A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
03 - Const - Classificação das Constituições

Pré-visualização | Página 1 de 1

Direito Constitucional 
CLASSIFICAÇÃO DAS 
CONSTITUIÇÕES 
QUANTO AO CONTEÚDO 
MATERIAIS: 
a) regulam a estrutura do Estado, a organização de 
seus órgãos e os direitos fundamentais; 
b) podem ou não estar escritas (já que pode englobar 
até mesmo normas costumeiras). 
FORMAIS: 
a) estão inseridas no texto constitucional, 
independentemente de abordarem ou não conteúdo 
fundamental; 
b) sua alteração exige o mesmo processo formal 
diferenciado; 
c) possuem supremacia em relação à lei ordinária. 
Exemplos: 
Art. 208. [...] § 3º Compete ao Poder Público 
recensear os educandos no ensino fundamental, 
fazer-lhes a chamada e zelar, junto aos pais ou 
responsáveis, pela frequência à escola. 
Art. 242. [...] § 2º O Colégio Pedro II, localizado na 
cidade do Rio de Janeiro, será mantido na órbita 
federal. 
 
QUANTO À FORMA 
Escritas ou dogmáticas: 
a) Fruto de um trabalho racional ou sistemático; 
b) Pode ser codificada (um único texto, como a 
nossa CF/1988) ou não codificada (dois ou mais textos, 
como a Constituição da Suécia). 
Não escritas ou costumeiras ou consuetudinárias 
ou históricas: 
a) Baseia-se nos costumes e na jurisprudência 
(mas pode também ter textos escritos); 
b) É o exemplo da Constituição Inglesa (textos 
escritos históricos se incorporam à Constituição). 
QUANTO À ORIGEM 
Democráticas ou populares ou promulgadas: 
a) São as elaboradas por representantes do 
povo, ou seja, são fruto de uma Assembleia 
Constituinte; 
b) O Brasil, as Constituições de 1891, 1934, 1946 
e 1988. 
Outorgadas: 
a) Impostas pela força, sem participação popular; 
b) No Brasil, as Constituições de 1824, 1937, 
1967 (foram aprovadas pelo Congresso, mas não 
houve ambiente para uma discussão política e 
soberana, assim como o Congresso não foi eleito para 
fazer uma Constituição) e 1969 (há discussão se trata-
se até mesmo de Constituição). 
Cesaristas ou plebiscitárias: 
a) É feita consulta popular depois que o texto 
estiver escrito; 
b) Na verdade, é um referendo e não um 
plebiscito (este é anterior). 
QUANTO À ESTABILIDADE 
Rígidas: 
a) Quando há processos diferenciados para 
alteração da Constituição e da legislação 
infraconstitucional; 
b) Decorre do princípio da supremacia da 
ordem constitucional; 
c) Dois turnos, quórum qualificado (3/5). 
Flexíveis: 
a) Não há distinção de procedimentos para 
alteração; 
b) A lei ordinária tem a mesma natureza jurídica 
de emenda constitucional. 
Semirrígidas: 
a) Parte é rígida e parte é flexível; 
b) Nossa Constituição do Império. 
Constituição do Império 
Direito Constitucional 
Art. 178. É só constitucional o que diz respeito aos 
limites, e attribuições respectivas dos Poderes 
Politicos, e aos Direitos Politicos, e individuaes dos 
Cidadãos. Tudo, o que não é Constitucional, póde 
ser alterado sem as formalidades referidas, pelas 
Legislaturas ordinarias. 
Alertas do professor: 
• Constituição escrita não significa Constituição 
rígida. 
• Pode haver Constituições escritas e ao mesmo 
tempo flexíveis. 
• Constituição histórica não significa Constituição 
flexível. 
QUANTO À EXTENSÃO 
Concisas ou sintéticas: 
a) Preveem somente princípios e normas 
gerais; 
b) Não se preocupam em definir todos os efeitos; 
c) Típicas do Estado liberal; 
Analítica ou prolixa: 
a) Extensas e detalhistas; 
b) Típicas do Estado de bem-estar social. 
QUANTO À FINALIDADE 
• Negativas ou de garantia (equivalem às concisas). 
• Dirigentes ou programáticas: 
a) Estabelecem programas e definem os limites e 
a extensão de seus direitos; 
b) Equivalem às Constituições longas. 
OUTRAS CLASSIFICAÇÕES 
• Contratual ou pactual – Resultado da aliança entre 
o rei e o Poder Legislativo. 
• Semântica – É aquela que só serve para legitimar 
os interesses da classe dominante, sem que seus 
fundamentos tenham eficácia. 
• Garantia – Seu objetivo é de assegurar a liberdade, 
limitando para isso o poder estatal por meio da 
separação de poderes. 
ATENÇÃO: A Constituição Federal de 1988 é formal, 
escrita, dogmática, promulgada, rígida e analítica.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.