A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
39 pág.
Direito constitucional I

Pré-visualização | Página 1 de 9

DIREITO CONSTITUCIONAL I 
Conteúdo Programático
1. Conceito de Constituição 
1. Conceito de Direito Constitucional 
1. Supremacia da Constituição
1. Classificação das Constituições e aplicabilidade e eficácia das normas constitucionais
1. Constituinte originário e derivado
1. Federação Brasileira - traços essenciais 
1. Governo da União
Estado
Ordem politica soberana ou superior
· Território => Israel foi criado sem possuir território
· Povo => nômades são considerados por estudiosos como um Estado por serem auto organizados
· Busca do bem comum => busca??
Soberania Formal = há influência de outros Estados, por exemplo, nas questões econômicas de um país, por isso se chama Soberania Formal - até que ponto um Estado é soberano sobre si próprio se ocorrem influências de outros Estados
Estado Islâmico = não é reconhecido como um Estado embora seja um pois é organizado (e tem objetivos comuns) - são chamados de terroristas por não serem reconhecidos
Constituição =
trás a Ordem Jurídica limites
normas do Estado
é a base de todas as leis do Brasil
*Diploma Jurídico*
*Se eu te deixar na frente do Planalto agora, com o Código Civil ou com o Código Penal na mão para ir soltar uma pessoa presa, você não faz nada. Mas se eu te deixar lá com uma Constituição na mão, você tem tudo o que você precisa*
Conceito de Direito Constitucional
Direito público = Direito privado (atualmente) Regime do direito público ≠ regime de direito privado
Regime - conjunto de princípios (verdades primeiras) que regem as relações PÚBLICO:
Estado	Relação vertical - devem sempre prevalecer os interesses do Estado
↕-Direitos humanos = estabelecem regras para as relações entre Estado e povo Povo △	interferem na relação vertical
PRIVADO:
povo △ ↔ povo △	É criado o Código de defesa do Consumidor
+força	- força	Forma de interferência do Estado
Direito Constitucional 
Constituição = Conjunto de normas de organização do Estado
· Forma de Estado
· Forma de Governo = república, monarquia
· Limites à atuação governamental = a partir do séc XVIII/XIX os direitos fundamentais
O movimento que visava a criação de uma constituição tinha como objetivo limitar os poderes despóticos de um Rei	"Le esta cést moi" - Luis XlV
Monarquia Britânica - tecnicamente constitucional
A rev americana estabeleceu o padrão da rev francesa
EUA = colônia de povoamento - os ingleses (católicos e protestantes fogem para os EUA para possuírem liberdade de culto)
Rev americana reforça o poder judiciário - órgão independente para garantir a liberdade de culto
Rev inglesa reforça o poder parlamentar Leandro Carnanal livro = a história dos eua
Direito Constitucional = objeto de estudo, normas de organização do Estado => Regime de Direito Público * conjunto de princípios que regem as relações Estado e indivíduo nos quais prevalecem os interesses do Estado - relação vertical
Classificação das Constituições: Segundo o Professor José Afonso da Silva
	Forma: escrita = estão compiladas (reunidas) em texto único não escrita = normas e dispositivos encontradas em texto esparço (espaçado) em uma determinada ordem jurídica, identifica-se por meio da matéria
*Conteúdo: material = não tem resultado de um organismo criado somente para isso
formal = fruto da elaboração de um determinado organismo que foi criado para produzir a constituição - Assembléia Nacional Constituinte
“Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembleia Nacional Constituinte” - início da CFBR 88
*Origem: Democrática (popular, promulgada) = resultado de uma vontade popular, ocorreu participação popular - CF BR "Constituição cidadã" ocorreram críticas por não ser tão democrática assim
Outorgada (imposta) = Exemplo da Venezuela a constituição foi promulgada mas não teve participação popular - primeira assembleia constituinte brasileira foi dissolvida devido ao fato dos constituintes serem de maioria república - não use "carta" para se referir a CF/88
Cesarista = dispositivos elaborados pelo grupo que está no poder, é entregue ao povo para se decidido se ela entra em vigor ou não - criação de uma constituição da União Européia e tentativa de instauração da mesma - César elaborava e passava para o Senado
Forma de elaboração: histórica = Ex. da Inglaterra, fruto de lenta evolução histórica
dogmática = Brasil, EUA - parte de ideias pré concebidas, os dispositivos que ali se encontram já existiam no meio jurídico, aproveita-se o que já existe (inclusive tendo como exemplo outros países)
*Extensão: sintética = EUA (normas de organização do Estado + direitos humanos e fundamentais)
analítica = mais extensa do que a sintética, contempla outros assuntos não são regras de organização do Estado - Brasil (formal e analítica - introduziu assuntos que não são necessariamente sobre a organização Estado - por isso é a base da organização jurídica) - vários assuntos passaram pelo processo de constitucionalização
13/02
Estabilidade: rígida = só pode ser alterada por processos formais, dificultosos - art. 60 e art. 61 estabelecem um procedimento para alteração da CF - CFBR- rígida com núcleo imutável - aqui surge o Mensalão, os partidos exigiam mensalidade para aprovarem projetos de outros partidos
		
