Buscar

1º Molar Superior

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

1º Molar Superior 
📍
Os molares se localizam na porção posterior do arco dental, bem ao lado da face 
distal dos pré-molares. O grupo dos molares é composto por doze dentes, sendo 6 
superiores e 6 inferiores. Os molares podem ser considerados o grupo de dentes 
mais complexos, possuindo muitas características e variações anatômicas. 
A sua principal função é triturar os alimentos, pois sua morfologia multicuspidada 
localizada na porção posterior do arco, onde força a muscular é maior, permite mais 
força para triturar os alimentos. 
Morfologia 
Os molares superiores apresentam três raizes. Sendo que o primeiro molar superior é 
maior que o segundo superior. No 1º molar superior existe um tubérculo que é uma 
protuberância em esmalte na cúspide mésio-lingual. Já nos molares inferiores, temos 
uma característica marcante no 1º molar inferior, que é considerado o maior dente da 
dentição permanente, ele é pentacuspidado e robusto. Já o 2º molar inferior é menor 
e mais simétrico quando comparado ao 1º molar 
▪
COROA: As coroas apresentam uma forma retangular, pois ocorre o 
aparecimento de mais cúspides, tornando o dente mais robusto para triturar os 
alimentos.
▪
RAIZ: Os molares superiores são Trirradiculares e os molares inferiores são 
Birradicular. No primário molar superior, pode ocorrer um leve desvio no ápice da raiz, 
formando um aspecto semelhante ao “chifre de touro”. E no 2º molar superior, o 
sufionamento das raizes mésio-vestibular e raiz lingual é bem frequente. 
Face Vestibular 
- Formato Trapezoidal 
- Bossa Vestibular 
- Sulco Vestibular (divide as cúspides mésio-vestibular e disto-vestibular)
- Vertentes
- Bicuspidado
- Linha Cervical
- Borda Mesial
- Borda Distal
- Borda Mesial e Borda Distal
- Tubérculo de Carabelli.
Faces Proximais (Mesial e Distal)
- “Possuem formato retangular e dimensão vestibulo-lingual maior que a cérvico-
oclusal. Em ambas as faces proximais, o lado cervical é plano ou côncavo para raiz, 
e os lados vestibular e lingual são convergentes para a oclusal, sendo o lado 
vestibular convexo no terço cervical e reto nos dois terços restantes, e o lado 
lingual totalmente convexo. A face proximal mesial é mais plana e lingeriamente mais 
alta do que a face distal, que é abaulada”.
Face Oclusal 
- Formato rombóide e Aresta longitudinal 
- Cristas Marginais (mesial e distal)
- Sulcos principais e Sulcos secundários, Vertentes
- Fosseta mesial, central e distal 
- Cúspides ~> ordem decrescente 
 - 1. Mésio-lingual
 - 2. Mésio-vestibular
 - 3. Disto-vestibular
 - 4. Disto-lingual
Raiz 
- Trirradicular 
- 2 raizes vestibulares (mésio-vestibular é disto-vestibular)
- 1 raiz lingual 
- São raizes distantes umas das outras
 - 1. Raiz Mésio-Vestibular: formato triangular com forte achatamento mésio-distal.
 - 2. Raiz Disto-Vestibular: mesmo formato da mésio-vestibular, porem menor em 
todas as dimensões. 
 - 3. Raiz Lingual: das três, é a maior e mais resistente e possui formato cônico. 
Face Lingual 
- Formato Trapezoidal
- Bossa Lingual 
- Sulco lingual (divide as cúspides mésio-lingual e disto-lingual)
- Bicuspidado e linha cervical 
Referências - Livro Anatomia Aplicada à Odontologia, 2º Edição 
t

Outros materiais