A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
09 - LINCOSAMIDAS

Pré-visualização | Página 1 de 1

Fabiana A. Getulino - ATM2023 
 
LINCOSAMIDAS 
CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS: 
• Antibióticos inibidores da síntese proteica: 
o Subunidade 50s 
• Ação bacteriostática 
• Seu sítio de ação é semelhante aos Macrolídeos e 
Anfenicóis. 
o Competição pelo sítio de ação → 
alteração dos mecanismos de ação → 
alteração dos efeitos finais. 
PRINCIPAIS FÁRMACOS: 
o CLINDAMICINA 
o LINCOMICINA (Em desuso) 
 
→ CLINDAMICINA: 
• Administração: VO e IV. 
• Tempo de meia dia: aprox. 3h - (Porém sua 
posologia, geralmente, é feita de 6 em 6 horas, 
visto que é uma medicação que apresenta um 
efeito pós-antibiótico). 
• Não costuma ser usada em infecções mais graves; 
o OBS: Infecção de pele/ partes moles 
causada pelo S. pyogenis. 
• Penetração ruim no SNC e ótima penetração no 
tecido ósseo. 
o OBS: Ótima penetração óssea → 
Lincosamidas e Quinolonas. 
o Pode ser usada em infecções como 
Osteomielite. 
• Droga segura: 
o Gestantes, lactantes e crianças. 
• Reações adversas: 
o Sinais e sintomas gastrointestinais 
(náusea, vômitos, colite 
pseudomembranosa -não é comum- 
diarreia) 
• Cobertura: 
o Gram positivo: estrepto e estáfilos 
sensíveis, anaeróbios, 
o Germes “estranhos” → plasmódios, 
toxoplasma e Pneumocystis. 
• Aplicação prática: 
o Primeira linha de tratamento: infecções 
de pele/partes moles → miosite e fasciíte 
necrotizante por S. pyogenis. 
o Infecções por estáfilos MSSA → 
Osteomielite 
o Infecções por anaeróbios: pelve, intra-
abdominal, região torácica, cabeça e 
pescoço. 
o Alternativas terapêuticas: 
(Geralmente, a Clindamicina não é primeira linha 
terapêutica. Por isso, é mais usada como 
Alternativa Terapêutica). 
→ Penicilinas e Macrolídeos: 
▪ Gram positivo → Estrepto e 
Estáfilos sensíveis 
▪ Anaeróbios 
▪ Germes “estranhos” → 
plasmódios, toxoplasma e 
Pneumocystis