A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
Cartilha de prevenção de quedas IDOSOS

Pré-visualização | Página 1 de 1

Cartilha de 
Prevenção de 
Quedas de 
Idosos
Uma adaptação signi�cativa se refere à prevenção de quedas, uma vez que estas são, 
recorrentemente, enfrentadas pelas pessoas idosas. Numa pesquisa de revisão e atualização, 
dados apontam que 28% a 35% de pessoas acima dos 65 anos de idade caem pelo menos uma 
vez durante o ano no mundo, e essa proporção aumenta para até 42% quando os idosos têm 
mais de 70 anos.
Em estudo brasileiro realizado no ano de 2016 veri�ca em uma pesquisa realizada com 729 
idosos, que quase 30% dos entrevistados sofreram quedas no período de 12 meses e, ainda, 
demonstra que grande parte desses idosos sofreram mais de uma queda no período.
O Brasil se tornou um país com um grande quantitativo de pessoas idosas e, isso se dá pela 
junção de alguns fatores, sendo alguns a melhoria na expectativa de vida, o avanço da ciência 
e da medicina, além de outros fatores. Conforme Censo populacional realizado pelo IBGE, a 
quantidade de pessoas idosas cresce a cada dia e, a expectativa é de que se mantenha 
crescendo e, que até o ano de 2025 tenhamos no Brasil uma população de pessoas idosas de 
cerca de 33 milhões. 
As mudanças pelas quais o corpo passa durante o processo de envelhecimento determinam 
algumas mudanças de comportamento e a necessidade de adaptações referentes à nova 
estrutura corporal das pessoas idosas.
Introdução
Além disso, outra pesquisa veri�cou que 95% dos idosos entrevistados têm medo de sofrerem 
quedas, tal pesquisa ainda demonstra o abalo funcional e mental relacionado à queda, pois 
acaba sendo a demonstração de algum declínio funcional.
Desta forma, a prevenção de quedas necessita da conscientização de todos, sejam familiares, 
cuidadores e pro�ssionais de saúde, devendo estar presente em um plano que garanta o 
envelhecimento saudável, pois o processo natural de envelhecimento deve abranger todos 
os contextos da vida e, quanto mais adaptado e ciente do processo, a pessoa idosa terá 
melhores condições de saúde e qualidade de vida.
 As quedas no cenário da velhice: conceitos básicos e atualidades da pesquisa em saúde - 
http://www.scielo.br/pdf/rbgg/v17n1/1809-9823-rbgg-17-01-00201.pdf
 http://www.ufjf.br/noticias/2017/02/14/pesquisa-revela-que-95-dos-idosos-entrevistados-tem-medo-de-sofrer-
quedas/
 PREVALÊNCIA E FATORES ASSOCIADOS A QUEDAS EM IDOSOS - http://www.scielo.br/pdf/tce/v25n2/0104-
0707-tce-25-02-0360015.pdf
Ÿ Dano cognitivo
Ÿ Doença de Parkinson
Ÿ Sedentarismo
Ÿ Idade avançada (80 anos ou mais)
 
Ÿ Imobilidade
Ÿ Fraqueza muscular de membros inferiores
Ÿ Fraqueza do aperto de mão
Ÿ Marcha lenta com passos curtos
Ÿ Maior consumo de medicações, chamada de Polifarmácia (uso de sedativos, hipnóticos, 
ansiolíticos...dentre outros)
Ÿ Sexo feminino
Ÿ Insônia
Ÿ Baixa aptidão física
Ÿ Equilíbrio reduzido
Ÿ Histórico de quedas
FATORES ASSOCIADOS ÀS QUEDAS
Ÿ Manter os medicamentos rotulados e guardados em um local adequado para 
armazenamento
Ÿ Grave no celular e anote na agenda telefones importantes como 190, 192, 193 e telefones 
de parentes mais próximos.
Ÿ Praticar atividades físicas que desenvolvam agilidade, força, equilíbrio e coordenação
Ÿ Não andar pela casa apenas com meias nos pés
Ÿ Expor-se ao sol diariamente por 15 minutos, antes das 10h ou depois das 16h sem protetor 
solar
 
