A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO

Pré-visualização | Página 1 de 1

13/11/2020 Estácio: Alunos
https://simulado.estacio.br/alunos/ 1/3
 
 
Disc.: INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO 
Aluno(a): MARLUCIA ZILMARA FERREIRA CHAGAS Matríc.: 202008164583
Acertos: 0,3 de 0,5 13/11/2020 (Finaliz.)
Acerto: 0,0 / 0,1
São finalidades do Direito:
figuração social, suscitação de conflitos, promoção da ordem, segurança e justiça.
controle social, prevenção e composição de conflitos, remoção da ordem, esperança e justiça.
figuração social, suscitação de conflitos, promoção da ordem, esperança e justiça.
 controle social, prevenção e composição de conflitos, promoção da ordem, segurança e justiça.
 controle social, suscitação de conflitos, promoção da ordem, segurança e justiça.
Respondido em 13/11/2020 08:44:58
 
 
Compare com a sua resposta: SUGESTAO DE GABARITO - . Fazendo uma interpretação gramatical ou literal da norma, a
resposta seria: não tem direito. Mas, para uma aplicação justa, deveria ser feita uma interpretação teleológica da norma,
já que a Lei nº 8.009/90 destina-se a proteger a pessoa, independentemente de ser casada, viúva, desquitada ou
divorciada, pois o sentido social da norma busca garantir a moradia aos indivíduos que vivem no seio de uma entidade
familiar bem como à pessoa que reside só.
Acerto: 0,0 / 0,1
Na concepção Kelseniana, o conceito de norma jurídica representa:
 A impossibilidade de produção do Direito fora do âmbito do Estado, posto que a norma é sempre o resultado da
produção estatal.
O âmbito na Psicologia forense.
 O resultado da relação entre o direito e a moral.
O padrão religioso que rege determinada sociedade.
O campo filosófico do direito.
Respondido em 13/11/2020 08:50:24
 
 
Compare com a sua resposta: A) prevenir ou evitar conflitos; B) compor ou resolver conflitos; C) organizar a vida em
sociedade; D) Legitimar os Poderes do Estado.
Acerto: 0,1 / 0,1
 Questão1
 Questão2
 Questão
3
https://simulado.estacio.br/alunos/inicio.asp
javascript:voltar();
13/11/2020 Estácio: Alunos
https://simulado.estacio.br/alunos/ 2/3
Ao lado da ciência jurídica propriamente dita, há um conjunto de outras ciências que costumam ser utilizadas para se
buscar uma melhor compreensão do fenômeno jurídico. Uma delas, por exemplo, privilegia o estudo do fenômeno
jurídico no passado, de modo a compreender as suas peculiaridades e, eventualmente, as origens da experiência jurídica
do presente. Trata-se da
Antropologia jurídica.
Filosofia do Direito.
Psicologia jurídica.
Sociologia jurídica.
 História do direito.
Respondido em 13/11/2020 08:52:08
 
 
Compare com a sua resposta: Orientar a elaboração, interpretação de aplicação das leis.
Acerto: 0,1 / 0,1
Sobre a Teoria Pura do Direito, assinale a alternativa CORRETA:
Formulada pelo jurista austríaco Hans Kelsen, autor positivista do direito, a Teoria Pura reduz a expressão do
direito a um só elemento: a norma jurídica.
As normas jurídicas formariam uma pirâmide apoiada em seu vértice. A graduação é a seguinte: Constituição,
lei, sentença e atos de execução ou atos normativos.
 Todas estão corretas
Hans Kelsen adotou uma ideologia essencialmente positivista no setor jurídico, desprezando os juízos de valor,
rejeitando a idéia do Direito Natural, combatendo a metafísica.
A ordem jurídica, para Kelsen, formaria uma pirâmide normativa hierarquizada, onde cada norma se
fundamentaria em outra e a chamada Norma Fundamental seria aquela que legitimaria toda a estrutura
normativa.
Respondido em 13/11/2020 08:56:17
 
 
Compare com a sua resposta: a. A psicologia poderia auxiliar o direito, pois o conhecimento técnico desta ciência poderia
indicar qual dos genitores teria melhores condições psíquicas de exercer os poderes inerentes à a guarda de um menor.
b. Conforme estudado em sala de aula, a filosofia, a história, a psicologia e a sociologia tem relação direta com o direito.
Acerto: 0,1 / 0,1
Muito embora as diversas concepções sobre o Direito Natural, surgidas ao longo do tempo, sejam bastante diferentes
entre si no que tange ao conteúdo, em alguns casos até incompatíveis, há alguns traços fundamentais que contribuem
para que todas sejam genericamente referidas como jusnaturalistas:
o Direito por excelência é o revelado pelas leis, que são normas gerais escritas emanadas pelo Estado,
constitutivas de direito e instauradoras de faculdades e obrigações, sendo o Direito um sistema de conceitos bem
articulados e coerentes, não apresentando senão lacunas aparentes.
Consideram a existência de lacunas no direito positivo, exatamente porque uma eventual insuficiência da lei em
dar conta de algum caso concreto colocaria em xeque o dogma da completude da ordem jurídica.
Defendem o estabelecimento de uma articulação entre conceitos jurídicos (ou regras, no caso do Código), de
modo que não existam contradições entre os diversos comandos jurídicos, havendo entre eles uma interação
harmônica.
 Todas conduzem a juízos de valor sobre o Direito: isto corresponde a dizer que toda concepção jusnaturalista,
independentemente de sua essência, tem como pressuposto uma leitura moral a respeito do direito, com base
em valores previamente estabelecidos
Todas consideram que tendo em vista que apenas são fontes de direito as leis criadas pelo Estado, a partir do
Poder Legislativo, são a única fonte do direito, tem-se aí a base dos conceitos de direito objetivo e direito
subjetivo,
Respondido em 13/11/2020 08:56:47
 
 
Compare com a sua resposta: - impedir o conflito entre as leis; - evitar a invasão de competência legislativa; -Impedir a
 Questão4
 Questão5
13/11/2020 Estácio: Alunos
https://simulado.estacio.br/alunos/ 3/3
aplicação, por parte do juiz, de norma hierarquicamente inferior quando houver no ordenamento norma
hierarquicamente superior;
javascript:abre_colabore('36771','213365260','4308618595');