A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Ciclo de Krebs

Pré-visualização | Página 1 de 1

Cicl� d� Kre��  
Resum� feit� por Izabell� Juli�  
  
A glicose é uma molécula com seis átomos de carbono que                      
quando passa pelo processo de glicólise no citoplasma, origina dois                    
piruvatos com três átomos de carbono cada, sem a necessidade do                      
uso de oxigênio.  
  
Os piruvatos passam por oxidação, que resultam na retirada de                    
um átomo de carbono, gerando assim, duas moléculas com dois                    
átomos de carbono cada, as quais são conhecidas como Acetil-CoA                    
(intermediário catabólico), produtos que dão início ao ciclo.  
  
As Acetil-CoA (moléculas de dois carbonos) e seus produtos são                    
catalisadas por enzimas que as fazem se fundir com um pouco de                        
ácido oxalacético (molécula de quatro carbonos), gerando ácido                
cítrico (molécula de seis carbonos).  
Em seguida, o ácido cítrico é oxidado em várias etapas e dois                        
carbonos retornam para o ácido oxalacético. Tendo em vista que                    
quando um carbono sai da molécula quer dizer que ele se ligou à um                            
oxigênio formando dióxido de carbono (CO2), em um ciclo são                    
formadas três moléculas de CO2 (como são dois piruvatos, são seis                      
moléculas).  
  
Outrossim, além de gerar carbonos, é importante lembrar que                  
esse ciclo tem a função de gerar NADHs, FADH2s e ATPs.  
  
Produt� por etap�  
● Glicólise: 2 ATPs e 2 NADH  
● Oxidação dos piruvatos (preparação): 1 NADH x 2 = 2 NADHs  
● Ciclo de Krebs  
➢ 3 NADHs x 2 = 6 NADHs;  
➢ 1 ATS x 2 = 2 ATPs;  
➢ 1 FADH2 x 2 = 2 FADH2s.  
P�-Cicl�  
● 4 ATPs  
● 10 NADHs -> 30 ATPs  
● 2 FADH2s -> 4 ATPs  
Resultado Final: produção de 38 ATPs.