A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
ATIVIDADE 2 (A2) - DIREITO APLICADO Á NEGÓCIOS

Pré-visualização | Página 1 de 2

Curso
	GRA1072 DIREITO APLICADO A NEGÓCIOS GR0672211 - 202110.ead-14685.01 
	Teste
	ATIVIDADE 2 (A2) 
	Iniciado
	30/04/21 15:36 
	Enviado
	30/04/21 16:20 
	Status
	Completada 
	Resultado da tentativa
	9 em 10 pontos   
	Tempo decorrido
	44 minutos 
	Resultados exibidos
	Respostas enviadas, Respostas corretas, Comentários 
· Pergunta 1 
1 em 1 pontos
	
	
	
	As responsabilidades dos sócios então expressas na própria designação “limitada” que relaciona ao fato da limitação dos sócios de acordo com o valor de suas quotas, como regra geral. 
 
A partir do texto, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas.
 
I. A sociedade limitada constitui-se mediante contrato escrito, particular ou público, nos termos do art. 997 do Código Civil.
 
PORQUE 
 
II. A limitação da responsabilidade está vinculada às quotas de cada sócio, o que demonstra como a sociedade possui responsabilidade limitada.
 
Em conformidade com o texto proposto, assinale a opção correta em relação as asserções. 
	
	
	
	
		Resposta Selecionada: 
	
A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa. 
	Resposta Correta: 
	
A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa. 
	Comentário da resposta: 
	Resposta correta. Sim, de acordo com o art. 997 do Código Civil A sociedade limitada constitui-se mediante contrato escrito, particular ou público. A limitação está vinculada a responsabilidade das quotas de cada sócio, e não é a sociedade que tem responsabilidade limitada. 
	
	
	
· Pergunta 2 
1 em 1 pontos
	
	
	
	O valor de cada ação de certa forma equivale a uma fração do capital social, contudo para se saber o valor real da ação é preciso subtrair o passivo do ativo, obtendo-se assim o patrimônio líquido da empresa, dividido pela quantidade das ações resulta no valor individual de cada ação. Considerando também seu valor de mercado para negociação.
 
Contudo, as ações podem ser classificadas em:
 
I.  ordinárias.
II. preferenciais. 
III. de fruição.
 
É correto apenas o que se afirma em 
	
	
	
	
		Resposta Selecionada: 
	
I, II e III. 
	Resposta Correta: 
	
I, II e III. 
	Comentário da resposta: 
	Resposta correta. Sim todas estão corretas, as ações são classificadas pela Lei das Sociedade Anônimas de acordo com suas espécies: ordinárias, preferenciais e de fruição.   
	
	
	
· Pergunta 3 
1 em 1 pontos
	
	
	
	Sociedade Empresária abrange vários tipos de sociedade, mas no sentido geral, é a reunião de pessoas que tem como objetivo exercer profissionalmente atividade econômica organizada para a produção ou circulação de bens ou serviços, visando o lucro, que deve ser compartilhado. As sociedades empresariais se dividem em duas espécies, as não personificadas (irregulares) e personificadas (regulares).
 
Considera-se sociedade não personificadas (irregulares): 
	
	
	
	
		Resposta Selecionada: 
	
Aquelas sociedades não registradas, despidas de personalidade jurídica. 
	Resposta Correta: 
	
Aquelas sociedades não registradas, despidas de personalidade jurídica. 
	Comentário da resposta: 
	Resposta correta. Considera – se sociedade Jurídica aquelas sociedades não registradas, despidas de personalidade jurídica. 
	
	
	
· Pergunta 4 
1 em 1 pontos
	
	
	
	As sociedades não personificadas não detêm registro algum, não tendo portanto relação com o mundo obrigacional do direito empresarial.
 
Trata-se de sociedade cujos atos constitutivos não foram devidamente inscritos, razão pela qual lhe falta personalidade jurídica: 
	
	
	
	
		Resposta Selecionada: 
	
Sociedade em comum/ de fato/ irregular. 
	Resposta Correta: 
	
Sociedade em comum/ de fato/ irregular. 
	Comentário da resposta: 
	Resposta correta. Conforme o art. 988, CC, apesar de não possuírem personalidade jurídica, configuram-se como empresários e desenvolvem atividade empresarial. Assim, a partir do exercício da atividade, com a aquisição de bens e dívidas, é constituído um “patrimônio especial”, referente ao patrimônio comum entre os sócios e construído a partir do vínculo societário. 
	
