A maior rede de estudos do Brasil

Qual o ponto de vista de vocês em relação a execução provisória da pena privativa de liberdade? não fere o princípio da inocência da CF ?


6 resposta(s)

User badge image

Harisson

Há mais de um mês

Em certos momentos, tenho por mim que a Suprema Corte fere dispositivos que deveria proteger, estando interferindo, principalmente, na independência dos Poderes.

 

A princípio, na minha concepção, seria inconstitucional, analisando de uma maneira estrita. Todavia, à vista de todos os acontecimentos que ocorreram/ocorrem em nosso país (abusos recursais combinados com sensação de impunidade, como por exemplo), acredito que para se chegar a aplicação da sanção, bem como a uma satisfação social (e não para guardar ou defender a CF) não teria outra saída, razão pela qual sou a favor da decisão.

 

Ilustro meu comentário com o caso que o Excelentíssimo Ministro Barroso usou para argumentar seu voto, no qual trata-se de um homicídio cometido em 1991 cuja condenação ainda não havia transitado em julgado neste ano, quando o processo chegou ao Supremo: "Punir em 2016 um crime cometido em 1991 não atende a nenhuma demanda de justiça da sociedade brasileira […] O sistema de Justiça brasileiro, como era, frustra na maior medida o sentimento de justiça e senso comum de qualquer pessoa que tenha esses valores em conta".

 

Em certos momentos, tenho por mim que a Suprema Corte fere dispositivos que deveria proteger, estando interferindo, principalmente, na independência dos Poderes.

 

A princípio, na minha concepção, seria inconstitucional, analisando de uma maneira estrita. Todavia, à vista de todos os acontecimentos que ocorreram/ocorrem em nosso país (abusos recursais combinados com sensação de impunidade, como por exemplo), acredito que para se chegar a aplicação da sanção, bem como a uma satisfação social (e não para guardar ou defender a CF) não teria outra saída, razão pela qual sou a favor da decisão.

 

Ilustro meu comentário com o caso que o Excelentíssimo Ministro Barroso usou para argumentar seu voto, no qual trata-se de um homicídio cometido em 1991 cuja condenação ainda não havia transitado em julgado neste ano, quando o processo chegou ao Supremo: "Punir em 2016 um crime cometido em 1991 não atende a nenhuma demanda de justiça da sociedade brasileira […] O sistema de Justiça brasileiro, como era, frustra na maior medida o sentimento de justiça e senso comum de qualquer pessoa que tenha esses valores em conta".

 

User badge image

Marcelo

Há mais de um mês

Da forma como está hoje, é inconstitucional. Entretanto, acho que cabe uma releitura desse princípio sob a égide de se promover uma agilização dos processos que se arrastam por décadas no Judiciário, com os inúmeros recursos protelatórios. Outro aspecto é que hoje da forma como está a primeira e a segunda instâncias funcionam apenas como tribunais de passagem, visto que grande parte dos processos vão parar nos Supremos. A sensação de impunidade é muito grande e a população não aguenta mais essa sensação de impotência.

User badge image

marc

Há mais de um mês

na minha opinião é inconstitucional se querem alterar isso mudem a constituição, porém se trata de cláusula petrea

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes