A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
189 pág.
EBOOK NRs - ATUALIZADO 30-07-2020

Pré-visualização | Página 1 de 46

E-BOOK
ALTERAÇÕES
NRs
2019 - 2020
Elaborado por:
Atualizado: 30/07/2020 
1
NR 01
Alterações 
Revogações 
Itens Acrescentados
Alterações Futuras NR 01
Alterações Futuras
Revogações Futuras
Itens Acrescentados Futuramente
NR 03
Alterações 
Revogações 
Itens Acrescentados 
NR 05
Revogações 
NR 09
Alterações 
Revogações 
Itens Acrescentados 
Alterações Futuras NR 09
Alterações Futuras
Revogações Futuras
Itens Acrescentados Futuramente
Índice
2
NR 10
Revogações 
NR 12
Alterações 
Revogações 
Itens Acrescentados 
NR 13
Revogações 
NR 15
Alterações 
Revogações 
Itens Acrescentados 
NR 16
Itens Acrescentados
NR 20
Alterações 
Revogações 
Itens Acrescentados 
NR 22
Itens Acrescentados
Índice
3
Índice
NR 24
Alterações 
Revogações 
Itens Acrescentados 
NR 28
Alterações
NR 32
Revogações 
NR 33
Revogações 
NR 34
Revogações 
NR 35
Revogações 
Alterações Futuras NR 37
Obrigações Futuras
4
NR 01
PORTARIA SEPRT Nº 915, DE 30 DE JULHO DE 2019
5
https://iusnatura.com.br/wp-content/uploads/2020/07/NR-01-915_2019.pdf
1.3.1 A Secretaria de Trabalho - STRAB, por 
meio da Subsecretaria de Inspeção do 
Trabalho - SIT, é o órgão de âmbito nacional 
competente em matéria de segurança e 
saúde no trabalho para: 
a) formular e propor as diretrizes, as 
normas de atuação e supervisionar as 
atividades da área de segurança e saúde do 
trabalhador; 
b) promover a Campanha Nacional de 
Prevenção de Acidentes do Trabalho - 
CANPAT; 
c) coordenar e fiscalizar o Programa de 
Alimentação do Trabalhador - PAT; 
d) promover a fiscalização do cumprimento 
dos preceitos legais e regulamentares 
sobre segurança e saúde no trabalho - SST 
em todo o território nacional; 
e) Participar da implementação da Política 
Nacional de Segurança e Saúde no Traba-
lho - PNSST; 
f) conhecer, em última instância, dos recur-
sos voluntários ou de ofício, das decisões 
proferidas pelo órgão regional competente 
em matéria de segurança e saúde no traba-
lho.
1.3.2 Compete à SIT e aos órgãos regionais 
subordinados a SIT em matéria de seguran-
ça e saúde no trabalho, nos limites de sua 
competência, executar: 
a) a fiscalização dos preceitos legais e 
regulamentares sobre segurança e saúde 
no trabalho; 
b) as atividades relacionadas com a CANPAT 
e o PAT.
1.3 A Secretaria de Segurança e Saúde no 
Trabalho - SSST é o órgão de âmbito nacional 
competente
para coordenar, orientar, controlar e supervi-
sionar as atividades relacionadas com a 
segurança e
medicina do trabalho, inclusive a Campanha 
Nacional de Prevenção de Acidentes do 
Trabalho -
CANPAT, o Programa de Alimentação do 
Trabalhador - PAT e ainda a fiscalização do 
cumprimento dos
preceitos legais e regulamentares sobre 
segurança e medicina do trabalho em todo o 
território nacional. (mudança contemplada 
no item 1.3.1 da NR atualizada) Atente-se 
que o nome da Secretaria mudou da NR 
antiga para a nova.
1.3.1. Compete, ainda, à Secretaria de Segu-
rança e Saúde no Trabalho (SSST) conhecer,
em última instância, dos recursos voluntá-
rios ou de ofício, das decisões proferidas 
pelos
Delegados Regionais do Trabalho, em maté-
ria de segurança e saúde no trabalho. (mu-
dança contemplada no item 1.3.1 da NR 
atualizada) Atente-se que o nome da Secre-
taria mudou da NR antiga para a nova.
1.4. A Delegacia Regional do Trabalho (DRT), 
nos limites de sua jurisdição, é o órgão regio-
nal
competente para executar as atividades 
relacionadas com a segurança e medicina do 
trabalho, inclusive
a Campanha Nacional de Prevenção dos 
Acidentes do Trabalho (CANPAT), o Programa 
de Alimentação
do Trabalhador (PAT)
DEPOIS DA ALTERAÇÃOANTES DA ALTERAÇÃO
ALTERAÇÕES NR 01
6
 e ainda a fiscalização do cumprimento dos 
preceitos legais e regulamentares sobre
segurança e medicina do trabalho. (mudança 
contemplada no item 1.3.2 da NR atualiza-
da.)
1.6 - Para fins de aplicação das Normas Regu-
lamentadoras - NR, considera-se:
a) empregador, a empresa individual ou 
coletiva que, assumindo os riscos da ativida-
