A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
15 pág.
Prova Sociedade Brasileira e Cidadania

Pré-visualização | Página 2 de 3

e Brasil, são exemplos de crimes 
contra a humanidade, pela prática da tortura de dissidentes políticos. 
III- A lógica do punitivismo, do castigo e da pena presente nos momentos 
mais obscuros e mortíferos da humanidade, não estão presentes no 
funcionamento do Estado democrático. 
Assinale a alternativa correta 
A) 
 
As afirmações I e II estão corretas. 
B) 
 
As afirmações I e III estão corretas. 
C) 
 
As afirmações II e III estão corretas. 
D) 
 
Somente a afirmação I está correta. 
E) 
 
Somente a afirmação II está correta. 
Questão 6 
No século XVIII na Europa, o poder do monarca absolutista passa a ser 
questionado pela burguesia, sendo uma afronta à liberdade individual. Essa 
nova mentalidade representará o anseio de contenção do poder soberano e 
a emergência de estruturas republicanas. 
Com base na afirmação em tela, analise a relação entre as asserções 
I-O liberalismo político reduz as funções do Estado, de modo a classificá-lo 
como "Estado mínimo" ou "Estado de polícia", concentrando a atuação 
pública na proteção das garantias individuais, como o direito à propriedade 
privada, na manutenção da ordem social e na defesa frente a ameaças 
externas. 
 Porque 
II-Segundo John Locke (1632-1704) as monarquias constitucionais, partem 
da lógica de separação dos poderes, contendo dessa maneira o poder do 
soberano. 
Sobre as asserções, é correto afirmar que 
A) 
 
A asserção I é uma afirmação falsa; e a II verdadeira. 
B) 
 
As asserções I e II são falsas. 
C) 
 
As asserções I e II são verdadeiras, mas não estabelecem relação entre si. 
D) 
 
A asserção I é uma afirmação verdadeira; e a II é falsa. 
E) 
 
As asserções I e II são verdadeiras, e a segunda é uma justificativa correta 
da primeira. 
Questão 7 
O desemprego, a desigualdade social e a violência, que vivemos nos dias 
atuais, são problemas sociais que estão vinculados aos efeitos do 
individualismo. Sobre o individualismo, coloque C(certo) E (errado). 
( ) A valorização exagerada do individualismo e a negação dos vínculos 
coletivos do ser humano afetam as relações em sociedade. 
( ) A natureza humana egoísta e insensível decorre das experiências que os 
indivíduos carregam em seu mapa genéticos. 
( ) A competição individualista tende a apresentar profundos efeitos sociais 
negativos, pois reduz a importância do coletivo para a compreensão e 
melhoria da sociedade 
Assinale a sequência correta 
A) 
 
C;C;C. 
B) 
 
C;E;E. 
C) 
 
C;E;C. 
D) 
 
E;C;C. 
E) 
 
E;E;E. 
Questão 8 
Vamos imaginar que um médico legista que tem acesso aos corpos de 
vítimas de acidentes fatais; preocupado com a baixa disponibilidade de 
órgãos para doação, ele (o médico) resolve, por conta própria e sem 
qualquer autorização formal, extrair dos finados os órgãos que permanecem 
funcionais, destinando-os à doação. Avalie a atitude do médico, de acordo 
com a ética de Kant nas preposições I e II e suas relações. 
I – Kant parte da abordagem deontológica de percepção principiológica dos 
deveres e direitos vigentes , portanto, a atitude do médico é incorreta, 
Porque 
II- Na perspectiva universalista, a retirada dos órgãos sem autorização 
prévia do falecido ou dos familiares não deve ocorrer. 
Assinale a afirmação correta 
A) 
 
A proposição I está incorreta e a II correta. 
B) 
 
As proposições I e II estão corretas e a II justifica a I. 
C) 
 
A proposição I está correta e a II incorreta. 
D) 
 
As proposições I e II estão incorretas. 
E) 
 
As proposições I e II estão corretas, mas não se relacionam. 
Questão 9 
O Brasil é o sétimo país mais desigual do mundo, segundo o último relatório 
divulgado pelo Pnud (Programa das Nações Unidas para o 
Desenvolvimento), ficando atrás apenas de nações do continente africano, 
como África do Sul, Namíbia, Zâmbia, República Centro-Africana, Lesoto e 
Moçambique. O levantamento tem como base o coeficiente Gini, que mede 
desigualdade e distribuição de renda. [...] A desigualdade mostrada pelo 
relatório pode ser explicada por uma série de fatores, segundo Katia Maia, 
diretora executiva da Oxfam Brasil. Três deles, contudo, são determinantes 
para que o país permaneça numa posição negativa nos próximos anos: o 
racismo, a questão de gênero e a tributação de impostos.... ( Disponível 
em: https://www.uol.com.br/ecoa/ultimas-noticias/2020/02/20/por-que-
brasil-e-o-setimo-pais-mais-desigual-do-mundo.htm?cmpid= 
Sobre as desigualdades no Brasil, analise as afirmações. 
I-Um indicador importante para entendermos esse quadro de desigualdade 
de renda no Brasil diz respeito à estrutura fundiária. 
II-A desigualdade de distribuição de terras mantém estreita relação com a 
situação precária da vida urbana, sobretudo das grandes metrópoles. 
III-A desigualdade brasileira está fortemente ligada a questão da 
distribuição de renda e riquezas. 
IV-O combate à desigualdade e o desnível de distribuição de renda clama 
pela implementação de programas políticos de caráter estrutural como uma 
reforma no sistema de impostos, aumento de salários, reforma agrária. 
Assinale a alternativa correta 
A) 
https://www.uol.com.br/ecoa/ultimas-noticias/2020/02/20/por-que-brasil-e-o-setimo-pais-mais-desigual-do-mundo.htm?cmpid
https://www.uol.com.br/ecoa/ultimas-noticias/2020/02/20/por-que-brasil-e-o-setimo-pais-mais-desigual-do-mundo.htm?cmpid
 
Somente as afirmações II, III e IV estão corretas. 
B) 
 
Somente a afirmação IV está correta. 
C) 
 
Somente as afirmações II e III estão corretas. 
D) 
 
Somente as afirmações I; III e IV estão corretas. 
E) 
 
As afirmações I, II, III, IV estão corretas 
Questão 10 
A pandemia de covid-19 agravou a crise econômica que já havia no Brasil. 
O desemprego e o aumento da pobreza indicam uma dramática realidade e 
os números são alarmantes. A verdade é que, para além de estatísticas, os 
dados acabam por revelar uma situação que afeta subjetivamente milhões 
de brasileiros e brasileiras, o que pode causar consequências para a 
sociabilidade a longo prazo, para além das questões objetivas, não menos 
importantes. 
Disponível em: https://www.brasildefato.com.br/2020/09/08/especialistas-
alertam-para-as-consequencias-psicossociais-do-desemprego-e-da-fome 
A partir das matrizes de discussão sobre a miséria e a fome, analise as 
afirmações. 
I-A pobreza e as desigualdades são consideradas naturais das sociedades e, 
em alguma medida, benéficas ao próprio funcionamento do mercado por 
fomentar a concorrência, segundo a abordagem econômica liberal 
individualista. 
II-Para a visão individualista a pobreza e a miséria não são responsabilidade 
do Estado. O Estado tem o papel de buscar políticas que fomentem o 
mercado, oportunizando os indivíduos com suas iniciativas a vencer suas 
vulnerabilidades. 
III-- A abordagem do Estado social entende que é preciso agir 
pontualmente e de forma paliativa nas desigualdades, sendo o Estado a 
entidade que pode regulamentar os desiquilíbrios, intervindo no mercado. 
https://www.brasildefato.com.br/2020/09/08/especialistas-alertam-para-as-consequencias-psicossociais-do-desemprego-e-da-fome
https://www.brasildefato.com.br/2020/09/08/especialistas-alertam-para-as-consequencias-psicossociais-do-desemprego-e-da-fome
IV- Na visão do Estado de bem-estar-social, a pobreza e a fome não são 
consideradas um problema individual, mas como produto das relações 
sociais, portanto, coletivo. 
Assinale a alternativa correta 
A) 
 
Somente as afirmações II e IV estão corretas. 
B) 
 
Somente as afirmações I e II estão corretas. 
C) 
 
As afirmações I;II;III; IV estão corretas 
D) 
 
Somente as afirmações III e IV estão corretas. 
E) 
 
Somente as afirmações I e III estão corretas 
Questão 11 
De acordo com o filósofo Hobbes (1588-1679) o Estado deve assegurar a 
preservação de todos os indivíduos, garantindo a possibilidade de uma vida 
menos embrutecida e

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.