A maior rede de estudos do Brasil

Uma caixa é dividida em três partes iguais e contém, ao todo, N moléculas de um gás. Considere duas configurações: a configuração A,

, com números iguais de moléculas nas três divisões da caixa, e a configuração B, com números iguais de moléculas em cada lado da caixa dividida em duas partes iguais em vez de em três. Prove que WA WB = [(N/2)!]2 [(N/3)!]3

2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A densidade magnética, no Sistema Internacional de Unidades é expressa em webers por metro quadrado (wbm-2). Essa unidade de intensidade do vetor indução magnética recebeu o nome de tesla (T), de modo que: 1 T = 1 wb/m². Uma unidade antiga de indução magnética, ainda muito usada, é o gauss; 1 gauss = 10-4 tesla. 

As linhas de fluxo traçadas para indicar como os pequeninos ímãs se comportam quando colocados num campo magnético oferecem um meio de mapear/cartografar o campo. Uma tangente a uma linha de fluxo em qualquer ponto mostra a direção que um imã muito pequeno tomará, se colocado ali. Uma ponta de seta pode ser acrescentada à linha tangencial, para indicar o sentido que o pólo norte do pequenino ímã apontará, fornecendo-nos, assim, a direção e o sentido do campo magnético (e do vetor B) naquele ponto. 

Usando-se uma escala adequada de linhas de fluxo por unidade de área perpendicular ao campo, podem ser representadas a indução (B) e a intensidade do campo (H) em qualquer ponto. A seleção de certo número de linhas para representar uma unidade de fluxo magnético é arbitrária. Normalmente, uma linha de fluxo por metro quadrado representa uma indução magnética de 1 wb/m² (1T). Neste sentido, uma linha de fluxo é um weber. 

A densidade magnética, no Sistema Internacional de Unidades é expressa em webers por metro quadrado (wbm-2). Essa unidade de intensidade do vetor indução magnética recebeu o nome de tesla (T), de modo que: 1 T = 1 wb/m². Uma unidade antiga de indução magnética, ainda muito usada, é o gauss; 1 gauss = 10-4 tesla. 

As linhas de fluxo traçadas para indicar como os pequeninos ímãs se comportam quando colocados num campo magnético oferecem um meio de mapear/cartografar o campo. Uma tangente a uma linha de fluxo em qualquer ponto mostra a direção que um imã muito pequeno tomará, se colocado ali. Uma ponta de seta pode ser acrescentada à linha tangencial, para indicar o sentido que o pólo norte do pequenino ímã apontará, fornecendo-nos, assim, a direção e o sentido do campo magnético (e do vetor B) naquele ponto. 

Usando-se uma escala adequada de linhas de fluxo por unidade de área perpendicular ao campo, podem ser representadas a indução (B) e a intensidade do campo (H) em qualquer ponto. A seleção de certo número de linhas para representar uma unidade de fluxo magnético é arbitrária. Normalmente, uma linha de fluxo por metro quadrado representa uma indução magnética de 1 wb/m² (1T). Neste sentido, uma linha de fluxo é um weber. 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas