A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
31 pág.
Revisão de Histologia- Lâminas - Tecido Nervoso e Tecido Muscular

Pré-visualização | Página 1 de 1

Revisão
Histologia
Tecido Nervoso
 Cérebro
 Cerebelo
 Medula espinhal
 Quando cortados, os 3 apresentam substância branca e substância 
cinzenta, diferenciadas pela distribuição da mielina
 Na prova, não é necessário dizer de qual órgão é a imagem; o 
diagnóstico é apenas de “tecido nervoso”
Tecido Nervoso
Substância cinzenta:
 Corpos de neurônios
 Dendritos
 Células da glia
Substância branca:
 Axônios mielinizados
 Células da glia
 Não contém corpos de neurônios!
Tecido Nervoso
 Cérebro
o neurônio tem uma dilatação, o corpo, com
projeções curtas (dendritos) em uma direção 
e uma projeção longa (axônio) na outra
Tecido Nervoso
 Cérebro
 Cerebelo
a célula de Purkinje é um neurônio
multipolar, com corpo grande e piriforme,
contendo inúmeros dendritos
Tecido Nervoso
 Cérebro
 Cerebelo
 Medula espinhal
a substância cinzenta
contém corpos de neurônios
já a substância branca não tem corpos de 
neurônios, apenas seus axônios mielinizados
Tecido Muscular
 Liso
 Estriado
 Esquelético
 Cardíaco
Tecido Muscular
 Liso
aglomerado de células fusiformes
que não possuem estrias transversais, 
com núcleo único e central, 
mantidas bem juntas
ao corte transversal, observam-se
os núcleos centrais e únicos
músculo liso conjuntivo denso modelado
observe o aspecto fusiforme das células
musculares lisas e que os núcleos se 
encontram dentro das células
observe que as fibras colágenas são
cilíndricas e que os núcleos presentes são 
das células do conjuntivo e portanto, 
externos às fibras, apresentando-se na
periferia destas; assim, os núcleos podem 
estar bem próximos, o que não ocorreria na
fibra muscular lisa, que é unicelular.
Tecido Muscular
 Liso
 Estriado
 Esquelético
a fibra esquelética tem estrias transversais
e numerosos núcleos periféricos
em um aumento menor, pode-se observar
a separação entre os feixes musculares
em algumas colorações, as estrias 
transversais podem ser sutis ou até 
invisíveis, mas o diagnóstico de músculo 
estriado esquelético ainda pode ser feito 
com base nos múltiplos núcleos periféricos
em corte transversal, os núcleos
periféricos ficam bem evidentes
Tecido Muscular
 Liso
 Estriado
 Esquelético
 Cardíaco
a fibra muscular cardíaca é ramificada, 
com um ou dois núcleos centrais e 
também tem estrias transversais
os discos intercalares são 
complexos juncionais encontrados 
entre as fibras cardíacas
ao corte transversal, pode-se
encontrar tanto núcleos centrais
quanto periféricos, visto que a fibra
cardíaca se bifurca e um de seus
núcleos pode estar na bifurcação
Dicas!
Na hora da prova, não perca tempo com nomenclaturas:
 Use “músculo” no lugar de “tecido muscular”
 Use “osso” no lugar de “tecido ósseo”
 Para tecido nervoso não há abreviação!
➢ Veja várias imagens de músculo liso e de tecido conjuntivo denso 
modelado, até conseguir notar bem as diferenças... é confuso mesmo!
Dicas!
Não esqueça de:
 Especificar se um osso é compacto ou esponjoso
 Escrever o “estriado” quando o músculo for cardíaco ou esquelético
 Rever a revisão anterior, pois a prova é cumulativa!