A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
13 pág.
Interpretação de Hemogramas

Pré-visualização | Página 4 de 4

infecção bacteriana. Os bastonetes também estão elevados, comprovando a possível infecção. 
VCM= 76,98fL, HCM= 25pcg, CHCM= 32,47%. 
1.260 bastonetes, 9.940 neutrófilos, 420 eosinófilos, 140 basófilos, 1.820 linfócitos, 420 monócitos. 
 
Hemograma 7: Os basófilos são responsáveis por processos alérgicos ou inflamatórios, o número elevado de basófilos e 
eosinófilos indicam alguma alergia, podendo ser asma, rinite, sinusite, entre outras. eosinofilia -> parasitose 
VCM= 105,22fL, HCM= 34,14pcg, CHCM= 32,45%. 
130 bastonetes, 7.800 neutrófilos, 1.820 eosinófilos, 780 basófilos, 2.210 linfócitos, 260 monócitos. 
 
Hemograma 8: Presença de linfocitose indicando uma infecção viral, comprovando isso há um baixo nível de neutrófilos 
segmentados e a presença de linfócitos atípicos. Deve ser realizado teste de vírus Epstein-Baar para verificação. 
VCM= 87,31fL, HCM= 28,85pcg, CHCM= 33,04%. 
180 bastonetes, 2.880 neutrófilos, 540 eosinófilos, 0 basófilos, 13.140 linfócitos, 900 monócitos, 360 linfócitos atípicos. 
 
Hemograma 9: Neutropenia e linfocitose, possível diagnóstico para infecção viral. 
VCM= 84,40fL, HCM= 28,84pcg, CHCM= 34,17%. 
110 bastonetes, 1.980 neutrófilos, 110 eosinófilos, 0 basófilos, 7.920 linfócitos, 220 monócitos, 660 linfócitos atípicos. 
 
Hemograma 10: Leucocitose com neutrofilia, indicando infecção bacteriana. 
 
 
VCM= 57,96fL, HCM= 17,8pcg, CHCM= 30,80%. 
4.080 bastonetes, 25.160 neutrófilos, 1.020 eosinófilos, 0 basófilos, 2.380 linfócitos, 680 monócitos, 680 metamielócitos. 
 
Hemograma 11: não há presença de alteração no hemograma. 
VCM=49,49fL, HCM= 15,75pcg, CHCM= 31,83%. 
180 bastonetes, 4.500 neutrófilos, 360 eosinófilos, 0 basófilos, 3.600 linfócitos, 360 monócitos. 
 
Hemograma 12: Neutrófilos elevados podem indicar uma infecção bacteriana; VCM e HCM baixos indicam falta de 
vitaminas. 
VCM=91,84fL, HCM= 30,61pg, CHCM= 33,33%. 
180 bastonetes, 12.780 neutrófilos, 540 eosinófilos, 180 basófilos, 3.780 linfócitos, 540 monócitos. 
 
Hemograma 13: Pelo aumento de linfócitos pode indicar uma infecção, é necessário realizar outros exames de acordo com 
sintomas do paciente para ter certeza. Os bastonetes baixos não necessariamente indicam algum problema em relação ao 
hemograma num todo. 
VCM= 87,09fL, HCM= 29,67pcg, CHCM= 34,07%. 
30 bastonetes, 1.200 neutrófilos, 30 eosinófilos, 0 basófilos, 1.680 linfócitos, 60 monócitos. 
 
Hemograma 14: Leucocitose provocada por eosinofilia é um importante fator para alergias, podem ocorrer também por 
parasitoses. 
VCM=69,55fL, HCM= 225,2pcg, CHCM= 32,38%. 
280 bastonetes, 6.300 neutrófilos, 1.820 eosinófilos, 0 basófilos, 5.040 linfócitos, 560 monócitos. 
 
Hemograma 15: Alto nível de leucócitos indica leucemia mielogênica aguda, presença de hiato leucêmico (blastos são 
mielóides) e eosinofilia. 
VCM= 95,12fL, HCM= 33,17pcg, CHCM= 34,87%. 
 
 
282.800 blastos, 20.200 bastonetes, 68.680 neutrófilos, 24.240 linfócitos, 8.080 monócitos, 0 promielócitos, 0 mielocitos, 0 
metamielócitos, 0 eosinófilos, 0 basófilos. 
 
Hemograma 16: Leucemia crônica, presença de neutrofilia e leucocitose, linfócitos estão abaixo do referência devido a 
leucemia. 
VCM= 83,59Fl, HCM= 28,12pcg, CHCM= 33,64%. 
1.540 mielócitos, 4.620 metamielócitos, 13.860 bastonetes, 120.120 neutrófilos, 1.540 eosinófilos, 7.700 linfócitos, 4.620 
monócitos, 0 blastos, 0 promielócitos, 0 basófilos.