A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
12 pág.
Prova_305_004_Arquiteto

Pré-visualização | Página 3 de 5

III.
25.	 Correspondem a elementos utilizados na arquitetura grega do 
período clássico:
(A) arcadas e pórticos da ordem arquitetônica coríntia.
(B) pórticos das ordens arquitetônicas coríntia e compósita.
(C) arcadas e pórticos da ordem arquitetônica dórica.
(D) pórticos das ordens arquitetônicas jônica e coríntia. 
(E) pórticos das ordens arquitetônicas dórica e compósita.
26.	 Poderão ser objeto de tombamento
(A) bens materiais e imateriais cuja conservação seja de 
interesse público.
(B) bens móveis e imóveis cuja conservação seja de interesse 
público.
(C) saberes e bens móveis e imóveis cuja conservação seja 
de interesse público.
(D) bens materiais e imateriais cuja preservação atenda ao 
interesse público ou seja requerida pelos compromissos 
internacionais do País.
(E) saberes e bens móveis e imóveis cuja preservação atenda 
ao interesse público ou seja requerida pelos compromis-
sos internacionais do País.
27.	 Um edifício de propriedade particular foi tombado integral-
mente devido ao seu interesse histórico. Discutem-se agora 
as possibilidades de aproveitamento do edifício tombado, 
devendo ser considerado que o uso de um imóvel protegido
(A) não favorece sua conservação, devendo esse uso ser 
minimizado e restrito.
(B) deve limitar-se a destinações públicas, devendo a visita-
ção ser monitorada.
(C) deve limitar-se a destinações públicas ou privadas que 
permitam a visitação.
(D) não pode alterar a disposição ou a decoração do edifício.
(E) é de livre decisão do proprietário, respeitada a volumetria 
do edifício.
28.	 Considere as afirmações a seguir, referentes aos preceitos 
aplicáveis a intervenções em monumentos de interesse his-
tórico e seu restauro ou restauração.
 I. A restauração deve ter caráter excepcional, com o objetivo 
de conservar e revelar os valores estéticos e históricos 
do monumento e fundamenta-se no respeito ao material 
original e aos documentos autênticos.
 II. Todo trabalho complementar reconhecido como indis-
pensável por razões estéticas ou técnicas destacar-se-á 
da composição arquitetônica e deverá ostentar a marca 
do nosso tempo.
 III. É vedado o emprego de técnicas modernas de conservação 
ou construção.
 IV. A unidade de estilo é a finalidade a alcançar no curso de 
uma restauração, devendo-se eliminar os acréscimos mais 
recentes e recuperar o núcleo mais antigo do monumento.
É correto somente o que se afirma em
(A) II.
(B) I e II.
(C) I e III.
(D) II e IV.
(E) I, II e IV.
29.	 Um estudo desenvolvido por órgão de preservação do patri-
mônio concluiu pelo tombamento, em função de seu elevado 
interesse histórico, de um conjunto de ruínas. Esse conjunto 
apresenta comprometimento estrutural e processos de dete-
rioração acelerados, tendendo a comprometer a segurança 
de eventuais visitantes, e está situado em área abandonada 
e tomada por vegetação invasora arbustiva. As medidas de 
preservação recomendadas ao caso são
(A) limitadas à limpeza do terreno, cercamento e abertura à 
visitação pública monitorada.
(B) o fechamento completo do sítio histórico, bem como a 
preservação da vegetação existente, que será também 
abrangida pelo processo de tombamento.
(C) assegurar sua manutenção e tomar as medidas necessá-
rias à conservação e proteção permanente dos elementos 
arquitetônicos.
(D) a reconstrução integral do monumento anteriormente 
existente, utilizando-se iconografia de época, podendo- 
-se utilizar técnicas modernas, desde que se preserve 
a aparência original.
(E) a reconstrução integral do monumento anteriormente 
existente, utilizando-se iconografia de época e materiais e 
técnicas originalmente empregados, mediante cuidadosa 
prospecção dos remanescentes construídos.
www.pciconcursos.com.br
8FMSC1101/004-Arquiteto
30.	 Um casario formado por edificações térreas habitadas por 
famílias de baixa renda, situado junto a uma área valori-
zada de determinada cidade, será tombado por interesse 
histórico, dentro de um processo mais amplo de renovação 
