A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
53 pág.
Apostila_NPG1260_Governanca corporativa e etica empresarial

Pré-visualização | Página 1 de 10

�
GESTÃO FINANCEIRA E CONTROLADORIA 
 GOVERNANÇA CORPORATIVA E ÉTICA EMPRESARIAL 
Julio Cezar de Mello Cidade 
�
�
����������	
�������
��	�	��
�	��������
��	 1111 
Prezado aluno, 
Esta apostila é a versão estática, em formato.pdf, da disciplina online e contém 
todas as informações necessárias a quem deseja fazer uma leitura mais linear do 
conteúdo. 
Os termos e as expressões destacadas de laranja são definidos ao final da 
apostila em um conjunto organizado de texto denominado NOTAS. Nele, você 
encontrará explicações detalhadas, exemplos, biografias ou comentários a 
respeito de cada item. 
Além disso, há três caixas de destaque ao longo do conteúdo. 
A caixa de atenção é usada para enfatizar questões importantes e implica um 
momento de pausa para reflexão. Trata-se de pequenos trechos evidenciados 
devido a seu valor em relação à temática principal em discussão. 
A galeria de vídeos, por sua vez, aponta as produções audiovisuais que você 
deve assistir no ambiente online – aquelas que o ajudarão a refletir, de forma 
mais específica, sobre determinado conceito ou sobre algum tema abordado na 
disciplina. Se você quiser, poderá usar o QR Code para acessar essas produções 
audiovisuais, diretamente, a partir de seu dispositivo móvel. 
Por fim, na caixa de Aprenda mais, você encontrará indicações de materiais 
complementares – tais como obras renomadas da área de estudo, pesquisas, 
artigos, links etc. – para enriquecer seu conhecimento. 
Aliados ao conteúdo da disciplina, todos esses elementos foram planejados e 
organizados para tornar a aula mais interativa e servem de apoio a seu 
aprendizado! 
Bons estudos! 
 
 
 
�
�
����������	
�������
��	�	��
�	��������
��	 2222 
Governança Corporativa e ética Empresarial - Apostila 
Apresentação 
Certamente, você já deve ter lido ou escutado sobre os efeitos da globalização, 
da enorme competitividade dos mercados, do acelerado desenvolvimento 
tecnológico no mundo dos negócios e do marcante crescimento do porte das 
organizações modernas. 
Tais situações têm impacto importante na vida das pessoas e das empresas e 
nas relações entre proprietários, gestores, trabalhadores, investidores, credores, 
governos, fornecedores e clientes. 
Essas relações trazem interesses muitas vezes conflituosos, que devem ser 
contornados através de boas práticas. A ideia é preservar as possibilidades de 
continuidade dos negócios. 
Para atender a essas boas práticas, as empresas devem ser governadas com base 
em princípios que asseguram a todos os envolvidos ética na condução dos 
negócios, transparência, prestação de contas confiável e tempestiva, e 
cumprimento das normas estabelecidas em diversas esferas. 
O grande propósito desta disciplina é entender os processos históricos que 
resultaram nesse ambiente, o surgimento das Sociedades por Ações e a 
necessidade da boa governança dentro das organizações. Aqui, 
compreenderemos essa verdadeira revolução – que não é um simples modismo 
– chamada de Governança Corporativa. 
Dessa forma, estudaremos os processos históricos – desde a Revolução Industrial 
– que impactaram o modelo de relações das empresas, o processo de 
crescimento das organizações, a necessidade da regulação das relações entre os 
atores do mercado e a materialização desses conceitos no mercado financeiro. 
Sendo assim, esta disciplina tem como objetivos: 
1. Descrever os principais passos da evolução das empresas, com base no 
surgimento das sociedades anônimas e dos conflitos entre os diversos acionistas 
e gestores dessas organizações; 
2. Identificar a importância da ética empresarial e da Governança 
Corporativa; 
�
�
����������	
�������
��	�	��
�	��������
��	 3333 
3. Reconhecer o novo cenário da Governança Corporativa no Brasil e no 
mundo. 
 
�
�
����������	
�������
��	�	��
�	��������
��	 4444 
Aula 1: Evolução do sistema capitalista 
Introdução 
Vamos iniciar esta aula com o estudo da evolução do sistema capitalista. 
É muito importante que você conheça os aspectos históricos que marcaram as 
relações empresariais desde o início desse sistema. 
Dessa forma, você entenderá as complexas e atuais relações entre todos os seus 
atores e os mercados extremamente competitivos – relações essas consideradas 
o diferencial para o sucesso de cada instituição. 
Bons estudos! 
Objetivo 
1. Listar os fatores de destaque na evolução do sistema capitalista; 
2. Explicar o contexto do surgimento das sociedades anônimas, do grande crash 
de 1929 e do progresso da ciência da Administração. 
Resumo do conteúdo 
Nesta aula: 
• Listamos os principais fatores do crescimento do sistema capitalista; 
• Entendemos a Revolução Industrial e suas consequências sociais; 
• Explicamos surgimento das sociedades anônimas; 
• Analisamos as bases para a governança corporativa. 
Conteúdo 
Governança Corporativa: uma ideia inovadora 
A Governança Corporativa – amplamente adotada no mundo – não é mais uma 
moda passageira. Ela veio para ficar e ainda será muito aperfeiçoada. 
Embora a discussão sobre esse assunto seja bem recente no Brasil, há uma 
grande mobilização no sentido de adotar boas práticas de governança. 
�
�
����������	
�������
��	�	��
�	��������
��	 5555 
Aqui, vamos tratar desse tema de forma detalhada. Por isso, não podemos deixar 
de estudar a evolução histórica do sistema em que as empresas estão inseridas: 
o capitalismo. 
Mas, para apresentarmos essa evolução, precisamos, primeiro, retroceder no 
tempo e analisar alguns fatores fundamentais ao início do sistema capitalista. 
Vamos começar? 
 Atenção 
 Há poucas obras que abordam o tema da Governança Corporativa. 
Esta aula se baseia em um dos principais livros publicados no 
Brasil sobre o assunto (ANDRADE; ROSSETTI, 2009). 
 
Doutrina liberal 
O século XVI foi marcado pela aceitação do empreendedorismo – momento 
em que o lucro passou a ser visto como recompensa ao bom aproveitamento dos 
talentos e esforços humanos. 
Em função disso, de acordo com a ética calvinista estabelecida nesse tempo, era 
necessário descentralizar a acumulação das riquezas geradas e a busca por 
mais progresso. Afinal, todo o controle era exercido pelo Estado, e o cenário 
instaurado requeria um novo olhar. 
Nessa época, já circulavam ideias de que era preciso substituir a intervenção 
estatal pela ação que visava ao interesse próprio. 
Com base em tais ideias, as dimensões e as funções do Estado foram reduzidas, 
enquanto aumentavam a liberdade de empreendimento, a livre concorrência e a 
propriedade privada. 
Nesse período de efervescência política e cultural, ocorreram grandes mudanças 
– tais como as Revoluções Industrial e Francesa e a Independência dos Estados 
Unidos. 
Vamos falar um pouco mais sobre essa que mais influenciou o desenvolvimento 
do capitalismo – a Revolução Industrial. 
�
�
����������	
�������
��	�	��
�	��������
��	 6666 
 
Revolução Industrial 
Junto às mudanças liberais e aos avanços da tecnologia, a Revolução 
Industrial estabeleceu as bases tecnológicas e sociais do sistema 
capitalista. 
Os resultados desse movimento incluíram transformações radicais nos 
modos e nas escalas de produção, bem como nas relações sociais e de 
trabalho. 
Por exemplo, a utilização do vapor como força motriz alterou o perfil dos 
produtores e do processo produtivo: rapidamente, o empreendimento artesanal 
foi substituído pela manufatura fabril. 
Além disso, com máquinas e tecnologia, a produtividade aumentou em grande 
velocidade, e a diversificação da produção de bens ampliou-se de forma 
assustadora. 
Para escoar essa nova produção, surgiram grandes exigências de investimento 
em infraestrutura, sobretudo no setor de transportes – ferroviário