Ÿ Ingerir a quantidade adequada de cálcio e vitamina D
Ÿ Mantenha contato com vizinhos que você possa pedir ajuda. 
CUIDADOS GERAIS
Ÿ Fazer exames oftalmológicos e físicos anualmente
Ÿ Usar calçados com sola antiderrapante e de preferência sem cadarço.
Ÿ Usar chinelos que �quem �rmes nos pés
Ÿ Evitar ingerir excessivamente bebidas alcoólicas
Ÿ Prender bem os armários à parede e ao chão para servir de apoio ao idoso quando 
necessário
Na escada:
Ÿ Não deixar objetos espalhados nos degraus
Ÿ Eliminar tapetes localizados no início ou �m da escada
Ÿ Não subir em cadeiras ou caixas para alcançar algo que esteja no alto
Ÿ Não utilizar produtos que deixem o piso escorregadio
Ÿ Organizar os mantimentos e louças em locais de fácil alcance
Ÿ Instalar interruptores de luz na parte inferior e superior da escada ou instalar detectores de 
movimento que fornecem iluminação automaticamente
Ÿ Fixar tiras adesivas antiderrapantes em cada borda dos degraus
Ÿ Instalar corrimãos por toda a extensão da escada e em ambos os lados
Ÿ Manter �os elétricos e de telefone fora das áreas de circulação, jamais no chão, como 
debaixo de tapetes
Ÿ Manter o caminho de passagem livre de obstáculos, como mesas de centro, porta revistas e 
plantas
Ÿ Limpar imediatamente qualquer vestígio de líquido, gordura ou comida que esteja no chão
Ÿ Preferir cadeiras e sofás que tenham braços e não sejam muito baixos, pois o grau de 
di�culdade exigido para se levantar é maior
Ÿ Eliminar tapetes que possam ocasionar escorregões
Ÿ Evitar tapetes
Ÿ Instalar interruptores de luz na entrada das dependências. Preferir os modelos que brilham 
no escuro
Na cozinha:
Ÿ Instalar barras de apoio nas paredes do banheiro
Ÿ Manter algum tipo de iluminação durante a noite
Ÿ Ao tomar banho, caso não consiga se abaixar ou não ter total �rmeza, recomenda-se utilizar 
uma cadeira de plástico �rme
Na sala e corredor:
Ÿ Instalar na parede um suporte para sabonete líquido
Ÿ Colocar tiras antiderrapantes dentro da banheira ou no chão do box
Ÿ Colocar um tapete antiderrapante ao lado da banheira ou do box
No banheiro:
Ÿ Optar por armários com portas leves e maçanetas grandes para facilitar a abertura
Ÿ Colocar interruptor de luz próximo da cama ou abajur, e ter um telefone próximo
Ÿ Organizar as roupas no armário em lugares que seja fácil de alcançá-las
Ÿ Não deixar roupas e objetos espalhados pelo chão do quarto
NOS AMBIENTES DA CASA
No quarto:
Ÿ Dormir em uma cama na qual seja possível subir e descer facilmente (cerca de 55 a 65 cm de 
altura)
Prevention of Falls in Older Persons - Summary of Recommendations
https://sbgg.org.br//wp-content/uploads/2014/10/2010-AGSBGS-Clinical.pdf
ALGUNS EXERCÍCIOS PREVENTIVOS 
Sentada numa cadeira, com as costas 
apoiadas no encosto, dobrar o tronco 
para frente tentando levar as mãos ao 
chão - realizar 10 repetições.
De pé, apoiando as mãos na cadeira, 
realizar leve agachamento e retornar a 
posilão inicial - realizar 10 repetições
De pé, apoiando as mãos na cadeira, 
realizar a abertura de perna - 10 
repetições de cada lado.
De pé, apoiando as mãos na cadeira, 
dobrar o joelho - 10 repetições de cada 
lado. 
Depois, utilizando a mesma posição 
�cará parado pelo menos 10 segundos, 
repetindo do outro lado.
Sentada numa cadeira, com as costas 
apoiadas no encosto, realizar o 
movimento de levantar da cadeira até 
�car completamente de pé.
D e p o i s s e n t a n d o n o v a m e n t e 
conforme a posição inicial - realizar 10 
repetições
(21)2334-5500
Dúvidas e Informações
de segunda a sexta-feira, de 10h às 16h
fb.com/direitoshumanosrjCurta e siga nossas páginas @DirHumanosRio
SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS 
E POLÍTICAS PARA MULHERES 
E IDOSOS
SUBSECRETARIA DE POLÍTICAS 
PARA IDOSOS

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.