	
	
· Pergunta 5 
1 em 1 pontos
	
	
	
	“As causas de dissolução da companhia, bem como seu procedimento de liquidação e consequente extinção, estão tratados nos arts. 206 a 218 da LSA. O art. 206 elenca as causas de dissolução. Opera-se extrajudicialmente a dissolução da empresa: (a) pelo término do prazo de duração; (b) nos casos previstos no estatuto; (c) por deliberação da assembleia geral (art. 136, X); (d) pela unipessoalidade; ou (e) pela extinção de autorização para funcionar”.
VENOSA, S, S; RODRIGUES, C.  Direito Empresarial . São Paulo: Editora Atlas - 7ª edição, 2017, p.203.
 
A partir do texto, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas.
 
I. Quanto à morte de seus acionistas, não implica o encerramento da pessoa jurídica; pelo contrário, as ações passam a ser de titularidade de seus sucessores.
 
PORQUE 
 
II. A companhia dissolvida conserva a personalidade jurídica, até a extinção, com o fim de se proceder à liquidação.
 
Em conformidade com o texto proposto, assinale a opção correta em relação as asserções. 
	
	
	
	
		Resposta Selecionada: 
	
As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa correta da I. 
	Resposta Correta: 
	
As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa correta da I. 
	Comentário da resposta: 
	Resposta correta. As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa correta da I. De acordo com art. 298, III do Código Civil, se houver morte de seus acionistas, que não importa o encerramento da pessoa jurídica. Pelo contrário, as ações passam a ser de titularidade de seus sucessores. E companhia dissolvida conserva a personalidade jurídica, até a extinção, com o fim de se proceder à liquidação, conforme artigo 207 do Código Civil. 
	
	
	
· Pergunta 6 
1 em 1 pontos
	
	
	
	“A sociedade em conta de participação é uma sociedade que só existe entre os sócios, sendo inexistente para terceiros, mas isso não impede que terceiros tomem conhecimento da sua existência, pois não é algo tido como um segredo absoluto. Mesmo assim, há quem a chame de sociedade em conta de participação de sociedade secreta”.
TEIXEIRA, T.  Direito empresarial sistematizado: doutrina, jurisprudência e prática . [Livro Eletrônico]. São Paulo: Saraiva. 6ª edição, 2018, p. 311.
 
A partir do texto apresentado, no que tange à sociedade em conta de participação as afirmações, aponte a alternativa correta. 
	
	
	
	
		Resposta Selecionada: 
	
Esta espécie também possui o chamado “patrimônio especial”, que será consubstanciado pela contribuição do sócio participante com a do sócio ostensivo. 
	Resposta Correta: 
	
Esta espécie também possui o chamado “patrimônio especial”, que será consubstanciado pela contribuição do sócio participante com a do sócio ostensivo. 
	Comentário da resposta: 
	Resposta correta.  De acordo com o Código Civil, a sociedade em conta de participação também possui o “patrimônio especial”, ou seja, o patrimônio que será consubstanciado pela contribuição do sócio participante com a do sócio ostensivo. 
	
	
	
· Pergunta 7 
1 em 1 pontos
	
	
	
	“As sociedades empresárias são pessoas jurídicas de direito privado, constituídas para o exercício da atividade econômica organizada para a produção ou circulação de bens e serviços, de forma profissional... devem preencher os requisitos previstos no art. 104 do Código Civil vigente, quais sejam: agente capaz; objeto lícito, possível, determinado ou determinável; e forma prescrita ou não defesa em lei”.
SANCHEZ, Alessandro.  Direito Empresarial Sistematizado . [Livro Eletrônico]. São Paulo: Editora Método. 2018, p. 136.
 
A partir do texto, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas.
 
I. A regra geral diz respeito à união de pessoas para consecução das atividades empresariais, ou seja, pluralidade de sócios.
 
PORQUE 
 
II. Pela regra da união de pessoas para consecução das atividades