A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
U1 Seção 2 - Teorias e práticas de enfermagem

Pré-visualização | Página 1 de 1

Para Meleis (1997), essas teorias são aquelas que têm 
uma conceituação articulada e comunicada da 
realidade, criada ou descoberta, dentro da enfermagem 
ou pertinentes a ela, para o propósito de descrição, 
explicação, predição ou prescrição do cuidado de 
enfermagem. 
Na época de Florence Nightingale (1820-1910), já 
ocorria uma preocupação com as questões teóricas. 
Florence afirmava que a enfermagem requeria 
conhecimentos distintos da medicina e também definiu 
as premissas de que a profissão deveria ter como 
embasamento um conhecimento de 
enfermagem direcionado à pessoa, às condições nas 
quais ela vivia e ao ambiente em que poderia atuar de 
uma forma positiva ou negativa. Mesmo sob a forte 
influência de Florence, a profissão de enfermagem 
acabou por assumir uma orientação profissional dirigida 
para o imediatismo, fundamentando-se em ações 
práticas, de um modo intuitivo e não sistematizado. 
Entretanto, por influência de diversos fatores, como 
a Primeira e a Segunda Guerra Mundial, a revolução 
feminina, o avanço da ciência e da educação, que 
levaram a uma modificação socioeconômica e 
política, as enfermeiras começaram a questionar o 
status quo da prática de enfermagem e a refletir sobre 
ela. 
1980/1990: aumento das pesquisas em enfermagem. 
 
Contexto filosófico 
 
Se mudar a teoria, muda a compreensão. Algumas 
teorias são aplicáveis a vários contextos outras são 
restritas a situações especificas. 
Componentes da teoria de 
enfermagem: Metaparadigma 
 
 
 
O metaparadigma pode ser compreendido como uma 
estrutura organizadora de teorias. Cada uma delas se 
organizará da forma como se achar melhor, no entanto, 
 
 
 
 
 
 
 
a estrutura base de todas será a mesma: 
o metaparadigma. 
 
Existem quatro conceitos desenvolvidos dentro de 
um metaparadigma: a pessoa, a saúde, o ambiente e 
a enfermagem, os quais devem ser compreendidos 
por todas as teorias de enfermagem. 
 
Pessoa: é aquele ser que recebe o cuidado de 
enfermagem, podendo incluir a família e a 
comunidade. É necessário incluir as necessidades 
físicas, intelectuais, bioquímicas e psicossociais da 
pessoa. Também deve-se reconhecer a pessoa como 
portadora de uma energia humana única, um ser 
holístico, maior do que a soma de diversas partes, mas 
sim um todo integrado, adaptável e cheio de energia 
humana. 
 
Saúde: é a capacidade que uma pessoa apresenta 
de funcionar independentemente de qualquer recurso 
extra. É uma adaptação bem-sucedida aos estressores 
da vida, ou seja, a aquisição do potencial total da vida. 
Alguns teóricos já sugeriram que, em vez de se trabalhar 
com o termo saúde, fosse trabalhado com o termo 
“qualidade de vida”, pois este surge da interação de 
todas as características já descritas. 
A saúde deve ser compreendida como resultado da 
integração entre corpo, mente e alma, e não apenas 
como referente às condições físicas. É importante 
lembramos que a saúde é fenômeno de interesse 
central para a enfermagem, desde o início da profissão. 
 
Ambiente: refere-se ao conjunto de elementos 
internos e externos que podem afetar a pessoa. 
• Ambientes externos: incluem os arredores 
imediatos e quaisquer outros locais que interajam 
com o sujeito ou os indivíduos com quem a pessoa 
interaja, ou qualquer outra situação que permita a 
troca de matéria, energia e informação com os 
sujeitos envolvidos no cuidado. 
• Ambientes internos: incluem as situações que 
dizem respeito ao ambiente interno da pessoa, 
como as condições bioquímicas do sangue, a 
pressão arterial, a frequência cardíaca, os níveis 
hormonais, o grau de satisfação e quaisquer outras 
condições que alterem o funcionamento da 
maquinaria da pessoa. A compreensão de 
ambiente deve incluir, também, condições 
 
O metaparadigma representa 
a visão de mundo de uma 
disciplina, a perspectiva mais 
global, que subordina visões e 
abordagens mais específicas 
aos conceitos centrais com os 
quais a disciplina se preocupa. 
 
 
Contexto filosófico 
externas, como socioeconômicas, culturais e 
políticas. O modo de viver, de trabalhar, de se 
divertir e de se relacionar também são fatores que 
interferem no ambiente da pessoa. 
 
Enfermagem: é a ciência e a arte que cuida da 
pessoa em um determinado estado de saúde 
específico, ou seja, ela integra todos os demais 
conceitos do metaparadigma. A finalidade da 
enfermagem é colocar o sujeito de volta ao seu 
ambiente na melhor condição de saúde possível. Para 
isso, estimula-se a adaptação e a harmonia entre a 
pessoa e o ambiente.  
 
metas de enfermagem são: 
• Cuidar da pessoa doente 
• O atendimento dos saudáveis; 
• O atendimento dos enfermos; 
• As orientações para o autocuidado e o auxílio aos 
indivíduos para a obtenção do potencial máximo 
de vida. 
• A prática de enfermagem facilita, apoia e dá 
assistência a indivíduos, famílias, comunidade e 
sociedade para o fortalecimento, a manutenção 
e a recuperação da saúde, além da redução e da 
amenização dos efeitos das doenças. 
• atendimento dos enfermos; as orientações para 
o autocuidado e o auxílio aos indivíduos para a 
obtenção do potencial máximo de vida. A prática 
de enfermagem facilita, apoia e dá assistência a 
indivíduos, famílias, comunidade e sociedade 
para o fortalecimento, a manutenção e a 
recuperação da saúde, além da redução e da 
amenização dos efeitos das doenças. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________ 
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________