Buscar

Quanto à 'proibição do incesto', leia o trecho do livro-texto a seguir e assinale a alternativa que apresente uma afirmação falsa sobre essa noção,...

Quanto à 'proibição do incesto', leia o trecho do livro-texto a seguir e assinale a alternativa que apresente uma afirmação falsa sobre essa noção, para a evolução do ser humano. A proibição do incesto: passagem da natureza para a cultura. 'Dois dos mais influentes pensadores do século XX procuraram dar uma resposta à questão sobre a regra fundadora da cultura: Claude Lévi-Strauss e Sigmund Freud ainda que fundadores de escolas de pensamento tão distintas, como a antropologia estruturalista e a psicanálise, e partindo de pressupostos teóricos diversos reconheceram na proibição das relações sexuais incestuosas a regra que é o princípio de uma ordem que leva ser humano a superar suas condições naturais de existência, resultando no surgimento da cultura como condição da espécie.' (In: Passador, L. H. 'A noção de regra', in Guerriero, S. Antropos e psique o sua subjetividade. São Paulo: Olho 2005).


A) A proibição do incesto indica que em determinado momento nossa evolução começou a existir a noção de família e parentesco. Os outros não possuem essa noção e, eventualmente, pode haver cruzamentos entre irmãos ou entre pais e filhos.
B) A proibição do incesto como fenômeno humano tem muita importância, pois representa que nossa espécie abandonou impulso sexual instintivo, uma vez que os instintos básicos de sobrevivência de qualquer espécie são alimentação, abrigo e reprodução. o fato de o ser humano estabelecer uma noção moral sobre os instintos indica a relevância de compreender cientificamente suas origens e seu impacto em nosso comportamento.
C) A troca de mulheres proporcionou uma mudança histórica para a humanidade. Os laços de reciprocidade entre pessoas antes estranhas e que por meio do casamento se tornam solidários por toda a sua vida, representam parentesco. A proibição do incesto ocorreu por pressão da Igreja às comunidades, pressão à qual ao grupos sociais não resistiram, cedendo, pois, à nova regra e aproximando-nos de nossos instintos.
E) Por que a antropologia afirma que a proibição do incesto é importante para entender a cultura humana? o

Essa pergunta também está no material:

Prova
1 pág.

Homem e Sociedade Universidade PaulistaUniversidade Paulista

💡 1 Resposta

User badge image

Ed Verified user icon

A alternativa falsa é a letra E, pois a antropologia não afirma que a proibição do incesto é importante para entender a cultura humana, mas sim que a proibição das relações sexuais incestuosas é a regra fundadora da cultura, ou seja, é a partir dela que a cultura surge como condição da espécie.

0
Dislike0

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis


✏️ Responder

SetasNegritoItálicoSublinhadoTachadoCitaçãoCódigoLista numeradaLista com marcadoresSubscritoSobrescritoDiminuir recuoAumentar recuoCor da fonteCor de fundoAlinhamentoLimparInserir linkImagemFórmula

Para escrever sua resposta aqui, entre ou crie uma conta.

User badge image

Perguntas relacionadas

Materiais relacionados

Materiais recentes

Perguntas Recentes