A maior rede de estudos do Brasil

Quando vocês acreditam que as crianças começam a descobrir a sexualidade?

Para a psicologia as crianças começam a descobrir a sexualidade desde o 1º ano de vida. Os adolescentes cada vez mais cedo se envolvem amorosamente e terminam as vezes com doenças ou até grávidas, sendo assim, as escolas e familiares não deveriam ensinar também sobre vida sexual, sobre DSTs, Aids, entre outras doenças mais cedo? Acredito que poderia amenizar um pouco essa ansia dos jovens em entrar em relacionamentos tão prematuramente.


23 resposta(s)

User badge image

Karina

Há mais de um mês

Penso que as crianças descobrem sua sexualidade aos cinco anos, porém ainda não entendem muito bem o que significa.

Existem relatos de crianças no prézinho que tem comportamentos estranhos, como ficar se encostando e esfregando as partes íntimas nos móveis.

Então eu acredito que eles descobrem bem cedo a sexualidade mas sem entender o que se pssa...

Penso que as crianças descobrem sua sexualidade aos cinco anos, porém ainda não entendem muito bem o que significa.

Existem relatos de crianças no prézinho que tem comportamentos estranhos, como ficar se encostando e esfregando as partes íntimas nos móveis.

Então eu acredito que eles descobrem bem cedo a sexualidade mas sem entender o que se pssa...

User badge image

Jocasta

Há mais de um mês

Ao tratar do tema educação sexual, busca-se considerar a sexualidade como algo inerente à vida e à saúde, que se expressa desde cedo no ser humano. Engloba o papel do homem e da mulher, o respeito por si e pelo outro, as discriminações e os estereótipos atribuídos e vivenciados em seus relacionamentos, o avanço da AIDS e da gravidez indesejada na adolescência, entre outros que são problemas atuais e preocupantes.
Todos esses fatores denotam uma necessidade cada vez maior da inclusão da temática sexual no currículo escolar. A família, que deveria ser responsável por esse encaminhamento, não se sente preparada o suficiente para abordar o assunto não propiciando uma abertura para a conversa em casa. Sendo assim, os pais transferem para a escola mais essa responsabilidade.
A sexualidade sempre foi um tema de difícil discussão, sobretudo para crianças e adolescentes; a curiosidade, a percepção das diferenças no próprio corpo e no corpo do outro, a descoberta das carícias e a fonte incontestável de prazer que o sexo representa, fizeram do assunto um tabu e algo que "não é conversa para crianças" contribuindo ainda mais para aguçar a imaginação de cabecinhas ávidas por informações. Como essas informações não são conseguidas em casa, entram em ação os "colegas sabe-tudo" que, na maioria das vezes, sabem muito pouco e acabam deturpando fatos e informações, criando dúvidas ainda maiores.
Como agravante, estamos vivendo a "era do show do sexo" onde a erotização invade as casa através de jornais, revistas, rádio, internet e, principalmente, a televisão. Influenciadas pelos ídolos, as crianças estão cada vez mais erotizadas e os jovens iniciam a vida sexual cada vez mais cedo, muitas vezes sem a devida preocupação, resultando, em muitas ocasiões, em gravidez indesejada de garotas recém-saídas da infância.

 

User badge image

juliana

Há mais de um mês

creio que a sexualidade já é um instinto próprio dos seres humanos, assim como se observa para aprender a falar, andar e tudo mais também aprende observando como desenvolver essa sexualidade que já lhe é instintiva. Nada mais compreensível, já que em todo lugar a sexualidade está estampada em letras garrafais por cada esquina que se passa.A televisão, o cinema, os filmes são vitrines sexualmente planejadas para perverter nossas crianças que estão cada vez menos inocentes.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes