A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
168 pág.
Apostila de Instalações Agroindustriais

Pré-visualização | Página 3 de 33

indústrias de alimentos.
1.1 Estudo preliminar do mercado e 
organização da cadeia produtiva
O correto planejamento de uma agroindústria prevê um amplo estudo de 
mercado para se defi nir a área de abrangência do empreendimento. Podem 
ser utilizadas pesquisas de mercado com o intuito de identifi car possíveis 
potencialidades e fraquezas dos produtos que se desejam industrializar.
É muito importante saber quais são os atuais fornecedores de matéria-prima 
com o objetivo de tentar estimar os custos de produção e, consequentemente, 
identifi car se o preço do produto será competitivo.
O sucesso de um empreendimento agroindustrial, assim como em outros 
setores, depende da organização da cadeia produtiva. O bom funcionamento 
de uma indústria de alimentos depende dos três setores produtivos, a saber: 
setor primário, setor secundário e setor terciário. Afi nal, a produção depende 
da disponibilidade de matéria-prima, da disponibilidade de insumos de 
outras indústrias e de uma rede de serviços bem estruturada proveniente do 
setor terciário.
A indústria de alimentos possui uma dependência inquestionável do setor 
primário, já que a matéria-prima básica vem do campo (agricultura ou 
pecuária). Esses materiais deverão ser fornecidos em quantidade e qualidade 
Instalações Agroindustriaise-Tec Brasil 18
adequadas e com um baixo custo a fi m de justifi car o funcionamento da 
atividade industrial. 
O setor secundário também exerce uma grande infl uência no funcionamento 
de uma agroindústria, pois alguns insumos básicos de algumas indústrias 
provêm de outras fábricas como, por exemplo, o fornecimento de embalagens 
de vidro, papelão, PET, entre outros. Reforçando a dependência da 
organização da cadeia produtiva, o setor terciário fornece serviços essenciais 
ao funcionamento da agroindústria como serviço de transporte de cargas, 
fornecimento de mão-de-obra terceirizada, coleta de resíduos sólidos, além de 
ser a responsável pela comercialização dos produtos elaborados pela unidade 
(supermercados e casas atacadistas).
Você sabia que os setores da economia de um país podem ser classifi cados 
em setor primário, secundário e terciário? Essa classifi cação se baseia nos 
produtos produzidos, modos de produção e recursos utilizados. Entende-se 
o setor primário como aquele relacionado à exploração dos recursos da na-
tureza como, por exemplo, a agricultura, pecuária e mineração. Essas ativi-
dades são susceptíveis aos fenômenos da natureza como tempestades, estia-
gem, geadas etc. Diante dessas informações, observamos que esse setor é o 
responsável pelo abastecimento da matéria-prima da agroindústria. O setor 
secundário é aquele responsável pela transformação das matérias-primas em 
produtos industrializados. Dessa maneira, podemos dizer que as agroindús-
trias estão inseridas nesse setor, sendo responsáveis pela agregação de valor 
das matérias-primas agropecuárias (carnes, leite, pescado, frutas etc.). As 
exportações dos produtos benefi ciados pelas agroindústrias geram grandes 
divisas para o país. Já o setor terciário é aquele relacionado aos serviços 
como comércio, alimentação, transporte, educação, saúde, etc. Diante des-
sas informações, podemos dizer que é o setor responsável pelo escoamento 
e comercialização dos produtos da agroindústria. Esse setor identifi ca o grau 
de desenvolvimento econômico de uma nação, tendo em vista que com o 
processo de globalização foi o setor da economia que mais se desenvolveu 
no mundo.
Elabore fl uxogramas identifi cando os componentes do setor primário, 
secundário e terciário das seguintes cadeias produtivas (carne, pescado, 
frutas e hortaliças, leite e panifi cação). Observe que um fl uxograma é um tipo 
de diagrama que realiza uma representação esquemática de um processo. 
e-Tec BrasilAula 1 – Conhecimentos básicos de planejamento, classifi cação e registro de agroindústrias 19
Realizada nossa atividade, iremos ler a seguinte notícia publicada pelo Jornal 
de Santa Catarina, disponível na internet no endereço eletrônico: http://
www.clicrbs.com.br/especial/sc/jsc/19,6,3086535,Inauguradas-no-
vas-instalacoes-da-Cooperativa-Industrial-em-Timbo.html
Notícias - Política |  25/10/2010 10h21min 
Inauguradas novas instalações da Cooperativa Industrial em Timbó
Antes a Coopercedros estava localizada no interior e tinha problemas de 
escoamento da produção. A Cooperativa Agroindustrial de Rio dos Cedros 
(Coopercedros) já não enfrenta mais problemas de escoamento da produção 
por estar localizada no interior. A prefeitura de Timbó concedeu um terreno 
e as novas instalações foram inauguradas na Rua José de Alencar, no bairro 
Industrial. O local é uma antiga escola municipal que estava desativada. Atu-
almente 19 famílias abastecem a cooperativa com leite, para uma produção 
média 20 mil litros/mês do produto pasteurizado. O leite Morro Azul já é 
distribuído em todo comércio da região. De acordo com o prefeito Laércio 
Schuster Júnior, o local deve contribuir com o sustento dessas famílias. De 
acordo com Isidor Gaulke, presidente da Coopercedros, entre o fi nal deste 
ano e início do ano que vem a cooperativa irá produzir queijo em escala co-
mercial. Também será colocado à disposição da comunidade o comércio de 
frutas, verduras, legumes, compotas, doces e salgados da colônia regional, 
ampliando o leque de produtos aos clientes. Atualmente a Coopercedros 
conta com 53 cooperados. 
Você conseguiu perceber qual a relação desse texto com a disciplina de 
Instalações Agroindustriais?
Podemos citar algumas relações como problemas no escoamento de produ-
ção que resultaram na construção de uma nova agroindústria, a reforma de 
uma antiga escola para construção da nova sede da indústria e a perspec-
tiva de crescimento da empresa por causa da implantação de novas linhas 
de processamento. 
Diante dessas observações, podemos analisar como é importante o 
planejamento de um empreendimento agroindustrial para evitar transtornos 
e prejuízos relacionados à reforma, demolição, mudança de sede etc.
Instalações Agroindustriaise-Tec Brasil 20
1.2 Requisitos básicos para a implantação 
de uma agroindústria: escolha da área
Vamos ver agora alguns requisitos necessários à implantação de uma 
agroindústria? A viabilidade para o correto funcionamento de uma agroin-
dústria tem seu início desde a escolha do local para a construção da fábrica 
e continua no processo de elaboração do projeto das edifi cações e escolha 
de equipamentos.
A escolha do terreno, que pode conter ou não alguma edifi cação, deve ser 
realizada através de uma avaliação criteriosa de alguns fatores de ordem 
física, geográfi ca e de infraestrutura local. Dessa forma, uma avaliação do 
terreno, considerando os fatores de ordem física, analisa as dimensões da 
área, tendo em vista a capacidade estimada de produção e a previsão de 
futuras expansões. A decisão de qual vai ser o tamanho adequado para 
as instalações está ligada diretamente à economia de escala, procurando o 
equilíbrio entre a escala de produção e o custo fi nal do produto. 
É importante que o tamanho da agroindústria possibilite a fl exibilização da 
produção necessária nos períodos de entressafra da principal matéria-prima 
a ser utilizada.
Considerando o terreno sob a ótica de avaliação geográfi ca, deve-se analisar 
a distância do mesmo dos principais centros de produção de matéria-prima e 
distribuição da produção, além de averiguar a facilidade de acesso, seja por 
meio de estradas, via marítima, pluvial ou aérea. 
Em relação à infraestrutura do terreno, deve-se considerar essencialmente 
a oferta de água (em quantidade e qualidade), eletricidade e meios de 
comunicação (telefone, internet), os quais deverão deter uma