compreender determinados aspectos de sua própria cultura como únicos. Assim, ao deixar de lado o etnocentrismo das teorias evolucionistas, o pesquisador deve se esforçar para entender a natureza, a dinâmica, os porquês das sociedades, sem avaliá-las ou julgá-las por seus próprios referenciais” (Livro-base, p. 20).
 
Questão 5/10 - Arte e Cultura Popular - Eletiva
Considere o trecho de texto:
"Em função de os índios (nomenclatura dada pelos europeus) não compartilharem da religiosidade cristã, não falarem uma língua inteligível, comerem carne crua, não terem leis escritas, andarem nus, entre outras características culturais, receberam a alcunha de 'selvagens'".
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: ZUCON, Otávio. BRAGA, Geslline. Introdução às culturas populares no Brasil. Curitiba: Intersaberes, 2013, p. 17.
De acordo com o trecho de texto e com o livro-base Introdução às culturas populares no Brasil, acerca do evolucionismo, é correto afirmar que:
Nota: 10.0
	
	A
	O evolucionismo é uma teoria que serve, na contemporaneidade, para mostrar quais povos são evoluídos e quais são atrasados.
	
	B
	O evolucionismo foi utilizado como justificativa para a escravidão e o colonialismo, já que as culturas tribais eram vistas como "primitivas", "inferiores".
Você acertou!
Comentário: "As populações anteriormente consideradas 'selvagens' passariam ao estatuto de 'primitivas', o que significava dizer que representariam uma fase anterior do desenvolvimento cultural da espécie humana, como se ainda não tivessem passado ao estado de 'civilizados'. Ainda no século XIX, os primeiros antropólogos foram diretamente influenciados por essas concepções, que estabeleciam determinada escala de desenvolvimento entre as sociedades. Embora o esforço