A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
290 pág.
Caderno de Apoio ao Professor_11º-1

Pré-visualização | Página 9 de 50

(acedido em 4 de janeiro de 2014) 
 
26 Editável e fotocopiável © Texto | Novo 11Q 
Instituto Português da Qualidade, Vocabulário Internacional de Metrologia (VIM), Joint Committee 
for Guides in Metrology, 2012. 
<http://www1.ipq.pt/PT/Metrologia/Documents/VIM_IPQ_INMETRO_2012.pdf> (acedido em 15 de 
outubro de 2013) 
Ministère de l’Éducation Nationale, de la Jeunesse et de la Vie Associative, République Française, 
Enseignement spécifique et de spécialité de physique-chimie de la série scientifique - classe 
terminale, Bulletin officiel spécial n° 8, 13 octobre 2011. 
<http://cache.media.education.gouv.fr/file/special_8_men/99/0/physique_chimie_S_195990.pdf> 
(acedido em 15 de outubro de 2013) 
Ministry of Education, Province of British Columbia, Canada, 2006, Chemistry 11 and 12: integrated 
resource package 2006. 
<http://www.bced.gov.bc.ca/irp/pdfs/sciences/2006chem1112.pdf> (acedido em 7 de outubro de 
2013) 
OECD, PISA 2009 Results: What Students Know and Can Do – Student Performance in Reading, 
Mathematics and Science (Volume I), 2010. 
OECD, PISA 2012 Results: What Students Know and Can Do – Student Performance in Mathematics, 
Reading and Science (Volume I), 2013. 
OCR Recognising Achievement, GCE Chemistry A v4, AS/A Level GCE, United Kingdom, 2013. 
<http://www.ocr.org.uk/Images/81089-specification.pdf> (acedido em 15 de outubro de 2013) 
Royal Society of Chemistry, Chemistry for Tomorrow's World, Report with potential opportunities for 
the Chemical Sciences in 41 global challenge areas, 2009. 
<http://www.rsc.org/images/Roadmapfull_tcm18-221545.pdf> (acedido em 7 de outubro de 2013) 
Stanco, G.M., Mullis, I.V.S., Martin, M.O. and Foy, P., A., Trends in International Mathematics and 
Science Study, TIMMS-2011 International Results in Science, Chestnut Hill, MA: TIMSS and 
PIRLS International Study Center, Boston College and International Association for the 
Evaluation of Educational Achievement: IEA Secretariat, 2012. 
The College Board, AP Chemistry: Curriculum Framework 2013–2014, New York, 2011. 
<media.collegeboard.com/digitalServices/pdf/ap/11_3461_AP_CF_Chemistry_WEB_110930.pdf> 
(acedido em 3 de Dezembro de 2013) 
The College Board, Science: College Board Standards for College Success, New York, 2009. 
<http://apcentral.collegeboard.com/apc/public/repository/cbscs-science-standards-2009.pdf> (acedido 
em 17 de outubro de 2013) 
 
 Editável e fotocopiável © Texto | Novo 11Q 27 
Calendarização anual 
 
 
 
O Programa de Física e Química A enfatiza de várias formas a flexibilidade. De facto, a flexibilidade 
curricular implica um trabalho de planificação e calendarização por parte do professor. Apresentamos, 
por isso, uma calendarização que pode servir de guia (ainda que não rígido) para professores. 
Por cada subdomínio inclui-se até mais três aulas para além das sugeridas no programa da disciplina 
dando assim margem para o professor integrar, quando achar conveniente, por exemplo, momentos de 
reforço teórico-prático ou de avaliação formativa (ou sumativa). 
 
28 Editável e fotocopiável © Texto | Novo 11Q 
 
CA
LE
ND
AR
IZ
AÇ
ÃO
 (s
em
an
as
) 
1 
2 
3 
4 
5 
6 
7 
8 
9 
10
 
11
 
12
 
13
 
14
 
15
 
16
 
1.
1 
As
pe
to
s 
qu
an
tit
at
iv
os
 d
as
 
re
aç
õe
s q
uí
m
ica
s 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
AL
 1
.1
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
1.
2 
Eq
ui
líb
rio
 q
uí
m
ico
 
e 
ex
te
ns
ão
 d
as
 
re
aç
õe
s q
uí
m
ica
s 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
AL
 1
.2
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
2.
1 
Re
aç
õe
s á
cid
o-
-b
as
e 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
AL
 2
.1
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
AL
 2
.2
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
2.
2 
Re
aç
õe
s d
e 
ox
id
aç
ão
-re
du
çã
o 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
AL
 2
.3
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
2.
3 
So
lu
çõ
es
 e
 
eq
ui
líb
rio
 d
e 
so
lu
bi
lid
ad
e 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
AL
 2
.4
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 Editável e fotocopiável © Texto | Novo 11Q 29 
Planificação a médio prazo 
 
 
 
Planificação a médio prazo 
Apresenta-se uma proposta de planificação a médio prazo dos dois domínios da química do 11.o 
ano de escolaridade, cujas linhas estruturantes passaram por: 
 
• Identificar e ordenar os conteúdos bem como os respetivos descritores das metas curriculares que 
lhes correspondem. 
• Identificar os recursos que visam contribuir para a consecução das metas delineadas, em 
 , bem como a sua localização no Novo 11Q, Caderno de Exercícios e Problemas e 
Caderno de Apoio ao Professor. 
 
 
30 Editável e fotocopiável © Texto | Novo 11Q 
Do
m
ín
io
 
Eq
ui
líb
rio
 q
uí
m
ico
Su
bd
om
ín
io
 
As
pe
to
s q
ua
nt
ita
tiv
os
 d
as
 re
aç
õe
s q
uí
m
ica
s
O
bj
et
iv
o 
ge
ra
l 
Co
m
pr
ee
nd
er
 a
s r
el
aç
õe
s q
ua
nt
ita
tiv
as
 n
as
 re
aç
õe
s q
uí
m
ica
s e
 a
pl
icá
-la
s n
a 
de
te
rm
in
aç
ão
 d
a 
ef
ici
ên
cia
 d
es
sa
s r
ea
çõ
es
. 
Co
nt
eú
do
s 
M
et
as
 C
ur
ric
ul
ar
es
 
Re
cu
rs
os
 
!
Re
aç
õe
s q
uí
m
ica
s 
#
eq
ua
çõ
es
 q
uí
m
ica
s 
#
cá
lcu
lo
s 
es
te
qu
io
m
ét
ric
os
 
!
Re
ag
en
te
 li
m
ita
nt
e 
e 
re
ag
en
te
 e
m
 e
xc
es
so
 
!
Gr
au
 d
e 
pu
re
za
 d
e 
um
a 
am
os
tr
a 
!
Re
nd
im
en
to
 d
e 
um
a 
re
aç
ão
 q
uí
m
ica
 
!
Ec
on
om
ia
 a
tó
m
ica
 e
 
«q
uí
m
ica
 v
er
de
» 
!
AL
 1
.1
 S
ín
te
se
 d
o 
ác
id
o 
ac
et
ils
al
icí
lic
o 
1.
1 
In
te
rp
re
ta
r o
 si
gn
ifi
ca
do
 d
as
 e
qu
aç
õe
s q
uí
m
ica
s e
m
 te
rm
os
 d
e 
qu
an
tid
ad
e 
de
 m
at
ér
ia
 e
 re
la
cio
na
r 
o 
re
sp
et
iv
o 
ac
er
to
 co
m
 a
 co
ns
er
va
çã
o 
da
 m
as
sa
 (L
ei
 d
e 
La
vo
isi
er
). 
1.
2 
Ef
et
ua
r c
ál
cu
lo
s e
st
eq
ui
om
ét
ric
os
 co
m
 b
as
e 
em
 e
qu
aç
õe
s q
uí
m
ica
s.
 
1.
3 
Id
en
tif
ica
r r
ea
ge
nt
e 
lim
ita
nt
e 
e 
re
ag
en
te
 e
m
 e
xc
es
so
 n
um
a 
re
aç
ão
 q
uí
m
ica
. 
1.
4 
In
te
rp
re
ta
r o
 g
ra
u 
de
 p
ur
ez
a 
de
 u
m
a 
am
os
tr
a.
 
1.
5 
In
di
ca
r q
ue
 o
s r
ea
ge
nt
es
 p
od
em
 a
pr
es
en
ta
r d
ife
re
nt
es
 g
ra
us
 d
e 
pu
re
za
 e
 q
ue
 d
ev
em
 se
r e
sc
ol
hi
do
s 
co
ns
oa
nt
e 
as
 fi
na
lid
ad
es
 d
e 
us
o 
e 
cu
st
o.
 
1.
6 
Di
st
in
gu
ir 
re
aç
õe
s c
om
pl
et
as
 d
e 
in
co
m
pl
et
as
. 
1.
7 
Ef
et
ua
r 
cá
lcu
lo
s 
es
te
qu
io
m
ét
ric
os
 e
nv
ol
ve
nd
o 
re
ag
en
te
 l
im
ita
nt
e/
em
 e
xc
es
so
, 
re
nd
im
en
to
 d
a 
re
aç
ão
 e
 g
ra
u 
de
 p
ur
ez
a 
do
s r
ea
ge
nt
es
. 
1.
8 
As
so
cia
r «
ec
on
om
ia
 a
tó
m
ica
 p
er
ce
nt
ua
l»
 à
 ra
zã
o 
en
tr
e 
a 
m
as
sa
 d
e 
át
om
os
 d
e 
re
ag
en
te
s 
qu
e 
sã
o 
in
co
rp
or
ad
os
 n
o 
pr
od
ut
o 
de
se
ja
do
 e
 a
 m
as
sa
 t
ot
al
 d
e 
át
om
os
 n
os
 r
ea
ge
nt
es
, 
ex
pr
es
sa
 e
m
 
pe
rc
en
ta
ge
m
. 
1.
9 
Co

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.