A maior rede de estudos do Brasil

emenda constitucional

uma emenda contitucional poderia acabar como o voto obrigatório, tornando-o facultativo para todos os cidadaos?

 


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Júnior Oliveira Verified user icon

Há mais de um mês

Em tese, inexiste vedação constitucional no sentido de ser promulgada emenda para tornar o voro facultativo.

Isso porque o art. 60,§4º, II, da Constituição Federal elenca, em rol taxativo, os casos de cláusula pétrea sobre voto, sendo certo que a sua facultatividade ali não está prevista.

Especificamente acerca do voto, o texto constitucional veda apenas que haja emendas (rectius: deliberação a proposta de emenda tendente a abolir) que modifiquem ser o voto direto, secreto, universal e periódico:

art. 60, § 4º Não será objeto de deliberação a proposta de emenda tendente a abolir:

I - a forma federativa de Estado;

II - o voto direto, secreto, universal e periódico;

III - a separação dos Poderes;

IV - os direitos e garantias individuais.

Em tese, inexiste vedação constitucional no sentido de ser promulgada emenda para tornar o voro facultativo.

Isso porque o art. 60,§4º, II, da Constituição Federal elenca, em rol taxativo, os casos de cláusula pétrea sobre voto, sendo certo que a sua facultatividade ali não está prevista.

Especificamente acerca do voto, o texto constitucional veda apenas que haja emendas (rectius: deliberação a proposta de emenda tendente a abolir) que modifiquem ser o voto direto, secreto, universal e periódico:

art. 60, § 4º Não será objeto de deliberação a proposta de emenda tendente a abolir:

I - a forma federativa de Estado;

II - o voto direto, secreto, universal e periódico;

III - a separação dos Poderes;

IV - os direitos e garantias individuais.

User badge image

Guilherme

Há mais de um mês

O art. 60, CF, inciso II, deixa implícito que seria possível proposta de emenda constitucional para abolir o voto obrigatório, haja vista que não é uma cláusula pétrea.

 

Art. 60, CF

§ 4º - Não será objeto de deliberação a proposta de emenda tendente a abolir:

I - a forma federativa de Estado;

II - o voto direto, secreto, universal e periódico;

III - a separação dos Poderes;

IV - os direitos e garantias individuais.

 

User badge image

Alexandre

Há mais de um mês

Thiago Rodrigues, na verdade, não é bem assim. A vedação do art. 60, par. 4º se dá tao somente quanto às emendas tendentes a "abolir" o voto. 

No caso perguntado por Ana Paula, a EC seria para acabar com o voto "obrigatório", e não com o "voto" em si. Todos continuam com o direito de votar, mas agora não seria mais "obrigatório".

Vicente Paulo, no livro "Direito Constitucional Descomplicado", afirma que: "o simples fato de uma emenda versar sobre assunto gravado como cláusula pétrea não a toma inconstitucional. É que o texto proíbe tão só emenda "tendente a abolir" as matérias enumera das no § 4.0 do art. 60 (incisos I a IV). Assim, caso o texto da emenda não restrinja os direitos e garantias individuais, não enfraqueça a forma federa tiva de Estado etc., não há que se cogitar ofensa a cláusula pétrea. É essa a orientação firmada pelo Supremo Tribunal Federal, nos termos da qual, literalmente, "as limitações materiais ao poder constituinte de reforma, que o art. 60, § 4.0, da Lei Fundamental enumera não significam a intangibili dade literal da respectiva disciplina na Constituição originária, mas apenas a proteção do núcleo essencial dos princípios e institutos cuja preservação nelas se protege"6 

User badge image

Thiago

Há mais de um mês

Seria impossível, já que o artigo 60 da CF deixa EXPRESSO que nem será objeto de deliberação(entrar em uma das casas como Projeto-Lei) por se tratar dos pilares da República.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas