A maior rede de estudos do Brasil

RESPONSABILIDADE CIVIL - DANOS MORAIS

Preciso urgente de ajuda com essa pergunta!!!

Esmeralda, casada sob regime da comunhão universal de bens com Berilo, ficou louca ao descobrir que estava contaminada pelo vírus HIV, contraído do próprio marido, que também não sabia ser portador da doença. Sabido que Esmeralda não tem filhos, que seus pais já faleceram e que Berilo foi nomeado seu curados, é possível responsabilização civil por dano "in re ipsa"? Se positiva a resposta, qual seria a espécie de responsabilidade, contra quem e a favor de quem poderia ser movimentada a eventual ação?


2 resposta(s)

User badge image

Felipe

Há mais de um mês

Acredito que não, pois o dano não foi presumido pelo seu esposo. 

 

Resp 718618 RESPONSABILIDADE CIVIL. DANO MORAL. REGISTRO NO CADASTRO DE DEVEDORES DO SERASA. EXISTÊNCIA DE OUTROS REGISTROS. INDENIZAÇÃO. POSSIBILIDADE. A existência de registros de outros débitos do recorrente em órgãos de restrição de crédito não afasta a presunção de existência do dano moral, que decorre in re ipsa, vale dizer, do próprio registro de fato inexistente . Precedente. Hipótese em que o próprio recorrido reconheceu o erro em negativar o nome do recorrente. Recurso a que se dá provimento.

Fonte. 

http://lfg.jusbrasil.com.br/noticias/166872/o-que-se-entende-por-dano-moral-in-re-ipsa

Acredito que não, pois o dano não foi presumido pelo seu esposo. 

 

Resp 718618 RESPONSABILIDADE CIVIL. DANO MORAL. REGISTRO NO CADASTRO DE DEVEDORES DO SERASA. EXISTÊNCIA DE OUTROS REGISTROS. INDENIZAÇÃO. POSSIBILIDADE. A existência de registros de outros débitos do recorrente em órgãos de restrição de crédito não afasta a presunção de existência do dano moral, que decorre in re ipsa, vale dizer, do próprio registro de fato inexistente . Precedente. Hipótese em que o próprio recorrido reconheceu o erro em negativar o nome do recorrente. Recurso a que se dá provimento.

Fonte. 

http://lfg.jusbrasil.com.br/noticias/166872/o-que-se-entende-por-dano-moral-in-re-ipsa

User badge image

Andro Manuel

Há mais de um mês

se o marido a traiu com outra mulher com quem contraiu a doença ele não só quebrou o acordo do casamento como também à infectou com uma doença sem cura. esse homem pode sim responder uma responsabilidade civil e o tipo de sanção a ser utilizada deve ser a compensação por se tratar de lesão moral e que não pode ser corrigida por dinheiro

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes