A maior rede de estudos do Brasil

Toda obrigação alternativa no fim se transforma em obrigação simples?


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Carlos Eduardo Ferreira de Souza Verified user icon

Há mais de um mês

O que temos nas obrigações alternativas é a pluralidade de objetos das obrigações, sendo certo que não devem ser prestadas de forma cumulativa, cabendo ao devedor, em regra, a escolha daquele objeto que será prestado.

Assim, não sei se concordaria com a afirmação, mas de fato o que se diz é que apesar de haver pluralidade de objetos, apenas um deverá ser prestado, ou seja, é obrigação que prevê pluralidade de prestações possíveis, mas individualidade de prestação efetiva.

Exemplificando: ou pinta a casa ou paga R$ 1000,00. Há duas possibilidades, mas o devedor prestará uma OU outra.

O que temos nas obrigações alternativas é a pluralidade de objetos das obrigações, sendo certo que não devem ser prestadas de forma cumulativa, cabendo ao devedor, em regra, a escolha daquele objeto que será prestado.

Assim, não sei se concordaria com a afirmação, mas de fato o que se diz é que apesar de haver pluralidade de objetos, apenas um deverá ser prestado, ou seja, é obrigação que prevê pluralidade de prestações possíveis, mas individualidade de prestação efetiva.

Exemplificando: ou pinta a casa ou paga R$ 1000,00. Há duas possibilidades, mas o devedor prestará uma OU outra.

User badge image

Alessandra

Há mais de um mês

SIM, QUANDO SE COMUNICA AO CREDOR QUAL FOI A OPÇÃO ESCOLHIDA

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas