A maior rede de estudos do Brasil

o que são lipopolissacarideos?


6 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Os lipopolissacarídeos (LPS), são moléculas grandes que consistem de um lipídeo e um polissacarídeo composto de O-antígeno, núcleo externo e núcleo interno unidos por uma ligação covalente; eles são encontrados na membrana externa de bactérias Gram-negativas.


O LPS é o principal componente da membrana externa das bactérias Gram-negativas, contribuindo grandemente para a integridade estrutural das bactérias e protegendo a membrana de certos tipos de ataque químico. O LPS também aumenta a carga negativa da membrana celular e ajuda a estabilizar a estrutura geral da membrana.


É de importância crucial para muitas bactérias Gram-negativas, que morrem se forem mutadas ou removidas; no entanto, parece que o LPS não é essencial em pelo menos algumas bactérias Gram-negativas, como Neisseria meningitidis, Moraxella catarrhalis e Acinetobacter baumannii.


O LPS induz uma forte resposta do sistema imune animal normal. Também tem sido implicado em aspectos não patogênicos da ecologia bacteriana, incluindo adesão superficial, sensibilidade bacteriofágica e interações com predadores como as amebas.

Fonte: http://www.cyberlipid.org/glycolip/glyl0005.htm

Os lipopolissacarídeos (LPS), são moléculas grandes que consistem de um lipídeo e um polissacarídeo composto de O-antígeno, núcleo externo e núcleo interno unidos por uma ligação covalente; eles são encontrados na membrana externa de bactérias Gram-negativas.


O LPS é o principal componente da membrana externa das bactérias Gram-negativas, contribuindo grandemente para a integridade estrutural das bactérias e protegendo a membrana de certos tipos de ataque químico. O LPS também aumenta a carga negativa da membrana celular e ajuda a estabilizar a estrutura geral da membrana.


É de importância crucial para muitas bactérias Gram-negativas, que morrem se forem mutadas ou removidas; no entanto, parece que o LPS não é essencial em pelo menos algumas bactérias Gram-negativas, como Neisseria meningitidis, Moraxella catarrhalis e Acinetobacter baumannii.


O LPS induz uma forte resposta do sistema imune animal normal. Também tem sido implicado em aspectos não patogênicos da ecologia bacteriana, incluindo adesão superficial, sensibilidade bacteriofágica e interações com predadores como as amebas.

Fonte: http://www.cyberlipid.org/glycolip/glyl0005.htm

User badge image

Rafaela

Há mais de um mês

O lipopolissacarídio ( LPS), também chamado de endotoxina, é uma parte importante da membrana externa de bactérias Gram negativas. O LPS é composto por polissacarídeos e pelo lipidio A. O lipidio A é responsável pelas propriedades tóxicas de bactérias G-, o que faz com que as infecçoes causadas por esses microrganismos seja um problema tão sério de saúde. Fonte: BLACK, Jacquelyn. Microbiologia: Fundamentos e perspectivas. 2002
User badge image

Simone

Há mais de um mês

Lipopolissacarídeo (LPS) ou lipoglicano é uma molécula de grandes dimensões constituída de um lípido e um polissacarídeo(carboidrato) ligados por uma ligação covalente. LPS é um dos componentes principais da membrana exterior de bactérias gram-negativas, contribuindo para a integridade estrutural da bactéria e protegendo sua membrana de certos tipos de ataque químico. Serve para fazer mimetismo, pois se um grande número de bactérias diferentes parecem iguais, isso dificulta uma resposta mais específica e eficiente do organismo a cada uma delas. [1]

É composta de um antígeno O (parte mais externa), um núcleo externo, um núcleo interno e um lipídeo A(parte mais interna).

O LPS é uma endotoxina que provoca uma forte resposta por parte de sistemas imunitários de animais saudáveis. Macrófagos, monócitoscélulas dendríticas e linfócitos B que entram em contato com um LPS promovem resposta inflamatória, febre, vasodilatação (óxido nítrico) e secreção de eicosanoides.[2]

User badge image

Pedro

Há mais de um mês

OLá, Francyeli Celestino.

 

Cara acadêmica, lipopolissacarídeo (LPS) ou lipoglicano é uma molécula de grandes dimensões constituída de um lípido e um polissacarídeo(carboidrato) ligados por uma ligação covalente.

 

Atenciosamente,

Pedro Henrique S. de Santana

Administrador do Blog Licenciaturas em Foco (http://phbio1.wixsite.com/licenciaturasemfoco)

Licenciado em Ciências Biológicas pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci-UNIASSELVI.

Licenciado em Artes pela Faculdade Regional de Filosofia, Ciências e Letras de Candeias-FAC.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas