A maior rede de estudos do Brasil

Causas da imunidade baixa


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Se dá pelo aumento do Cortisol, hormômio este que é responsável pela supressão da imunidade, e esta relacionado com o estresse.


O cortisol, por ter sua base de produção lipídica, é insolúvel em água. Por isso, grande parte dele é transportado pelo sangue por meio de proteínas transportadoras, como as transcortinas e a albumina. Uma pequena porção desse hormônio se encontra livre no citoplasma. È essa porção livre que está disponível para influênciar a fisiologia celular. Devido à natureza hidrofóbica, o cortisol livre atravessa passivamente a menbrana plasmática das células, passando do meio extracelular para o meio intracelular.


Quando o cortisol entra na célula, ele é captado por receptores intracelulares e eles então se ligam. Posteriormente, o complexo receptor e cortisol, ligados, poderá seguir dois caminhos diferentes:

Regiões promotoras do DNA: Nesse caso, o complexo receptor-cortisol irá entrar no núcleo celular e irá se ligar à regiões promotoras específicas, determinando uma expressão gênica determinada. As proteínas produzidas por essa expressão gênica irão atuar em diferentes mecanismos celulares, influênciando portanto a fisiologia das células. Esse mecanismo é chamado de “ativação gênica direta” ou transativação: O receptor é intracelular e atua, quando ativado, diretamente sobre o DNA, não necessitando de um intermediário. A ativação gênica, no caso de hormônios hidrossolúveis é indireta, pois os receptores para esses hormônios são transmembrana. Portanto, nesse caso, é necessario um intermediário intracelular que irá atuar sobre o DNA, sendo por isso uma ativação indireta.


Fatores de transcrição: Nesse caso, o complexo receptor-cortisol irá atuar desativando certas proteínas que ativam a transcrição. Esse processo é denominado transrepressão. Dessa forma podemos concluir que o cortisol possui bastante importância no funcionamento das células, ativando ou inativando eventos particulares. Agora que adquirimos uma idéia geral acerca do cortisol, iremos abordar nas próximas postagens quais são esses eventos específicos desencadeados diretamente por esse hormônio.

fonte:https://corticoides.wordpress.com/2012/05/10/cortisol-o-principal-tipo-de-glicocorticoide-3/

Se dá pelo aumento do Cortisol, hormômio este que é responsável pela supressão da imunidade, e esta relacionado com o estresse.


O cortisol, por ter sua base de produção lipídica, é insolúvel em água. Por isso, grande parte dele é transportado pelo sangue por meio de proteínas transportadoras, como as transcortinas e a albumina. Uma pequena porção desse hormônio se encontra livre no citoplasma. È essa porção livre que está disponível para influênciar a fisiologia celular. Devido à natureza hidrofóbica, o cortisol livre atravessa passivamente a menbrana plasmática das células, passando do meio extracelular para o meio intracelular.


Quando o cortisol entra na célula, ele é captado por receptores intracelulares e eles então se ligam. Posteriormente, o complexo receptor e cortisol, ligados, poderá seguir dois caminhos diferentes:

Regiões promotoras do DNA: Nesse caso, o complexo receptor-cortisol irá entrar no núcleo celular e irá se ligar à regiões promotoras específicas, determinando uma expressão gênica determinada. As proteínas produzidas por essa expressão gênica irão atuar em diferentes mecanismos celulares, influênciando portanto a fisiologia das células. Esse mecanismo é chamado de “ativação gênica direta” ou transativação: O receptor é intracelular e atua, quando ativado, diretamente sobre o DNA, não necessitando de um intermediário. A ativação gênica, no caso de hormônios hidrossolúveis é indireta, pois os receptores para esses hormônios são transmembrana. Portanto, nesse caso, é necessario um intermediário intracelular que irá atuar sobre o DNA, sendo por isso uma ativação indireta.


Fatores de transcrição: Nesse caso, o complexo receptor-cortisol irá atuar desativando certas proteínas que ativam a transcrição. Esse processo é denominado transrepressão. Dessa forma podemos concluir que o cortisol possui bastante importância no funcionamento das células, ativando ou inativando eventos particulares. Agora que adquirimos uma idéia geral acerca do cortisol, iremos abordar nas próximas postagens quais são esses eventos específicos desencadeados diretamente por esse hormônio.

fonte:https://corticoides.wordpress.com/2012/05/10/cortisol-o-principal-tipo-de-glicocorticoide-3/

User badge image

Ana Luiza

Há mais de um mês

Você sabe quais são os sinais de baixa imunidade? O sistema imunológico do corpo humano é a defesa contra organismos infecciosos e demais invasores, como germesbactériasvírus e outros micróbios.

Para que isso seja possível, o sistema é formado por células especiais, proteínas, tecido e órgãos, que criam barreiras físicas no corpo, como a pele e a acidez do estômago, que atuam evitando a entrada de micro-organismos ou combatendo infecções quando o organismo fica doente.

https://drjulianopimentel.com.br/artigos/baixa-imunidade-sintomas-tratamento/

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas