A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
aps1 histologia

Pré-visualização | Página 1 de 1

Unisuam – 26/09/2020 – Bonsucesso 
Alunos: Adriel Jacob Mello, Ana Beatriz Seixas, Ana Cliciane Rocha Correa 
dos Santos, Gabriel Nunes Mendes, Jéssica da Silva da Costa. 
Tecido epitelial (aula - 26/08) 
 
Sua origem é a partir do segundo semestre de gestação, nesse período é formado os folhetos 
embrionários, cuja camada de célula dão origem ao tecido do corpo, órgãos e sistemas. 
Sua principal origem é no ectoderma, sua camada é externa e única, apresenta a glândula 
pâncreas que faz parte do sistema digestório, considerada assim, glândula mista, tendo origem 
epitelial, porém não faz parte do ectoderma. 
 
Características gerais 
Tecido em que as células estão justapostas sem nenhum e ou pouco espaço entre as células, 
sendo avascular e nutrido pelo tecido conjuntivo (TCPDC). 
O tecido epitelial é nutrido pelo tecido conjuntivo, através do processo de difusão: capilares 
(vasos sanguíneos no tecido conjuntivo) > membrana basal (estrutura proteica, permite a 
passagem dos nutrientes e mantém os tecidos unidos) > células epiteliais (recebe a água, 
nutrientes, gases, oxigênio etc.) 
Pode-se apresentar regiões específicas. A região basal próxima a lâmina basal chega os 
nutrientes e a região apical está no ápice do tecido, ou seja, próximo a superfície do corpo. 
Possui também 7 especializações da membrana do tecido epitelial: 
• Microvilosidade- localiza- se na região apical são invaginações que ampliam a 
superfície de contato e passagem de substância 
• Zonula de adesão- formado pela proteína do corpo esqueleto. 
• Zonula de oclusão – veda a passagem de substância entre as células 
• Interdigitacao - invaginações nas regiões laterais. 
• Desmossomos- são placas arredondadas que prendem umas células as outras 
• Hemidesmossomos- placas únicas que ancoram as células a lâmina basal a membrana 
• Comunicante- orifício que permite a passagem de substância da mesma camada. 
Função e localização 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Imagem retirada de https://static.mundoeducacao.uol.com.br/mundoeducacao/conteudo/tipos-de-epitelio.jpg . 
Acesso em 23 set. 20 
 
O tecido epitelial pode ser encontrado externamente na epiderme e está apoiado na lâmina 
basal, é um tecido avascular e realiza troca por difusão com o tecido conjuntivo. Na parte 
interior, pode também revestir os vasos sanguíneos e linfáticos e é denominado como 
endotélio, também compõe a camada epitelial do peritônio, pericárdio e pleura e chamamos 
de mesotélio. O tecido epitelial realiza diversas funções, como a proteção, absorção, secreção 
e excreção. 
O tecido possui diversas formas e tipos, isso pode variar de acordo com o tipo de órgão que ele 
está revestindo, a variação das formas e tipos também causa influencia na função que será 
desempenhada pelo mesmo. O tecido e suas mais variadas formas e tipos podem ser 
encontrados revestindo órgão do sistema reprodutor, excretor e digestivo. Além de compor a 
formação de glândulas. 
Considerações finais 
Com este trabalho, conclui-se que o tecido epitelial possui extrema importância para a 
constituição do corpo humano, e que com suas especificidades ele reveste partes essenciais 
para o funcionamento da maquinaria humana. 
Deste modo, este trabalho serve como aprendizado e prática de estudo sobre este tipo de 
tecido e ajuda os estudantes a fixar o conteúdo. 
https://static.mundoeducacao.uol.com.br/mundoeducacao/conteudo/tipos-de-epitelio.jpg