urbana do bairro. A legislação urbanística atual confere 
coeficiente 2,5 aos terrenos onde se situam as edificações 
em processo de tombamento. A prefeitura, responsável pelo 
tombamento, tem dois objetivos dentro do processo: o pri-
meiro, de compensar economicamente os proprietários dos 
imóveis tombados, e o segundo, de evitar a gentrificação 
da vizinhança em função da renovação urbana – isto é, a 
substituição da população de baixa renda por outra, de maior 
poder aquisitivo, devido à valorização do imóvel decorrente 
das melhorias produzidas. É adequada aos dois objetivos, 
respectivamente, a aplicação dos instrumentos:
(A) instituição de zona especial de preservação ambiental e 
outorga onerosa do direito de construir.
(B) transferência do direito de construir e instituição de zona 
especial de interesse social.
(C) instituição de zonas especiais de preservação ambiental 
e de interesse social.
(D) transferência do direito de construir e remoção indenizada 
das famílias.
(E) instituição de zona especial de interesse social e outorga 
gratuita do direito de construir.
31.	 Como parte de operação urbana consorciada promovida por 
uma prefeitura, pretende-se obter recursos para recuperação 
de imóveis tombados dentro do perímetro da operação. Para 
finalidades como essa, o Estatuto da Cidade define novos 
instrumentos como
(A) a outorga onerosa de potencial adicional construído e a 
outorga onerosa de alteração de uso.
(B) o imposto predial e territorial progressivo no tempo e as 
compensações ambientais dos empreendimentos.
(C) a concessão do direito real de uso e o imposto predial e 
territorial progressivo no tempo.
(D) a outorga onerosa de potencial adicional construído e as 
compensações ambientais dos empreendimentos.
(E) a outorga onerosa de alteração de uso e a concessão do 
direito real de uso.
32.	 Uma obra pública de edificação, no valor aproximado de 
R$ 1 milhão, será contratada mediante licitação pública, pelo 
critério de menor preço. Há uma preocupação de se garantir 
a assinatura do contrato e o início das obras no menor prazo 
possível, dentro das condições legais. Considerem-se as 
afirmações a seguir.
 I. A concepção da edificação deverá ser desenvolvida pelo 
menos até o nível de projeto básico.
 II. Os projetos deverão ser especificados em detalhe, cons-
tando dos memoriais descritivos os códigos, os padrões 
de acabamento e as marcas comerciais de produtos de 
modo a assegurar a qualidade final da obra.
 III. A licitação deverá ocorrer na modalidade de tomada de 
preços.
É correto o que se afirma em
(A) I, somente.
(B) I e II, somente.
(C) I e III, somente.
(D) II e III, somente.
(E) I, II e III.
33.	 A reforma de um edifício público foi contratada conforme 
orçamento elaborado nos termos da legislação de licitações. 
Com o início dos trabalhos, verificou-se que as obras neces-
sárias para se atingir o resultado originalmente pretendido 
no projeto de reforma serão significativamente maiores. A 
legislação de licitações prevê, nesse caso, que o valor do 
contrato possa ser aditado pela administração pública, sem 
necessidade de concordância por parte da contratada, até o 
limite de
(A) 5%.
(B) 15%.
(C) 25%.
(D) 50%.
(E) 100%.
www.pciconcursos.com.br
9 FMSC1101/004-Arquiteto
As questões de números 34 e 35 referem-se à situação descrita 
a seguir.
Uma obra de restauro foi programada para ser desenvolvida 
segundo o quadro a seguir. Os recursos destinados a cada item 
serão distribuídos igualmente pelos meses em que o serviço for 
executado. O prazo total dos serviços é de 10 meses, e a progra-
mação de obras tinha como meta executar o equivalente a 50% 
dos desembolsos totais até o final do quinto mês.
Quadro de programação inicial da obra
item total meses
Serviços preliminares 10.000,00 1.º
Reparos na cobertura 40.000,00 1.º e 2.º
Demolições internas 20.000,00 1.º e 2.º
Substituição de esquadrias 40.000,00 3.º ao 6.º
Restauro 320.000,00 3.º ao 10.º
Serviços finais 10.000,00 10.º
Total 440.000,00 
A

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.