A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
67 pág.
FRoNt_SENAD_MJSP_Modulo_1

Pré-visualização | Página 1 de 14

MÓDULO 1
INTRODUÇÃO
 
GOVERNO FEDERAL 
MINISTÉRIO DA JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA 
SECRETARIA NACIONAL DE POLÍTICAS SOBRE DROGAS 
 
SECRETÁRIO NACIONAL 
Luiz Roberto Beggiora 
 
DIRETOR DE POLÍTICAS PÚBLICAS 
E ARTICULAÇÃO INSTITUCIONAL 
Gustavo Camilo Baptista 
 
COORDENADOR-GERAL DE PESQUISA E FORMAÇÃO
Carlos Timo Brito
 
CONTEUDISTAS 
George Felipe Lima Dantas
Isângelo Senna da Costa 
 
REVISÃO DE CONTEÚDO 
Carlos Timo Brito
Fernanda Flavia Rios dos Santos 
 
APOIO 
Ana Carolina Pastorino Magalhães
Daphne Sarah Gomes Jacob
Eurides Branquinho da Silva
Maria Aparecida Alves Dias
Maria de Fatima Pinheiro de Moura Barros
Tatiana Almeida Santos
EXPEDIENTE
Baixe o aplicativo Zappar no seu celular ou tablet
REALIDADE AUMENTADA (RA) 
Nas páginas deste material encontram-se códigos como este ao lado 
que dão acesso a conteúdos extras. Para visualizá-los, baixe o aplicativo 
Zappar no seu celular ou tablet e enquadre os códigos no aplicativo (você 
precisa ter conexão à internet).
Todo o conteúdo do Curso FRoNt - Fundamentos para Repressão ao Narcotráfico e ao 
Crime Organizado, da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD), Ministério 
da Justiça e Segurança Pública (MJSP) do Governo Federal - 2021, está licenciado sob 
a Licença Pública Creative Commons Atribuição - Não Comercial- Sem Derivações 
4.0 Internacional.
BY NC ND
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (SEAD)
SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA
Luciano Patrício Souza de Castro
labSEAD
COORDENAÇÃO GERAL
Luciano Patrício Souza de Castro
FINANCEIRO
Fernando Machado Wolf
SUPERVISÃO TÉCNICA EAD
Giovana Schuelter 
SUPERVISÃO DE PRODUÇÃO DE MATERIAL
Francielli Schuelter 
SUPERVISÃO DE MOODLE
Andreia Mara Fiala 
SECRETARIA ADMINISTRATIVA
Caroline da Rosa 
Gabriela Cassiano Abdalla
DESIGN INSTRUCIONAL
Supervisão: Milene Silva de Castro
Danrley Mauricio Vieira
Márcia Melo Bortolato
Marielly Agatha Machado
DESIGN GRÁFICO
Supervisão: Fabrício Sawczen
Heliziane Barbosa
Juliana Jacinto Teixeira
Luana Pillmann de Barros
Vinicius Alves Jacob Simões
REVISÃO TEXTUAL
Supervisão: Cleusa Iracema Pereira Raimundo
Isadora da Silveira Calônico
PROGRAMAÇÃO
Supervisão: Alexandre Dal Fabbro
Cleberton de Souza Oliveira
Thiago Assi
AUDIOVISUAL
Supervisão: Rafael Poletto Dutra
Fabíola de Andrade
Luiz Felipe Moreira Silva Oliveira
Renata Gordo Corrêa
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
Dalmo Tsuyoshi Venturieri
Wilton Jose Pimentel Filho
SUMÁRIO
Unidade 1 | aSPeCTOS MeRCadOLÓGICOS 
dO naRCOTRÁFICO e dO CRIMe 
ORGanIZadO
Unidade 2 | CRIMe, ORGanIZaÇÕeS 
CRIMInOSaS e naRCOTRÁFICO
1.1 Economia das drogas
2.1 Crime organizado
1.2 Mercados ilegais
2.2 Organizações criminosas (características e 
peculiaridades de uma ORCRIM)
6
6
37
aPReSenTaÇÃO 5
Unidade 3 | eLeMenTOS HISTÓRICOS, 
SOCIOeCOnÔMICOS e nORMaTIVOS 
dO CRIMe ORGanIZadO e dO 
naRCOTRÁFICO
3.1 Violência e drogas no Brasil e no mundo
3.2 Caracterização da criminalidade no Brasil
47
1.3 Redução da oferta de drogas
17
29
2.3 Narcotráfico/tráfico de drogas
37
41
44
3.3 Peculiaridades do Sistema de Justiça 
Criminal brasileiro
47
51
55
ReFeRÊnCIaS 62
Curso FRoNt
MÓDULO 1 - INTRODUÇÃO 5
aPReSenTaÇÃO
Olá, cursista! 
Seja bem-vindo ao nosso primeiro módulo do curso.
Neste módulo, trataremos da problemática do narcotráfico e do crime 
organizado, por meio de uma abordagem multidisciplinar que leva em 
conta, por exemplo, aspectos econômicos, sociais, culturais e psico-
lógicos. Nesse sentido, apresentaremos reflexões que nos permitam 
entender no que consiste a economia das drogas e quais os elementos 
que compõem o mercado das drogas. Outros pontos abordados no 
módulo dizem respeito a concepções nacionais e internacionais do 
que vem a ser o crime organizado e as organizações criminosas em 
suas interfaces com a violência e com o Sistema de Justiça Criminal.
ObjeTiVOS dO MÓdULO
 � Descrever noções e conceitos essenciais à temática narcotráfico 
e crime organizado.
 � Examinar a problemática do mercado das drogas em seus 
diferentes níveis e interfaces com áreas do conhecimento como 
Direito, Economia e Psicologia.
 � Identificar os contornos conceituais da violência com enfoque 
em suas interações com a temática das drogas.
 � Discutir aspectos relevantes do Sistema de Justiça Criminal 
brasileiro em face de fenômenos relativos ao narcotráfico e ao 
crime organizado.
Enquadre no seu celular 
ou tablet o código de 
REALIDADE AUMENTADA 
do aplicativo Zappar 
para assistir ao vídeo de 
apresentação do módulo.
RA
Curso FRoNt
MÓDULO 1 - INTRODUÇÃO 6
UnIdade 1
aSPeCTOS MeRCadOLÓGICOS 
dO naRCOTRÁFICO e dO CRIMe 
ORGanIZadO
Nesta unidade, apresentaremos as principais noções e conceitos re-
lacionados aos aspectos mercadológicos do crime organizado e do 
narcotráfico, assim como os aspectos relacionados à oferta de drogas. 
Para compor nossa reflexão, vamos nos valer de aspectos econômicos, 
sociais, culturais e psicológicos que circundam o problema.
Para entender como se estrutura o sistema de economia das drogas, 
avance para o próximo tópico.
COnTexTUaLiZandO 
1.1 eCOnOMia daS dROGaS
A questão das drogas é um tema bastante presente e controver-
tido politicamente na vida contemporânea. Você já deve ter ouvido 
discussões que perpassam esse assunto, em ambientes diferentes, 
por diversas pessoas. De fato, o problema das drogas causa pressão 
nas áreas da saúde, educação, segurança pública, gestão prisional e 
assistência social, entre outras.
Foto: © [Haider] / Adobe Stock.
Os hospitais, presídios e centros de recuperação de dependentes 
químicos mostram uma face grotesca do que começa com a produção 
de substâncias de uso ilícito, normalmente Cannabis e cocaína, seu 
transporte e depois tráfico de forma pulverizada nas áreas urbanas 
da maior parte do mundo, uma verdadeira epidemia silenciosa.
Curso FRoNt
MÓDULO 1 - INTRODUÇÃO 7
Nas ruas da maioria das capitais do país, usuários de 
drogas são vistos nas sinaleiras, numa situação degradante, 
pedindo moedas e mendigando qualquer centavo para 
compra de droga.
 (SOUZA; CALVETE, 2017)
Você perceberá, ao longo deste módulo, que a questão das drogas 
é bastante complexa, a começar por sua natureza sanitária, social 
e econômica. A dependência química é uma doença com várias ex-
pressões e com relação a diferentes drogas. 
O Código Internacional de Doenças (2013), em sua décima 
edição, aponta os vários diagnósticos correspondentes 
(disponível em: https://cid10.com.br/).
Saiba MaiS
Para falarmos da relação entre economia e drogas, é necessário 
falarmos de Gary Becker (Prêmio Nobel de Ciências Econômicas de 
1992) e sua contribuição para o estudo da chamada Economia do 
Crime. Em 2004, Becker e colaboradores focaram o tema específico 
da Teoria Econômica dos Bens Ilegais: o Caso das Drogas. Veja:
Becker (1974, p. 4) pressupõe que o crime é uma atividade 
ou ‘indústria’ economicamente relevante, conquanto 
negligenciada pelos economistas; conjectura, na sequência, 
que a negligência resulta de atitude que concebe a atividade 
ilegal como demasiadamente imoral para que receba uma 
atenção científica sistemática.
(CARDOSO, 2018, p. 185)
A ideia da descriminalização das drogas foi levantada por Becker e 
colaboradores. O famoso e premiado economista, juntamente com 
outros dois pesquisadores da Universidade de Cambridge, Inglaterra, 
estimaram teoricamente que os custos sociais da criminalização das 
drogas poderiam superar seus efeitos benéficos (BECKER; MURPHY; 
GROSSMAN, 2006, p. 38 apud CARDOSO, 2018, p. 185).
https://cid10.com.br/
Curso FRoNt
MÓDULO 1 - INTRODUÇÃO 8
“The Business of Drugs”, em inglês original, ou 
“Drogas: oferta e demanda”, em português, é uma série, 
disponível no aplicativo Netflix desde 2020. 
A apresentadora da série é uma ex-analista da Agência 
Central de Inteligência dos Estados Unidos da América 
que esteve por vários anos no enfrentamento da questão 
das drogas. No trailer da série, a apresentadora declara 
que a única maneira

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.