A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Atividade de Aprofundamento de Conceitos

Pré-visualização | Página 1 de 1

Nome:	 Luiza Ferreira da Silva	 Número:	25
Professor:	Renato Ribeiro 	 Turma:	1°D – AI
Disciplina:	História	 Data:	05/11/2020
ATIVIDADE PARA 4º BIMESTRE – 1º ANO – HISTÓRIA- Atividade de Aprofundamento de Conceitos
1. DEFINA MERCANTILISMO E SUA FINALIDADE.
O mercantilismo foi o conjunto de práticas adotadas pela Europa no período das grandes navegações, é importante ressaltar que muitas dessas práticas foram aplicadas pelos portugueses durante a colonização no Brasil.
Essas práticas econômicas eram voltadas a serviço do estado absolutista, e tinham como suas principais características o metalismo, ou seja, o acúmulo de riquezas através dos metais preciosos, obtidos pela exportação ou exploração de uma colônia.
O estado intervém na economia, com o protecionismo alfandegário, aumentando as taxas de importação, assim voltando para a balança comercial favorável. Isso se deve a ter mais exportados do que importados.
O colonialismo também possibilita esse acúmulo de metais, onde a colônia produz de acordo com as necessidades da metrópole, sendo explorada sem o seu consentimento.
A metrópole também consegue acumular riquezas através do monopólio comercial, onde só a metrópole pode vender e comprar da colônia, sua economia deve ser complementar e não deve competir com a metrópole.
A colônia consume os produtos manufaturados da metrópole.
a) DEFINA METALISMO.
O metalismo era a principal prática do mercantilismo, onde era visado o acúmulo de riquezas através dos metais preciosos obtidos pela exportação ou exploração de uma colônia.
b) PORQUE O METALISMO FOI UMA ALTERAÇÃO PROFUNDA NA CONCEPÇÃO DE PODER ECONÔMICO EM RELAÇÃO Á SIMPLES POSSE DE TERRAS.
O mercantilismo teve profundas mudanças significativas com a modificação da ideia de poder econômico pela posse de terras, pois agora, a economia era voltada no acúmulo de metais preciosos, o que significava riqueza, e a posse de terras já não estava mais em vigor.
1. DEFINA B.C.F. E PORQUE ESTA MAXIMA MERCANTILISTA FACILITAVA O METALISMO.
A B.C.F. significa Balança Comercial Favorável, onde deve-se exportar mais do que importar, ou seja, vender mais do que comprar.
Isso facilitou o mercantilismo (que era o acúmulo de metais preciosos) por que quando sai um produto (exportação) entra o metal precioso na forma de moeda, quanto mais ele exportava mais metal ele acumulava.
1. DEFINA O PROTECIONISMO ALFANDEGÁRIO E RELACIONE-O COM O MERCANTILISMO.
Quando a balança comercial está desfavorável o estado intervém na economia para equilibrar a relação de exportação e importação.
Para isso, ele protege a economia na alfândega, onde acontece a tributação dos produtos importados. O governo então aumenta as taxas de importação para reduzir o número das importações que antes estavam muito altos.
Com isso, o protecionismo alfandegário consegue recuperar a balança comercial favorável, voltando as práticas mercantilistas.
1. PORQUE A ADOÇÃO DAS TESES MERCANTILISTAS CRIOU UMA CRISE NA EUROPA.
A adoção das teses mercantilistas criou uma crise na Europa por que com muitos países querendo vender demais e comprar de menos não tinha quem comprar os produtos, pois todos queriam exportar para acumular metais preciosos.
Com as taxas alfandegárias de importação para impedir ou dificultar e tornar mais caro esses produtos importados a economia foi entrando em crise.
1. O QUE FOI O COLONIALISMO E PORQUE ERA FUNDAMENTAL PARA A SUPERAÇÃO DA CRISE MERCANTILISTA.
O colonialismo é uma prática na qual um território é explorado, onde está sob domínio da metrópole.
A colônia produz o que a metrópole demanda, cessando suas necessidades.
A saída para a crise mercantilista foi encontrar locais com pouco avanço técnico para que se tornassem consumidores dos produtos manufaturados da Europa, para superar a crise colonial os portugueses que estavam aqui no Brasil compravam da coroa portuguesa todo tipo de produto a fim de produzir lucros que beneficiassem Portugal, pois antes as manufaturas eram proibidas de serem feitas no Brasil.
1. QUAIS AS CONSEQUENCIAS DESTA VISÃO COLONIALISTA ATÉ HOJE, SOBRE O NOSSO PAÍS?
As consequências dessa visão colonialista são refletidas até hoje em forma de racismo.
Naquela época, a igreja acreditava que os índios estariam mais propensos a compreensão de um Deus verdadeiro como o cristão, para eles era mais fácil alguém que era panteísta, que não tinha uma crença fechada em um único Deus, como o caso dos povos africanos, os índios poderiam ser convertidos.
A igreja também acreditava que a cor do africano evidenciava a sua condição de marcado por Deus, marca essa que não foi apagada pela Lei Áurea e que se mantém até os dias atuais passado de geração em geração, mantendo um preconceito contra as religiões de matriz africana.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.