A maior rede de estudos do Brasil

é cabível antecipação de tutela no procedimento de homologação de sentença estrangeira?


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Carlos Eduardo Ferreira de Souza Verified user icon

Há mais de um mês

Ante a ausência de regulamentação expressa, nos valemos da Jurisprudência. Já assentou o STF que a antecipação de tutela na homologação de sentença estrangeira é incabível, pois o processo homologatório visa à concessão de eficácia a uma decisão proferida por outro Estado, que não poderia ter efeito, por si só, no território brasileiro, que compõe Estado Soberano.

Assim, seria impossível conceder antecipação de tutela para aplicar um caso que sequer possui efeitos (SE 6069 FR, Rel. Min. Celso de Mello). Segue trecho de decisão, disponível em site do STF:

"SENDO ASSIM, TENDO PRESENTES AS RAZÕES EXPOSTAS, INDEFIRO O PEDIDO DE ANTECIPAÇÃO PARCIA DOS EFEITOS DA SENTENÇA ESTRANGEIRA HOMOLOGANDA.. DETERMINO A CITAÇÃO DA PARTE ORA REQUERIDA, PARA, QUERENDO, CONTESTAR, EM QUINZE (15) DIAS, O PEDIDO. ( RISTF, ART, 220, CAPUT). A CITAÇÃO, NO CASO, DEVERÁ PROCESSAR-SE MEDIANTE CARTA DE ORDEM, NOS TERMOS DO PRESCREVE O RISTF (ART. 220, § 1º)."

Ante a ausência de regulamentação expressa, nos valemos da Jurisprudência. Já assentou o STF que a antecipação de tutela na homologação de sentença estrangeira é incabível, pois o processo homologatório visa à concessão de eficácia a uma decisão proferida por outro Estado, que não poderia ter efeito, por si só, no território brasileiro, que compõe Estado Soberano.

Assim, seria impossível conceder antecipação de tutela para aplicar um caso que sequer possui efeitos (SE 6069 FR, Rel. Min. Celso de Mello). Segue trecho de decisão, disponível em site do STF:

"SENDO ASSIM, TENDO PRESENTES AS RAZÕES EXPOSTAS, INDEFIRO O PEDIDO DE ANTECIPAÇÃO PARCIA DOS EFEITOS DA SENTENÇA ESTRANGEIRA HOMOLOGANDA.. DETERMINO A CITAÇÃO DA PARTE ORA REQUERIDA, PARA, QUERENDO, CONTESTAR, EM QUINZE (15) DIAS, O PEDIDO. ( RISTF, ART, 220, CAPUT). A CITAÇÃO, NO CASO, DEVERÁ PROCESSAR-SE MEDIANTE CARTA DE ORDEM, NOS TERMOS DO PRESCREVE O RISTF (ART. 220, § 1º)."

User badge image

Carlos Abrahão

Há mais de um mês

Ao prever a possibilidade de execução de decisão interlocutória estrangeira e enquadrá-la num procedimento mais célere do que a homologação de sentença (carta rogatória), novo CPC evoluiu na busca da efetividade e celeridade da tutela jurisdicional. É cabível.

Essa pergunta já foi respondida!