A maior rede de estudos do Brasil

novação

par o stj, a novação, modalidade de  extinção de o brigação, não impedi a revisão dos negocios juridicos antecedentes, em face da relativação do principio da pacta sunt servanda no direito brasileiro. certo ou errado? justifique

Direito Civil II

ESTÁCIO


4 resposta(s)

User badge image

Gabriel Cury

Há mais de um mês

novação é uma operação jurídica do Direito das obrigações que consiste em criar uma nova obrigação1 , substituindo e extinguindo a obrigação anterior e originária. O próprio termo "novar" já é utilizado no vocabulário jurídico para se referir ao ato de se criar uma nova obrigação2 . Entretanto, na novação não há a satisfação do crédito, pois a obrigação persiste, assumindo nova forma3 .

O efeito precípuo da novação é o liberatório, isto é, a extinção da obrigação anterior pela nova, que a substitui. Porém, para que ocorra a novação será necessário, antes de tudo, que seja criada uma nova obrigação para que depois a anterior seja extinta.4 .

novação é uma operação jurídica do Direito das obrigações que consiste em criar uma nova obrigação1 , substituindo e extinguindo a obrigação anterior e originária. O próprio termo "novar" já é utilizado no vocabulário jurídico para se referir ao ato de se criar uma nova obrigação2 . Entretanto, na novação não há a satisfação do crédito, pois a obrigação persiste, assumindo nova forma3 .

O efeito precípuo da novação é o liberatório, isto é, a extinção da obrigação anterior pela nova, que a substitui. Porém, para que ocorra a novação será necessário, antes de tudo, que seja criada uma nova obrigação para que depois a anterior seja extinta.4 .

User badge image

Guilherme Burzynski Dienes

Há mais de um mês

Certo.
fontes:
4. A parte tem direito em ter seus contratos revistos, desde a
origem, a fim de afastar eventuais ilegalidades, ainda que tenha
havido quitação ou novação da dívida. Súmula 286/STJ.


Súmula 286/STJ: A renegociação de contrato bancário ou a confissão da dívida não impede a possibilidade de discussão sobre eventuais ilegalidades dos contratos anteriores.



REsp 1339242 / RJ
RECURSO ESPECIAL
2012/0106023-9

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes