A maior rede de estudos do Brasil

Como se dá a contagem dos prazos???

Quais dias são contados - o do começo ou do fim?


1 resposta(s)

User badge image

Fellipe Miranda

Há mais de um mês

Conforme a regra, exclui-se o dia do começo e computa-se o dia do fim.

Os prazos são contados de diferentes formas:
- Quando a ciência se dá por mandado, segundo o CPC, o prazo começa a contar no dia seguinte ao de sua juntada aos autos.
- Se for por publicação ao procurador, segundo o CPC, a publicação se dá no primeiro dia útil subsequente ao da disponibilização da informação no Diário de Justiça (1° dia útil subsequente ao da disponibilização é o da publicação - Lei 11.419/2006), passando a correr o prazo no primeiro dia útil subsequente ao da publicação (ou seja, fica disponível no dia 1º, o dia 2 é para a parte tomar ciência, ou seja, a publicação e no terceiro dia começa a correr o prazo).
- Se for nos Juizados Especiais ou na Justiça Criminal os prazos contam-se da data de ciência (no dia seguinte ao que recebeu o mandado - no caso da Justiça Criminal -, ou no dia seguinte ao que recebeu a carta de intimação - caso de processo no Juizado Especial Cível).

Ressalva-se a necessidade de atenção com as normas de contagem do prazo, termo inicial e termo final, pois existem algumas que fogem a estas regras, visto que nosso ordenamento jurídico é muito disperso, então é preciso atenção ao aplicar, devendo-se assegurar de que não existe norma especial que fixe prazo para aquela determinada situação.

Conforme a regra, exclui-se o dia do começo e computa-se o dia do fim.

Os prazos são contados de diferentes formas:
- Quando a ciência se dá por mandado, segundo o CPC, o prazo começa a contar no dia seguinte ao de sua juntada aos autos.
- Se for por publicação ao procurador, segundo o CPC, a publicação se dá no primeiro dia útil subsequente ao da disponibilização da informação no Diário de Justiça (1° dia útil subsequente ao da disponibilização é o da publicação - Lei 11.419/2006), passando a correr o prazo no primeiro dia útil subsequente ao da publicação (ou seja, fica disponível no dia 1º, o dia 2 é para a parte tomar ciência, ou seja, a publicação e no terceiro dia começa a correr o prazo).
- Se for nos Juizados Especiais ou na Justiça Criminal os prazos contam-se da data de ciência (no dia seguinte ao que recebeu o mandado - no caso da Justiça Criminal -, ou no dia seguinte ao que recebeu a carta de intimação - caso de processo no Juizado Especial Cível).

Ressalva-se a necessidade de atenção com as normas de contagem do prazo, termo inicial e termo final, pois existem algumas que fogem a estas regras, visto que nosso ordenamento jurídico é muito disperso, então é preciso atenção ao aplicar, devendo-se assegurar de que não existe norma especial que fixe prazo para aquela determinada situação.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes