A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
264 pág.
ESTATUTO DA CIDADE_Guia para implementação pelos municípios e cidadãos

Pré-visualização | Página 1 de 50

11
SUMÁRIO
17 COMO USAR ESTE GUIA
19 INTRODUÇÃO
21 1 | O QUE É O ESTATUTO DA CIDADE
23 2 | URBANIZAÇÃO DE RISCO: EXPRESSÃO TERRITORIAL DE UMA ORDEM URBANÍSTICA EXCLUDENTE E PREDATÓRIA
25 3 | ORDEM URBANÍSTICA, PLANEJAMENTO URBANO E GESTÃO: A CONSTRUÇÃO DA “DESORDEM” URBANA
27 4 | COMPETÊNCIAS CONSTITUCIONAIS DOS ENTES FEDERATIVOS SOBRE A POLÍTICA URBANA
29 ESTATUTO DA CIDADE: OS INSTRUMENTOS
31 1 | DIRETRIZES GERAIS
37 2 | CONCEPÇÃO DE CIDADE E PLANEJAMENTO MUNICIPAL CONTIDA NO ESTATUTO DA CIDADE
38 3 | A ARTICULAÇÃO DA POLÍTICA URBANA MUNICIPAL: O PLANO DIRETOR
38 3.1 | PLANO DIRETOR – COMENTÁRIOS URBANÍSTICOS
38 Concepção Tradicional
39 Concepção de Plano Diretor Contida no Estatuto da Cidade
41 Como Implementar o Plano Diretor
41 Conteúdo do Macrozoneamento
42 Requisitos Básicos para Definição do Macrozoneamento
43 3.2 | PLANO DIRETOR – COMENTÁRIOS JURÍDICOS E ADMINISTRATIVOS
43 Significado e Finalidade
47 Requisitos para Aplicação do Plano Diretor
56 Responsabilidade Administrativa e Obrigatoriedade do Plano Diretor
62 4 | INSTRUMENTOS DE INDUÇÃO DO DESENVOLVIMENTO URBANO
62 4.1 | INSTRUMENTOS DE INDUÇÃO DO DESENVOLVIMENTO – URBANO COMENTÁRIOS URBANÍSTICOS
63 Parcelamento, Edificação ou Utilização Compulsórios (arts. 5o e 6o); IPTU Progressivo no Tempo (art. 7o);
Desapropriação com Pagamento em Títulos (art. 8o), Consórcio Imobiliário (art. 46)
63 O Conceito dos Instrumentos
63 Objetivos dos Instrumentos
63 Como Implementar os Instrumentos
64 Alertas
65 Trajetória da Implementação dos Instrumentos
65 Outorga Onerosa do Direito de Construir (arts. 28 a 31), Direito de Superfície (arts. 21 a 24)
65 O Conceito dos Instrumentos
70 Objetivos dos Instrumentos
70 Como Implementar os Instrumentos
71 Alertas
72 Trajetória da Implementação dos Instrumentos
 12
74 Transferência do Direito de Construir (art. 35)
74 O Conceito do Instrumento
74 Objetivos do Instrumento
74 Como Implementar o Instrumento
75 Alertas
75 Trajetória da implementação do instrumento
78 Operações Urbanas Consorciadas (arts. 32 a 34)
78 O conceito do Instrumento
82 Objetivos do Instrumento
82 Como Implementar o Instrumento
86 Alertas
87 Trajetória de Implementação do Instrumento
94 Direito de Preempção (arts. 25 a 27)
94 O Conceito do Instrumento
94 Objetivos do Instrumento
95 Como Implementar o Instrumento
95 Alertas
95 Trajetória da Implementação do Instrumento
96 4.2 | INSTRUMENTOS DE INDUÇÃO DO DESENVOLVIMENTO URBANO – COMENTÁRIOS JURÍDICOS E ADMINISTRATIVOS
96 Instrumentos Constitucionais de Política Urbana (artigo 182, parágrafo 4o da Constituição Federal)
97 Parcelamento, Edificação ou Utilização Compulsórios (arts. 5o e 6o)
97 Significado e Finalidade
98 Subutilização e Utilização Compulsória
99 Requisitos para aplicação
101 Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana Progressivo no Tempo (art. 7o)
101 Significado e Finalidade
103 Requisitos para Aplicação
104 Desapropriação para fins de Reforma Urbana (art. 8o)
104 Significado e Finalidade
105 Requisitos para Aplicação
106 Responsabilidade Administrativa
108 Outros Instrumentos de Política Urbana
108 Do Direito de Superfície (arts. 21 a 24)
108 Significado e Finalidade
111 Requisitos para Aplicação
119 Comentário Crítico: O Direito de Superfície no Projeto do Novo Código Civil Brasileiro
120 Transferência do Direito de Construir (art. 35)
121 Significado e Finalidade
122 Requisitos para Aplicação
124 Consórcio Imobiliário (art. 46)
125 Significado e Finalidade
125 Requisitos para Aplicação
127 Responsabilidade Administrativa
127 Operações Urbanas Consorciadas (arts. 32 a 34)
127 Significado e Finalidade
128 Requisitos para Aplicação
133 Responsabilidade Administrativa
13
134 Direito de Preempção (arts. 25 a 27)
134 Significado e Finalidade
135 Requisitos para Aplicação
139 Responsabilidade Administrativa
141 5 | INSTRUMENTOS DE FINANCIAMENTO DA POLÍTICA URBANA
141 5.1 | REGULAÇÃO URBANÍSTICA E O FINANCIAMENTO DO DESENVOLVIMENTO URBANO
143 5.2 | CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DA CONTRAPARTIDA
143 Critério da Valorização do Terreno
143 Critério do Terreno Virtual
144 De Onde Surgiram estes Critérios
145 O Valor da Contrapartida
146 Outras Formas de Venda de Potencial
147 5.3 | RESULTADOS ECONÔMICOS DE OPERAÇÕES URBANAS
147 O Caso de São Paulo
151 6 | INSTRUMENTOS DE REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA
151 6.1 | INSTRUMENTOS DE REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA – COMENTÁRIOS URBANÍSTICOS
151 Sobre os Instrumentos de Regularização Fundiária
151 O Conceito dos Instrumentos
153 Objetivos dos Instrumentos
153 Como Implementar os Instrumentos
154 Alertas
155 Zonas Especiais de Interesse Social
156 O Conceito do Instrumento
156 Objetivos
157 Trajetória de Implementação do Instrumento
161 6.2 | INSTRUMENTOS DE REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA – COMENTÁRIOS JURÍDICOS E ADMINISTRATIVOS
161 Direito à Moradia e Direito à Cidades Sustentáveis – Bases Legais da Política de Regularização
Fundiária
162 Regularização Fundiária nas Favelas e Cortiços – Proteção do Direito à Moradia – Questão de Justiça Social
165 Usucapião Especial de Imóvel Urbano
165 Significado e Finalidade
166 Requisitos para a Aplicação do Usucapião Urbano
174 A Concessão de Uso Especial para Fins de Moradia
174 Significado e Finalidade
175 Requisitos para a Aplicação da Concessão de Uso Especial para Fins de Moradia
186 A Concessão de Direito Real de Uso (CDRU)
186 Significado e Finalidade
187 Requisitos para a Aplicação da Concessão de Direito Real de Uso no Estatuto da Cidade
189 Zonas Especiais de Interesse Social
189 Significado e Finalidade
189 Requisitos para a Aplicação das Zonas Especiais de Interesse Social
192 7 | INSTRUMENTOS DE DEMOCRATIZAÇÃO DA GESTÃO URBANA
192 7.1 | INSTRUMENTOS DE DEMOCRATIZAÇÃO DA GESTÃO URBANA - COMENTÁRIOS URBANÍSTICOS
193 Órgãos Colegiados de Política Urbana; Debates, Audiências e Consultas Públicas; Conferências sobre
Assuntos de Interesse Urbano (arts. 43 a 45)
 14
193 O Conceito dos Instrumentos
194 Objetivos dos Instrumentos
194 Como Implementar os Instrumentos
195 Alertas
196 Trajetória da Implementação dos Instrumentos
198 Estudo de Impacto de Vizinhança (arts. 36 a 38)
198 O Conceito do Instrumento
199 Objetivos do Instrumento
199 Como Implementar o Instrumento
199 Alertas
200 Trajetória de Implementação do Instrumento
203 7.2 | INSTRUMENTOS DE DEMOCRATIZAÇÃO DA GESTÃO URBANA - COMENTÁRIOS JURÍDICOS E ADMINISTRATIVOS
203 Pressupostos Constitucionais da Gestão Democrática da Cidade
205 Conselhos – Sistemas de Gestão Democrática da Política Urbana
205 Pressupostos Constitucionais dos Conselhos
206 Conselho Nacional de Desenvolvimento Urbano
207 Aspectos Legais e Administrativos dos Conselhos
208 Audiências e Consultas Públicas
208 Finalidade das Audiências Públicas
209 A Questão da Obrigatoriedade das Audiências Públicas
211 Efeitos Jurídicos das Audiências Públicas
212 Conferências sobre Assuntos de Interesse Urbano
213 Iniciativa Popular
214 O Veto ao Plebiscito e Referendo
215 Gestão Orçamentária Participativa
217 Gestão Participativa Metropolitana
218 8 | DISPOSIÇÕES GERAIS
218 8.1 | COMENTÁRIOS JURÍDICOS E ADMINISTRATIVOS
218 Consórcio Imobiliário
218 Tributos e Taxas
218 Concessão de Direito Real de Uso
218 Prazos para Expedição de Licença
219 Prazo para Edição do Plano Diretor
219 Responsabilidade Administrativa do Governador do Distrito Federal
219 Improbidade Administrativa e Lesão à Ordem Urbanística
220 Alterações na Lei de Registros Públicos
221 ANEXOS
223 ANEXO 1: CATÁLOGO – INSTRUMENTOS DE POLÍTICA URBANA NO ESTATUTO DA CIDADE,
NA CONSTITUIÇÃO E NA LEGISLAÇÃO FEDERAL
223 Plano Diretor
224 Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana – IPTU
224 Parcelamento, Edificação ou Utilização Compulsórios
224 Desapropriação
225 Consórcio Imobiliário
15
225 Operações Urbanas Consorciadas
225 Outorga Onerosa do Direito de Construir e de Alteração de Uso
226 Direito de Superfície
226 Transferência do Direito de Construir

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.