Psicologia_Freud e a Psicanálise
4 pág.

Psicologia_Freud e a Psicanálise

Disciplina:Tópicos Regionais em Fisioterapia406 materiais477 seguidores
Pré-visualização1 página
19/9/2009

1

Freud e a PsicanáliseFreud e a Psicanálise

�� Doenças mentais eram originadas de certos Doenças mentais eram originadas de certos
fatos passados na infância dos indivíduos;fatos passados na infância dos indivíduos;

�� Hipnose (para fazer com que seus pacientes Hipnose (para fazer com que seus pacientes
narrassem fatos do seu tempo de criança);narrassem fatos do seu tempo de criança);

�� Hipnose: estado semelhante a um sono Hipnose: estado semelhante a um sono
profundo no qual o paciente age por profundo no qual o paciente age por
sugestãosugestão

�� Esse relato aliviava o paciente, libertandoEsse relato aliviava o paciente, libertando--o de o de
alguns sintomas, tais como angustia agitação, alguns sintomas, tais como angustia agitação,
ansiedade;ansiedade;

�� Freud chamou essa libertação de Freud chamou essa libertação de catarse;catarse;
�� Após terem captado totalmente a confiança do Após terem captado totalmente a confiança do

paciente. Levavampaciente. Levavam--no a relatar seu passado em no a relatar seu passado em
estado normal;estado normal;

19/9/2009

2

�� Transferência afetivaTransferência afetiva (afeição ou (afeição ou
aborrecimento com o psicanalista);aborrecimento com o psicanalista);

�� Método psicanalíticoMétodo psicanalítico

�� Associação livreAssociação livre

�� Análise dos sonhosAnálise dos sonhos

�� Análise dos atos falhosAnálise dos atos falhos

�� Doutrina FreudianaDoutrina Freudiana

-- FreudFreud observandoobservando doentesdoentes mentaismentais constatouconstatou
queque aa causacausa dada doençadoença mentalmental apresentadaapresentada
pelapela maioriamaioria dede seusseus pacientespacientes eraera sempresempre umum
problemaproblema sexualsexual;;

-- ObservouObservou também,também, asas personalidadespersonalidades normais,normais,
ee chegouchegou àà seguinteseguinte conclusão,conclusão, queque éé àà basebase dada
suasua teoriateoria:: oo comportamentocomportamento humanohumano éé
orientadoorientado pelopelo impulsoimpulso sexualsexual;;

-- EleEle dádá oo nomenome dede libidolibido aoao impulsoimpulso sexualsexual;; éé
umum impulsoimpulso fundamentalfundamental ouou aa fontefonte dede energiaenergia..

19/9/2009

3

Elementos da personalidadeElementos da personalidade

�� IdId:: EstáEstá voltadovoltado aa satisfazersatisfazer nossasnossas necessidadesnecessidades básicasbásicas
desdedesde oo começocomeço dada vidavida.. AA atividadeatividade dodo IdId consisteconsiste emem impulsosimpulsos
queque buscambuscam oo prazerprazer.. EleEle desejadeseja aa gratificaçãogratificação imediataimediata ee nãonão
toleratolera aa frustraçãofrustração.. OO IdId éé aqueleaquele nossonosso ladolado instintivo,instintivo, queque nãonão
medemede asas conseqüênciasconseqüências dosdos atosatos parapara sese satisfazersatisfazer..

�� EgoEgo:: TemTem comocomo principalprincipal funçãofunção agiragir comocomo intermediáriointermediário entreentre oo
IdId ee oo mundomundo externoexterno.. ÉÉ oo EgoEgo queque aprendeaprende aa controlarcontrolar osos
impulsos,impulsos, decidindodecidindo sese estesestes devemdevem serser satisfeitossatisfeitos
imediatamente,imediatamente, maismais tardetarde ouou nuncanunca..

�� SuperegoSuperego:: RepresentaRepresenta aa respostaresposta imediata,imediata, oo “certo”“certo” ouou oo
“errado”,“errado”, diantediante dede váriasvárias situaçõessituações queque exigemexigem umauma tomadatomada dede
que,que, dependendodependendo dada educaçãoeducação queque recebemos,recebemos, acabaacaba sese
transformandotransformando nono impulsoimpulso dede censurarcensurar aa tudotudo ee aa todos,todos,
principalmenteprincipalmente aa nósnós mesmosmesmos.. OO SuperegoSuperego éé aa parteparte dede nossanossa
estruturaestrutura queque nosnos reprime,reprime, nosnos censura,censura, funcionandofuncionando comocomo freiofreio
dede impulsividadeimpulsividade.. OuOu seja,seja, éé oo opostooposto absolutoabsoluto dodo IdId..

Níveis da vida mentalNíveis da vida mental
�� ConscienteConsciente: è o estado de vigília, é o perceber : è o estado de vigília, é o perceber

do meio e de si próprio.do meio e de si próprio.
�� SubconscienteSubconsciente: é uma parte do inconsciente, : é uma parte do inconsciente,

mas uma parte que pode tornarmas uma parte que pode tornar--se consciente se consciente
com facilidade. As porções da memória que são com facilidade. As porções da memória que são
acessíveis fazem parte do subconsciente.acessíveis fazem parte do subconsciente.

�� InconscienteInconsciente: elementos instintivos, que nunca : elementos instintivos, que nunca
foram conscientes e que não são acessíveis à foram conscientes e que não são acessíveis à
consciência. Material censurado e reprimido. consciência. Material censurado e reprimido.
Este material não é esquecido ou perdido, mas Este material não é esquecido ou perdido, mas
não lhe é permitido ser lembrado. não lhe é permitido ser lembrado.

19/9/2009

4

Desenvolvimento da personalidadeDesenvolvimento da personalidade

�� PeríodoPeríodo narcisistanarcisista:: NoNo inicioinicio dada vida,vida, aa criançacriança dirigedirige suasua
libidolibido parapara oo seuseu própriopróprio corpocorpo.. ElaEla mama aa sisi mesmamesma.. SuasSuas
reaçõesreações emocionaisemocionais dependem,dependem, principalmente,principalmente, dede seuseu
bembem estarestar ouou dede seuseu malmal--estarestar físicofísico.. ÉÉ egocêntricaegocêntrica..

�� PeríodoPeríodo edipianoedipiano:: NessaNessa fase,fase, aa criançacriança dirigedirige aa suasua libidolibido
parapara oo progenitorprogenitor dodo sexosexo oposto,oposto, manifestandomanifestando aa suasua
hostilidadehostilidade parapara comcom oo progenitorprogenitor dodo mesmomesmo sexosexo;;

�� PeríodoPeríodo dede latêncialatência sexualsexual:: DepoisDepois dasdas dificuldadesdificuldades dada fasefase
edipiana,edipiana, aa criançacriança passapassa parapara umum períodoperíodo maismais calmocalmo..
EsseEsse períodoperíodo correspondecorresponde aosaos anosanos dada escolaescola primária,primária, emem
queque aa criançacriança sese ocuparáocupará emem adquiriradquirir habilidades,habilidades, valoresvalores ee
papeispapeis culturalmenteculturalmente aceitosaceitos.. EleEle éé denominadodenominado dede latêncialatência
porqueporque osos impulsosimpulsos sãosão impedidosimpedidos dede sese manifestarmanifestar..

�� PeríodoPeríodo dada puberdadepuberdade:: EssaEssa fasefase dede duraçãoduração dede doisdois anos,anos, sese iniciainicia
maismais cedocedo parapara asas meninasmeninas queque parapara osos meninosmeninos.. ÉÉ aa épocaépoca dede
grandesgrandes modificaçõesmodificações físicasfísicas e,e, principalmente,principalmente, dede grandegrande
desenvolvimentodesenvolvimento dosdos órgãosórgãos sexuaissexuais.. AA principalprincipal característicacaracterística dada
fasefase dada puberdade,puberdade, tambémtambém chamadachamada dede homossexual,homossexual, éé aa ligaçãoligação
afetivaafetiva queque sese estabeleceestabelece entreentre jovensjovens dodo mesmomesmo sexosexo ee dede idadeidade
aproximadaaproximada..

�� AdolescênciaAdolescência:: NessaNessa fase,fase, aa libidolibido dodo jovemjovem sese dirigedirige aa umum
adolescenteadolescente dodo sexosexo opostooposto..

�� FixaçãoFixação:: FreudFreud chamachama dede fixaçãofixação aa paradaparada dede umauma pessoapessoa podepode
apresentarapresentar emem umauma fasefase determinadadeterminada.. EstacionaEstaciona--sese oo
desenvolvimentodesenvolvimento emocional,emocional, emboraembora continuemcontinuem aa sese processarprocessar oo
desenvolvimentodesenvolvimento físicofísico ee oo intelectualintelectual..

�� RegressãoRegressão:: OutraOutra anormalidadeanormalidade queque sese podepode verificarverificar nono
desenvolvimentodesenvolvimento dada personalidade,personalidade, éé depoisdepois dede sese atingiratingir certacerta
fase,fase, voltavolta àà fasefase anterioranterior..