A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
COMPONENTES CELULARES

Pré-visualização | Página 1 de 2

@medvet.rotina Citologia 
@medvet.rotina 
 
COMPONENTES CELULARES 
CÉLULA PROCARIONTE E EUCARIONTE 
 Célula é a menor unidade funcional de um 
organismo. Todos os seres vivos, com exceção 
dos vírus, são constituídos por células 
 Célula Procarionte: Não possuem núcleo 
individualizado, pois não tem membrana 
nuclear (carioteca), que separa o material 
nuclear do material citoplasmático. Possui 
nucleoide região ocupada pelos cromossomos 
da célula (material genético), pois está 
“esparramado” em meio a um conteúdo 
citoplasmático. É característica de bactérias, 
cianobactérias. 
 
Material genético: DNA (nucleoide) 
 Célula Eucarionte: Possui um núcleo 
individualizado (separado do citoplasma pela 
membrana nuclear). É característica de 
animais, vegetais, algas, protozoários e 
fungos. 
 
MEMBRANA PLASMÁTICA 
 Também conhecida como membrana 
citoplasmática e celular, envolve e protege as 
células, está presente em qualquer tipo de 
célula. É formada por fosfolipídios, proteínas e 
possui também alguns glicídios ligados a 
certas proteínas ou lipídios, formando com 
elas moléculas de glicoproteínas ou de 
glicolipídios. A célula precisa adquirir certas 
substâncias do meio externo ou eliminar para 
poder sobreviver, a passagem de substâncias 
através da membrana pode ser realizada por 
mecanismo de transporte ativo e passivo. 
CE/CP 
 Transporte passivo: Se faz sem 
consumo ou gasto de energia (ATP) 
por parte da célula. As moléculas 
passam livremente através dos poros 
e canais existentes na membrana, por 
meio da difusão. A difusão é o fluxo 
de partículas (moléculas, íons) de uma 
região, onde há maior concentração 
de partículas para outra região, onde 
a menor concentração de partículas. 
Esse fluxo ou passagem de partículas 
é feito até que se estabeleça a 
homeostase entre as duas regiões. Na 
difusão acontece a osmose (difusão 
apenas de solventes) um caso 
particular, A passagem do solvente 
(água) se faz da solução hipotônica 
(menos concentrada ou mais diluída) 
para a solução hipertônica (mais 
concentrada e menos diluída), até que 
as duas soluções atinjam uma 
situação de equilíbrio (ou seja, 
situação de isotonia- igualdade de 
concentração). A membrana não é 
semipermeável perfeita, pois permite 
passagem do solvente e de certos 
tipos de solutos. 
 A difusão através da membrana pode 
ser simples ou facilitada: Na difusão 
simples, as partículas atravessam a 
membrana sem a ajuda de proteínas 
carregadoras ou transportadoras, 
@medvet.rotina Citologia 
@medvet.rotina 
 
denominadas permease, que existem 
nas membranas. Na difusão facilitada, 
a passagem das substancias através 
da membrana é feita com a ajuda da 
permeases, proteínas e da própria 
membrana especializadas no 
reconhecimento e no transporte de 
substâncias. 
 Transporte ativo: Requer gasto de 
energia (ATP), as substancias passam 
da região de onde estão em menor 
concentração, para outra região onde 
já estão em maior concentração e para 
isso ocorrer há o gasto de energia. O 
transporte também acontece com a 
participação de proteínas 
transportadoras da membrana. 
 Bomba de sódio e potássio: Através 
do mecanismo da bomba de sódio e 
potássio, a célula consegue manter 
concentrações diferentes de sódio e 
potássio entre o meio intracelular e 
extracelular. O NA (sódio) tem a maior 
concentração no meio extracelular, o 
que é importante para o equilíbrio 
osmótico e o K (potássio) tem a maior 
concentração no meio intracelular, o 
que é importante para a respiração 
celular e para a síntese de proteínas. 
Esse mecanismo envolve a 
participação de proteínas 
transportadoras, que conduz para 
dentro ou fora da célula e para que 
isso ocorra é necessária energia 
fornecida pelo ATP. Nisso acontece a 
entrada de potássio nas células, e a 
saída de sódio para o meio 
extracelular. 
 
 
 Endocitose: É um englobamento de 
partículas ou macromoléculas 
presentes no meio extracelular e que 
não conseguem entrar na célula por 
transporte ativo, nem por transporte 
ativo. É dividida em Fagocitose e 
Pinocitose. A Fagocitose, consiste na 
entrada de matérias sólidos, emitem 
pseudópodes (engloba a partícula 
para levar para dentro da célula), suas 
finalidades são obtenção de alimentos 
e defesa contra corpos estranhos, em 
nossa espécie existem linhagens de 
células, como macrófagos e os 
leucócitos, especializados em realizar 
fagocitose, com o objetivo de 
capturar e de destruir corpos 
estranhos. A Pinocitose, entram 
partículas dissolvidas em água. 
CITOPLASMA 
 Nas células procariontes, o citoplasma 
compreende toda região interna da célula 
delimitada pela membrana plasmática. Nas 
células eucariontes, o citoplasma é a região 
entre a membrana plasmática e nuclear. 
 Hialoplasma: Também conhecido como matriz 
citoplasmática, citosol, está presente em 
qualquer tipo de célula (CE,CP).Acontecem 
importantes reações do metabolismo celular, 
como as reações da glicólise, muitas 
substancias de reserva como as gorduras, o 
amido, e o glicogênio ficam armazenadas. 3 
tipos de filamentos proteicos podem ser 
encontrados imersos no hialoplasma das CE: 
@medvet.rotina Citologia 
@medvet.rotina 
 
Os microfilamentos(constituídos por proteína 
actina) permite movimento na célula, 
microtúbulos (constituídos por tubalinas) 
organização celular, transporte de substâncias, 
filamentos intermediários (formado por uma 
grande família proteica, a mais importante é a 
queratina. Aumenta a resistência da célula às 
tensões e ajudam na sustentação mecânica do 
núcleo e das organelas citoplasmáticas, 
estrutura e formato da célula), juntos eles 
formam uma rede de filamentos e túbulos 
entrelaçados e interligados chamada de 
CITOESQUELETO, que é responsável pela 
manutenção da forma da célula e por 
determinados tipos de movimentos celulares, 
como a ciclose e os movimentos ameboides 
(transporte de substâncias) que é realizado 
pelas amebas, macrófagos e leucócitos 
 Células Procariontes não possuem 
citoesqueleto. 
 Centrossomos: Além de originar os 
microtúbulos, formam o áster (na 
div.celular) 
 Centríolo: São formados pelos microtúbulos. 
Auxiliam na formação cílios e flagelos, auxiliam 
na divisão celular. CE 
 Retículo Endoplasmático: É encontrado apenas 
em células eucariontes. É subdividido em LISO 
(não granuloso), não possui ribossomo 
aderidos ás suas paredes, síntese de lipídeos 
(hormônios esteroides-colesterol-lipídios- RTE 
liso), responsável por desintoxicação celular 
absorve substâncias tóxicas, modificando e 
destruindo, reserva de íons cálcio (células 
musculares) RUGOSO (granuloso), possui 
ribossomos aderidos ás suas paredes, síntese 
de muitas proteínas para secreção (para fora 
da célula). 
 Complexo de Golgi: CE Organela relacionada 
com retículo endoplasmático liso. São 
responsáveis pela secreção celular (transporte 
por vesículas) substancias que as células 
produzem e exportam para o meio 
extracelular, portanto exercem suas ações em 
outro locar, e não no interior da célula que 
foram produzidas. Síntese de 
mucopolissacarídeos (São formados por 
proteínas e polissacarídeos, são encontradas 
em nossas vias respiratórias e digestivas, 
exercem funções de proteção e lubrificação 
das mucosas). Relacionado com a produção 
de lipídios esterídeos (estrógenos, 
testosterona). Forma o Acrossomo (corpúsculo 
que contém enzima hialuronidase, encontrado 
na cabeça do espermatozoide, para 
perfuração da camada de ácido hialurônico 
que envolve o gameta feminino. 
 Ribossomos: Acelera processos de síntese 
proteica. -CE/CP 
 Lisossomo: CE Originaria no sistema golgiense, 
contendo enzimas digestivas. Essas enzimas 
são produzidas no RER e dai vão para o 
sistema golgiense. Tem como função realizar a 
digestão intracelular, essa digestão pode ser 
por HETEROFAGIA, digestão de material