nossa constituição tem sido alterada em média a cada 6 meses - a americana é alterada a casa 8 anos "A constituição tem que acompanhar a evolução social"
a maioria dos Estados modernos adota o sistema constitucional rígido por promover maior discussão social
Consequência Lógica: Supremacia da Constituição CAI NA PROVA
Kelsen: grande dever ser da ordem jurídica - "norma normarum" norma das normas base da ordem jurídica, todas as normas (subconstitucionais ou infraconstitucionais) e dispositivos devem ser criados com base na CF e deve haver Compatibilidade Vertical
Controle de Constitucionalidade: mecanismo para evitar inconstitucionalidade art. 101, art. 102 = os ministros do STF são os guardiões da constituição e são os responsáveis pela interpretação da mesma - prevalece a interpretação deles sobre o texto
art. 5 - 58 LVIII = atualmente o STF interpreta essa lei de outra forma
semi-flexível = parte poderá ser alterada por processo ordinário e parte deverá ser alterada por processo formal
flexível = pode ser alterada a qualquer tempo adotando-se procedimento comum, não proibição de circunstâncias - a constituição flexível não pode ser considerada uma constituição pois não garante nenhuma estabilidade e não garante estabilidade jurídica
imutável = ÚNICA QUE NÃO PODE SER ALTERADA -
Teocracia, Estados-religião (não se faz uma emenda no Corão), tem como base documentos religiosa/políticas - se torna um documento histórico (como a Bíblia)
Classificação da CF/88
Escrita Formal
Democrática/Promulgada
Dogmática Analítica Rígida
Constitucionalismo - movimento com fins de limitar os poderes monárquicos
= povo titular do poder político
= democracia
Poder Constituinte
"É a manifestação soberana da suprema vontade política de um povo, social e juridicamente organizado." - Alexandre de Moraes
Poder Constituinte Originário - poder de criar um Estado, toda vez que for utilizado se criará um novo Estado
= titular ➡ povo => representantes aka mandatários se reúnem em um órgão (figura permanente)	ᄂCaracterísticas: poder ilimitado (sofre influência da soc)
seu trabalho deve refletir a realidade da soc Estados democráticos, se a estrutura desse Estado for outorgada não teremos o povo como titular.
Esse poder não tem sua titularidade esgotada, ela permanece latente, manifestando-se novamente mediante uma Assembléia Nacional Constituinte ou um ato revolucionário.
= agente ➡ mandatário => recebe o mandato de natureza política para representar o
titular - o trabalho do mandatário começa e termina
= Veículo Constituinte ➡ Revolução = manifestação de vontades
ᄂpegando em armas, guerra civil ou só manifestação de
vontades
Finalidade: cria o texto da Constituição Características
ᄂInicial - Constituição é a base da ordem jurídica
ᄂIncondicionado - Ele não está condicionado a ordem jurídica do