A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
AULA - SISTEMA NERVOSO 3

Pré-visualização | Página 1 de 1

24/10/2017
1
MEDICINA VETERINÁRIA
ANATOMIA SISTEMÁTICA
Sistema Nervoso 3
Goiânia 
2017
Prof. M.Sc. Alberto Elias Marques
Médico Veterinário CRMV-GO 3630
ectoderma
Espessamento do ectoderma dorsal do embrião => 
placa neural => sulco neural => tubo neural => 5 
vesículas
EMBRIOLOGIA DO SISTEMA NERVOSO
EMBRIOLOGIA DO SISTEMA NERVOSO
DIVISÃO ANATÔMICA DO SISTEMA NERVOSO
Fonte: MACHADO (2002)
TERMINAÇÕES NERVOSAS
 Especialização da extremidade 
periférica das fibras nervosas:
 - Terminações nervosas eferentes
 - Terminações nervosas aferentes
(receptores) 
24/10/2017
2
SISTEMA NERVOSO
VisceralSomático
Aferente
Receptores 
Divisão funcional
Eferente Aferente Eferente
Visceroceptores Simpático Parassimpático Efetuadores
Sist. Nerv. Autônomo 
Fibras aferentes somáticas 
Pele, músculos, tendões e articulações.
Fibras aferentes viscerais
Vísceras
Fibras eferentes somáticas
Músculos estriados esqueléticos 
Fibras eferentes viscerais
Músculos lisos, cardíaco e glândulas
Fonte: LORENZ & KORNEGAY (2006)
Unidade motora - fibra motora e fibras musculares esqueléticas inervadas.
Unidade sensitiva - fibra sensitiva e terminações nervosas relacionadas. 
Dermátomo - região cutânea inervado por uma única raiz dorsal.
SNA PARASSIMPÁTICO
-Mantém a homeostase – conserva 
energia
-Neuro transmissor – acetilcolina 
(Ach)
SNA - SIMPÁTICO
 Estimula os órgãos relacionados com 
a defesa (luta ou fuga)
 Relacionado ao stress
 Neurotransmissor -noradrenalina
24/10/2017
3
- Eferente somático 
.Uma fibra periférica
. Impulsos p/ fibra muscular esquelética
-Eferente visceral (SNA)
. Duas fibras ( pré-ganglionar e pós-ganglionar)
.Impulsos p/ fibra muscular lisa, cardíaca e 
glândula
. Presença de gânglios 
TAMANHO DAS FIBRAS 
Fonte: NISHIDA (2007)
ASPECTOS FUNCIONAIS DO SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO
Órgão Simpático Parassimpático
Íris Midriase Miose
Glândula lacrimal Vasoconstrição; pouco efeito sobre a
secreção
Secreção abundante
Glândulas salivares Vasoconstrição; secreção viscosa e
diminuída
Vasodilatação; secreção fluida e
abundante
Glândulas sudoríparas Secreção copiosa (fibras colinérgicas) Inervação ausente
Músculos eretores dos pelos Ereção dos pelos Inervação ausente
Coração Taquicardia e dilatação das coronárias Bradicardia e constrição das coronárias
Brônquios Dilatação Constrição
Tubo digestivo Diminuir o peristaltismo e fechar os
esfíncteres
Aumentar o peristaltismo abrir os
esfíncteres
Bexiga Pouca ou nenhuma ação Contrair a parede; promover
esvaziamento
Genitais masculinos Vasoconstrição e ejaculação Vasodilatação; ereção
Glândula supra-renal Secreção de adrenalina (fibras pré-
ganglionares)
Nenhuma ação
Vasos sanguíneos do tronco e
extremidades
Vasoconstrição Nenhuma ação; inervação ausente
Fonte: MACHADO (2002)
 Parassimpático:
 Origem craniosacral
 Fibra pré-ganglionar grande
 Fibra pós-ganlionar pequena
 Neurotransmissor: acetilcolina
 Gânglios próximos ou no interior da víscera
 Simpático:
 Origem toraco-lombar
 Fibra pré-ganglionar pequena
 Fibra pós-ganglionar grande
 Neurotransmissores: noradrenalina
 Gânglios para-vertebrais (tronco simpático) ou pré-
vertebrais
Nervos cranianos – 12 pares
24/10/2017
4
SUSSA?