A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
ESTUDOS DISCIPLINARES VII - QUESTIONÁRIO UNIDADE I

Pré-visualização | Página 5 de 5

de usuários de internet. 
III. Entre as pessoas com nível fundamental completo, o número de usuários de internet é similar ao de não
usuários. 
É correto o que se arma apenas em:
III.
II e III.
0,5 em 0,5 pontos
01/09/2020 Revisar envio do teste: QUESTIONÁRIO UNIDADE I – 6599-15...
https://ava.ead.unip.br/webapps/assessment/review/review.jsp?attempt_id=_43257746_1&course_id=_105141_1&content_id=_1423089_1&re… 10/11
b. 
c. 
d. 
e. 
Feedback
da
resposta:
III.
I.
II.
I e III.
Resposta: B 
Análise das armativas. I – Armativa incorreta. JUSTIFICATIVA. Pelo primeiro gráco, vemos que
os maiores percentuais de pessoas que não usam internet estão nas regiões Norte (55%) e Nordeste
(58%). II – Armativa incorreta. JUSTIFICATIVA. Em 2014, o percentual de pessoas que não usavam
internet na região Nordeste era de 58%. Para analisarmos corretamente a armativa, precisamos car
atentos aos seguintes fatos: o primeiro gráco apresenta valores percentuais; há grandes diferenças
nos números de habitantes, por exemplo, do Nordeste e do Norte. Assim, embora o menor percentual
de usuários de internet esteja no Nordeste, o Norte, por exemplo, apresenta menor número absoluto
de usuários de internet do que o Nordeste (visto que a população da região Norte é signicativamente
inferior à população da região Nordeste). III – Armativa correta. JUSTIFICATIVA. Pelo segundo
gráco, que mostra o número de usuários de internet por grau de instrução, vemos que, entre as
pessoas com nível fundamental completo, as alturas da barra cinza (“não usam internet”) e da barra
preta (“usam internet”) são praticamente iguais.
Pergunta 10
Resposta Selecionada: a. 
Respostas: a. 
b. 
Observe o gráco sobre a taxa de homicídios de mulheres nos estados brasileiros. Note que "BR" foi usada
como sigla para Brasil e que as outras siglas se referem aos estados brasileiros.
 Taxa de homicídios de mulheres (por 100 mil) por estado. Brasil, 2006 e 2013.
 
Mapa da Violência 2015. Homicídios de Mulheres no Brasil. Disponível em <http://www.mapadaviolencia.org.br/pdf
2015/MapaViolencia_2015_mulheres.pdf>. Acesso em 15 jun. 2016.
Analise as armativas, de acordo com os dados do gráco. 
I. As taxas de homicídios de mulheres em São Paulo, em 2006 e em 2013, foram menores do que a taxa brasileira. 
II. O aumento da taxa de homicídios de mulheres em estados brasileiros, no período de 2006 a 2013, deve-se
principalmente ao crescimento da população brasileira.
III. O estado que teve mais mulheres assassinadas em 2013 foi Roraima.
IV. Em 2006, houve mais mulheres assassinadas no Espírito Santo do que no Rio de Janeiro.
Está correto o que se arma somente em: 
I.
I.
II e IV.
0,5 em 0,5 pontos
01/09/2020 Revisar envio do teste: QUESTIONÁRIO UNIDADE I – 6599-15...
https://ava.ead.unip.br/webapps/assessment/review/review.jsp?attempt_id=_43257746_1&course_id=_105141_1&content_id=_1423089_1&ret… 11/11
Terça-feira, 1 de Setembro de 2020 17h13min10s GMT-03:00
c. 
d. 
e. 
Feedback
da
resposta:
III e IV.
I e IV.
I, III e IV.
Resposta: A
Análise das armativas. I – Armativa correta. JUSTIFICATIVA. Pela leitura do gráco, temos o que
segue: Taxa de homicídios de mulheres em SP em 2006: 3,8 por 100 mil habitantes. Taxa de
homicídios de mulheres no Brasil em 2006: 4,2 por 100 mil habitantes. Taxa de homicídios de
mulheres em SP em 2013: 2,9 por 100 mil habitantes. Taxa de homicídios de mulheres no Brasil em
2013: 4,8 por 100 mil habitantes. Concluímos que as taxas de homicídios de mulheres em São Paulo,
em 2006 e em 2013, foram menores do que as taxas brasileiras nesses períodos. II – Armativa
incorreta. JUSTIFICATIVA. Vejamos um exemplo: em Roraima, a taxa de homicídios de mulheres
passou de 6,6 por 100 mil habitantes (em 2006) para 15,3 por 100 mil habitantes (em 2013). Ou seja,
essa taxa mais do que duplicou de 2006 para 2013, o que não aconteceu com a população brasileira.
III – Armativa incorreta. JUSTIFICATIVA. Embora Roraima tenha apresentado a maior taxa de
homicídios de mulheres por 100 mil habitantes em 2013, não foi o estado que teve mais mulheres
assassinadas em 2013, pois Roraima é o estado menos populoso do Brasil, com cerca de 500.000
habitantes. IV – Armativa incorreta. JUSTIFICATIVA. Pela leitura do gráco, temos o que segue: Taxa
de homicídios de mulheres no Espírito Santo em 2006: 10,5 por 100.000 habitantes. Taxa de
homicídios de mulheres no Rio de Janeiro em 2006: 6,2 por 100.000 habitantes. As populações, em
valores aproximados, desses dois estados em 2006 eram as que seguem: População aproximada do
Espírito Santo em 2006: 3.500.000 de habitantes. População aproximada do Rio de Janeiro em 2006:
16.000.000 habitantes. Para sabermos qual é o número N (aproximado) de mulheres assassinadas no
Espírito Santo em 2006, fazemos a seguinte “regra de três”:
Isso é lido como “10,5 está para 100.000 assim como N está para 3.500.000”. Na “regra de três”,
multiplicamos “em cruz” os elementos diagonais do quadrado acima. Ou seja:
Logo, no Espírito Santo, houve cerca de 368 mulheres assassinadas em 2006. Para sabermos qual é o
número N (aproximado) de mulheres assassinadas no Rio de Janeiro em 2006, fazemos a seguinte
“regra de três”:
Isso é lido como “6,2 está para 100.000 assim como N está para 16.000.000”. Na “regra de três”,
multiplicamos “em cruz” os elementos diagonais do quadrado acima. Ou seja:
Logo, no Rio de Janeiro, houve cerca de 992 mulheres assassinadas em 2006. Concluímos que, em
2006, houve mais mulheres assassinadas no Rio de Janeiro do que no Espírito Santo.
← OK
	Página 1
	Página 2
	Página 3
	Página 4
	Página 5
	Página 6
	Página 7
	Página 8
	Página 9
	Página 10
	Página 11