Estrutura Familiar

Disciplina:TÓPICOS ESPECIAIS EM FISIOTERAPIA550 materiais3.345 seguidores
Pré-visualização2 páginas
TRABALHO, TRAZENDO COMO CONSEQUÊNCIA O FATO DE QUE AS FAMÍLIAS ENCONTRAM VALORES DIFERENTES, NOVOS HÁBITOS E, PERDENDO SEUS ANTIGOS VÍNCULOS AFETIVOS, ACABAM SEM REFERENCIAIS PARA BASEAR SEU MODO DE AGIR E SUAS NORMAS DE CONVIVÊNCIA.
TÊM SIDO IMPORTANTE NA SOCIEDADE ATUAL TANTO AS MIGRAÇÕES COMO AS VIAGENS CONSTANTES, OU SEJA, A ALTERAÇÃO DA RELAÇÃO DO HOMEM COM AS DISTÂNCIAS E O ESPAÇO FÍSICO. ISTO SE REFLETE, EM TERMOS EPIDEMIOLÓGICOS, NA MAIOR DISSEMINAÇÃO DAS DOENÇAS INFECCIOSAS.

*
*
*

ALTERAÇÕES NO CONTEXTO SÓCIO ECONÔMICO E SEU IMPACTO NA SAÚDE DA FAMÍLIA
OS NÍVEIS INÉDITOS DE DESTRUIÇÃO AMBIENTAL REFLETEM NA SAÚDE HUMANA E NA ECONOMIA DE VÁRIOS SETORES. ESTÃO ALTERANDO O CLIMA, PROVOCANDO DOENÇAS E MORTES PELO CALOR, PELO FRIO, PELAS ENCHENTES, PELA EROSÃO DAS TERRAS. OS RIOS MORTOS JÁ NÃO OFERECEM SEU PESCADO, FONTE DE VIDA PARA MUITAS POPULAÇÕES. A ATIVIDADE EXTRATIVISTA É IMPOSSIBILITADA PELA DESTRUIÇÃO DAS FLORESTAS, ECOSSISTEMAS INTEIROS SÃO DESTRUÍDOS EM VELOCIDADE INÉDITA. A POLUIÇÃO DO AR, DAS ÁGUAS, DO SOLO, DO ALIMENTO TRAZ PATOLOGIAS NOVAS. HÁ UM AFASTAMENTO CADA VEZ MAIOR ENTRE O HOMEM E A TERRA, SUA FONTE DE VIDA. O HOMEM DO CAMPO DEIXA SUA TERRA EM BUSCA DA VIDA ARTIFICIAL DA CIDADE, NA QUAL NÃO TEM INSTRUMENTAL TEÓRICO NEM TÉCNICO PARA SOBREVIVER, ACABANDO POR AUMENTAR O NÚMERO DE MARGINALIZADOS, MUITAS VEZES MORANDO NAS RUAS OU SE AGLOMERANDO EM DOMICÍLIOS PRECÁRIOS, AGRAVANDO OS PROBLEMAS DE SAÚDE DESTES LOCAS CARENTES.

*
*
*

O QUE PODEMOS FAZER?
QUE AÇÕES O FISIOTERAPEUTA, ENQUANTO PROFISSIONAL DA SAÚDE PODE FAZER PARA INTERVIR NESTAS SITUAÇÕES?

*
*
*

OBRIGADA PELA ATENÇÃO!