de econômica,
admite, assalaria e dirige a prestação pesso-
al de serviços. Equiparam-se ao empregador 
os profissionais
liberais, as instituições de beneficência, as 
associações recreativas ou outras institui-
ções sem fins
lucrativos, que admitem trabalhadores como 
empregados;
b) empregado, a pessoa física que presta 
serviços de natureza não eventual a empre-
gador, sob a
dependência deste e mediante salário;
c) empresa, o estabelecimento ou o conjunto 
de estabelecimentos, canteiros de obra, 
frente de trabalho,
locais de trabalho e outras, constituindo a 
organização de que se utiliza o empregador 
para atingir seus
objetivos;
d) estabelecimento, cada uma das unidades 
da empresa, funcionando em lugares dife-
rentes, tais como:
fábrica, refinaria, usina, escritório, loja, 
oficina, depósito, laboratório;
1.1.2 Para fins de aplicação das Normas 
Regulamentadoras - NR, consideram-se os 
termos e definições constantes no Anexo I.
DEPOIS DA ALTERAÇÃOANTES DA ALTERAÇÃO
ALTERAÇÕES NR 01
7
e) setor de serviço, a menor unidade admi-
nistrativa ou operacional compreendida no 
mesmo
estabelecimento;
f) canteiro de obra, a área de trabalho fixa e 
temporária, onde se desenvolvem opera-
ções de apoio e
execução, construção, demolição ou reparo 
de uma obra;
g) frente de trabalho, a área de trabalho 
móvel e temporária, onde se desenvolvem 
operações de apoio e
execução à construção, demolição ou reparo 
de uma obra;
h) local de trabalho, a área onde são execu-
tados os trabalhos. (mudança contemplada 
no item 1.1.2 c/c anexo I da NR atualizada, 
perceba que as descrições das atividades 
mudam da NR antiga para a NR em vigor)
1.7 - Cabe ao empregador:
a) cumprir e fazer cumprir as disposições 
legais e regulamentares sobre segurança e 
medicina do
trabalho; (101.001-8 / I1).
b) elaborar ordens de serviço sobre seguran-
ça e saúde no trabalho, dando ciência aos 
empregados por
comunicados, cartazes ou meios eletrônicos; 
(101.002-6 / I1)
. Alínea com redação dada pela Portaria 
SIT/DSST 84/09
1.4.1 Cabe ao empregador: 
a) cumprir e fazer cumprir as disposições 
legais e regulamentares sobre segurança e 
saúde no trabalho; 
b) informar aos trabalhadores: 
I. os riscos ocupacionais existentes nos locais 
de trabalho; 
II. as medidas de controle adotadas pela 
empresa para reduzir ou eliminar tais riscos; 
III. os resultados dos exames médicos e de 
exames complementares de diagnóstico aos 
quais os próprios trabalhadores forem sub-
metidos; 
IV. os resultados das avaliações ambientais 
realizadas nos locais de trabalho. 
DEPOIS DA ALTERAÇÃOANTES DA ALTERAÇÃO
ALTERAÇÕES NR 01
8
c) elaborar ordens de serviço sobre seguran-
ça e saúde no trabalho, dando ciência aos 
trabalhadores; 
d) permitir que representantes dos trabalha-
dores acompanhem a fiscalização dos precei-
tos legais e regulamentares sobre segurança 
e saúde no trabalho; 
e) determinar procedimentos que devem ser 
adotados em caso de acidente ou doença 
relacionada ao trabalho, incluindo a análise 
de suas causas; 
f) disponibilizar à Inspeção do Trabalho todas 
as informações relativas à segurança e saúde 
no trabalho; 
g) implementar medidas de prevenção, 
ouvidos os trabalhadores, de acordo com a 
seguinte ordem de prioridade: 
I. eliminação dos fatores de risco; 
II. minimização e controle dos fatores de 
risco, com a adoção de medidas de proteção 
coletiva; 
III. minimização e controle dos fatores de 
risco, com a adoção de medidas administrati-
vas ou de organização do trabalho; e 
IV. adoção de medidas de proteção individual.
1.4.2 Cabe ao trabalhador: 
a) cumprir as disposições legais e regula-
mentares sobre segurança e saúde no traba-
lho, inclusive as ordens de serviço expedidas 
pelo empregador; 
b) submeter-se aos exames médicos previs-
tos nas NR; 
c) colaborar com a organização na aplicação 
das NR; 
c) informar aos trabalhadores:
I - os riscos profissionais que possam 
originar-se nos locais de trabalho;
II - os meios para prevenir e limitar tais 
riscos e

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.