A maior rede de estudos do Brasil

explique a cognição experiencial reflexiva?


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A cognição experiencial reflexiva é um modelo de percepção de processo dual desenvolvido por Seymour Epstein. O CEST, como é chamado, baseia-se na ideia de que as pessoas operam usando dois sistemas separados para processamento de informações. Um sistema analítico-racional e um intuitivo-experiencial.


O sistema analítico-racional é deliberado, lento e lógico. O sistema intuitivo-experiencial é rápido, automático e motivado emocionalmente. Estes são sistemas independentes que operam em paralelo e interagem para produzir comportamento e pensamento consciente.


Essa teoria é única na medida em que coloca um modelo de processo dual dentro do contexto de uma teoria global da personalidade, em vez de considerá-lo como um constructo isolado ou um atalho cognitivo.

A cognição experiencial reflexiva é um modelo de percepção de processo dual desenvolvido por Seymour Epstein. O CEST, como é chamado, baseia-se na ideia de que as pessoas operam usando dois sistemas separados para processamento de informações. Um sistema analítico-racional e um intuitivo-experiencial.


O sistema analítico-racional é deliberado, lento e lógico. O sistema intuitivo-experiencial é rápido, automático e motivado emocionalmente. Estes são sistemas independentes que operam em paralelo e interagem para produzir comportamento e pensamento consciente.


Essa teoria é única na medida em que coloca um modelo de processo dual dentro do contexto de uma teoria global da personalidade, em vez de considerá-lo como um constructo isolado ou um atalho cognitivo.

User badge image

Andre

Há mais de um mês

 

cognição experiencial reflexiva é um modelo de percepção de processo dual desenvolvido por Seymour Epstein. O CEST, como é chamado, baseia-se na ideia de que as pessoas operam usando dois sistemas separados para processamento de informações. Um sistema analítico-racional e um intuitivo-experiencial. 


O sistema analítico-racional é deliberado, lento e lógico. O sistema intuitivo-experiencial é rápido, automático e motivado emocionalmente. Estes são sistemas independentes que operam em paralelo e interagem para produzir comportamento e pensamento consciente. 


Essa teoria é única na medida em que coloca um modelo de processo dual dentro do contexto de uma teoria global da personalidade, em vez de considerá-lo como um constructo isolado ou um atalho cognitivo.

User badge image

Pedro

Há mais de um mês

(https://www.passeidireto.com/arquivo/3427813/aula_04_ihc_principios-cognitivos) o link de uma apostila enviada por

Romero Franklin Xavier Dantas talvez ajude :)

User badge image

Andre

Há mais de um mês

A cognição experiencial reflexiva é um modelo de percepção de processo dual desenvolvido por Seymour Epstein. O CEST, como é chamado, baseia-se na ideia de que as pessoas operam usando dois sistemas separados para processamento de informações. Um sistema analítico-racional e um intuitivo-experiencial.


O sistema analítico-racional é deliberado, lento e lógico. O sistema intuitivo-experiencial é rápido, automático e motivado emocionalmente. Estes são sistemas independentes que operam em paralelo e interagem para produzir comportamento e pensamento consciente.


Essa teoria é única na medida em que coloca um modelo de processo dual dentro do contexto de uma teoria global da personalidade, em vez de considerá-lo como um constructo isolado ou um atalho cognitivo.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas