A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
paper_-_a_importancia_dos_epis

Pré-visualização | Página 1 de 2

A IMPORTÂNCIA DOS EPI’S
THE IMPORTANCE OF PPE’S
Centro Universitário Leonardo da Vinci - Grupo Uniasselvi
Segurança do Trabalho (SEG0689) - Introdução a Pesquisa
05/12/19
Fabio Hubel[footnoteRef:0] [0: Jaraguá do Sul.] 
Gabriel Julio Pereira[footnoteRef:1] [1: 05 de Dezembro de 2019.] 
Laércio Martiniacki de Lima[footnoteRef:2] [2: Uniasselvi - Guaramirim.] 
Resumo
Neste trabalho temos como ideologia mostrar a importância dos Equipamentos de Proteção Individuais (EPI’s),em sua área de abrangência. Assim como o tema foram iniciados as pesquisas em artigos contendo citações que demonstram o quão importante é o uso de EPIs para o trabalhador, sendo que, o real motivo para a escolha deste tema é de que a conscientização do uso correto e obrigatório dos EPIs é realmente necessária dentro dos ambientes de trabalho nos dias de hoje. Abordamos também o fato de que cada EPIs tem seu devido uso em sua devida função assim com a eventualidade de prevenir acidentes e proteger a integridade física dos trabalhadores.
Palavras Chave:
Importância; Equipamento; Prevenção; Acidentes; Integridade.
Abstract
In this paper we have as ideology to show the importance of Personal Protective Equipment (PPE), in its area of ​​coverage. Just as the theme was started research in articles containing citations that demonstrate how important is the use of PPE for the worker, and the real reason for choosing this theme is that awareness of the correct and mandatory use of PPE is really needed within work environments these days. We also address the fact that each PPE has its proper use in its proper function as well as the possibility of preventing accidents and protecting the physical integrity of workers.
Keywords:
Importance; Equipment; Prevention; Accidents; Integrity
INTRODUÇÃO
Conforme a NR-06 Equipamento de Proteção Individual (EPI), é definido como todo dispositivo ou produto utilizado pelo trabalhador, com objetivo de proteger dos possíveis riscos que o trabalho possa oferecer. Aparentemente todas as atividades que possam causar algum tipo de risco ou dano físico a um trabalhador devem ser executadas com auxílio de EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual) sendo eles óculos, luvas, máscaras, capacetes, botas, cinto de segurança entre outros equipamentos. Alguns acessórios são indispensáveis em obras, indústrias até mesmo em cozinhas de restaurantes do mais básico ao mais luxuoso (BRASIL, 1978). 
	Sendo assim no Brasil é de responsabilidade da empresa fornecer EPI para os colaboradores, conforme apresenta o Art. 166
Art. 166 - A empresa é obrigada a fornecer aos empregados, gratuitamente, equipamento de proteção individual adequado ao risco e em perfeito estado de conservação e funcionamento, sempre que as medidas de ordem geral não ofereçam completa proteção contra os riscos de acidentes e danos à saúde dos empregados. CLT - Lei Nº 6.514, de 22 de janeiro de 1977.
O incentivo a utilização correta do EPI ao trabalhador é considerada uma prevenção a saúde do colaborador, visto que os acidentes de trabalho são considerados um dos maiores desafios para a saúde do trabalhador, atualmente e no futuro (CISZ, 2015). 
Diante deste contexto o presente trabalho tem como objetivo principal apresentar a importância da utilização de EPI’s no ambiente de trabalho. 
METODOLOGIA
	Iniciamos a pesquisa de forma que o objetivo fosse lidar com os Equipamentos de Proteção Individual em um geral para que haja uma maior conscientização do mercado de trabalho sobre a importância do mesmo. Assim lidando diretamente com este fator as pesquisas foram voltadas inicialmente a validade dos EPI’s, até que certo ponto podem ser usados, assim tendo que fazer a troca por novos equipamentos então chegamos ao desenvolvimento de uma tabela da forma que a mesma fosse composta por uma série de equipamentos, os mais comuns, com suas prováveis durações e validades.
Como forma de pesquisa foram efetuadas buscas no Google Scholar aonde o objetivo era encontrar artigos com informações compatíveis e correspondentes as nossas dúvidas e atendendo aos nossos requisitos também feito buscas nos livros disponíveis na biblioteca online no portal do aluno da Uniasselvi.
Embora o grupo tenha apresentado certa dificuldade na execução do trabalho de forma totalmente online, utilizando o compartilhamento de documentos na nuvem via do Google Docs onde os integrantes do grupo teriam acesso ao arquivo do paper a qualquer momento, tudo ocorreu dentro do esperado e a pesquisa foi concluída. Fizemos também questão de buscarmos por EPI’s pois todo digníssimo funcionário tem no mínimo contato com um EPI ou EPC (Equipamento de Proteção Compartilhado) para verificar a integridade do mesmo e a partir daí afirmar as questões apontadas em teoria.
2 O USO DE EPI’S NA INDÚSTRIA METALÚRGICA
Na indústria metalúrgica, os mais comuns são: físicos como incêndios e temperaturas altas, além de estar exposto a ruídos intensos e as grandes chances de desenvolver problemas respiratórios e na própria pele ou intoxicação por inalação de fumaças ou vapores ou mau uso de ferramentas e de equipamentos.
 2.1 MACACÃO ANTICHAMAS COM MANGA LONGA 
Roupa desenvolvida especificamente para proteger o colaborador de contaminações quando exposto a materiais, quando trabalha em tubulações de saneamento, seja urbano, pecuário, referente a produtos químicos industriais, tanques de empresas de limpa fossa entre outras.
Mesmo com o EPI, a empresa necessita de um sistema de segurança adequado conforme a legislação. Preferencialmente deve ter o colarinho, as mangas e com punhos fechados corretamente. As exposições variam de função para função, mas na maioria das vezes agregam outros equipamentos de proteção e nenhum deles protege em casos de descargas elétricas, ou ondas de choque físico.
Uma das grandes vantagens é a vida útil, quando respeitados os cuidados de higienização e a inspeção do zíper, das costuras, do botão e do velcro, e reparar possíveis danos antes do uso. Comprovada a proteção do tronco, os membros, protege de agentes térmicos e de fogo repentino.
2.2 LUVAS DE PROTEÇÃO 
 	Geralmente é uma luva térmica, com a intenção de proteger o usuário de exposição a altas temperaturas proveniente de soldas, composta de material flexível com a intenção de facilitar o manuseio de materiais pequenos como acionar botões de emergência e controles de pontes rolantes e etc. As luvas de Látex são para proteção ao manuseio de produtos químicos como quiboa, querosene e solventes diversos, tintas e etc.
 2.3 CAPACETE 
 	Proteção em situações em altura, ou manuseio de equipamentos em pontes rolantes ou grande fluxo de empilhadeiras, nas cargas e descargas de materiais. Para complementar a eficiência do equipamento, usa-se jugular.
2.4 CINTOS DE SEGURANÇA
 	Uso obrigatório para trabalhos acima de 2 metros de altura fornece segurança em casos de escorregões e rompimentos de materiais de apoio como andaimes e telhados.
Mais utilizado em casos de movimentação entre torres, estruturas metálicas com dois talabartes proporcionando mobilidade segura com seus pontos de apoio.
 2.5 ÓCULOS DE PROTEÇÃO
Feitos em policarbonato e PVC em sua maioria, proporcionam leveza e conforto com suas alças ajustáveis, proteção para os olhos e a face, podendo ser incolores para o dia a dia e em situações de boa iluminação. Óculos escuros para serviços de montagens de máquinas ou serviços que exigem solda, ou áreas refletivas. Na coloração amarela para áreas de baixa iluminação. Ou pode ser encomendado de outra forma dependendo da finalidade.
 2.6 PROTETORES AURICULARES
 	Classificados por finalidade e grau de exposição a ruídos, podem também ser chamados de protetores auditivos. Protegem dos ruídos que a médio, curto e longo prazo prejudicam a capacidade auditiva do usuário.
 2.7 CALÇADOS DE SEGURANÇA
 	Preferencialmente composto de solado antiderrapante e ponteiras de PVC, busca a proteção dos pés ao chocar-se com equipamentos, proteção à quedas de materiais e com cano alto, mantém a integridade dos