A maior rede de estudos do Brasil

qual a função dos marcadores fenotípicos de linfócitos?

Imunologia

UNIFAVIP


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Os linfócitos são células do sistema imunológico relacionadas com a defesa do organismo. São células esféricas de tamanho variado e recebem a denominação de linfócitos pequenos, quando apresentam de 6 μm a 8 μm, e de linfócitos maiores, quando chegam até 18 μm.


As células de linhagem B, durante sua maturação, passam por estágios caracterizados por um padrão específico de expressão de genes de imunoglobulinas e pela expressão de outras proteínas na membrana celular que servem como marcadores fenotípicos desses estágios de desenvolvimento.


Mecanismos de seleção positiva e negativa atuam também durante a maturação dos LB. Na seleção positiva, ainda não totalmente esclarecida, aqueles LB imaturos expressando moléculas funcionais de Ig de membrana recebem sinais de sobrevivência para continuar o processo de maturação. No processo de seleção negativa, os LB imaturos, ainda na medula óssea, que reconhecem antígenos próprios com alta afinidade sofrem apoptose ou entram em um processo denominado edição de receptor, no qual os genes RAG são novamente ativados e outra combinação V-J de cadeia leve é gerada em substituição à anterior, auto-reativa.

Os linfócitos são células do sistema imunológico relacionadas com a defesa do organismo. São células esféricas de tamanho variado e recebem a denominação de linfócitos pequenos, quando apresentam de 6 μm a 8 μm, e de linfócitos maiores, quando chegam até 18 μm.


As células de linhagem B, durante sua maturação, passam por estágios caracterizados por um padrão específico de expressão de genes de imunoglobulinas e pela expressão de outras proteínas na membrana celular que servem como marcadores fenotípicos desses estágios de desenvolvimento.


Mecanismos de seleção positiva e negativa atuam também durante a maturação dos LB. Na seleção positiva, ainda não totalmente esclarecida, aqueles LB imaturos expressando moléculas funcionais de Ig de membrana recebem sinais de sobrevivência para continuar o processo de maturação. No processo de seleção negativa, os LB imaturos, ainda na medula óssea, que reconhecem antígenos próprios com alta afinidade sofrem apoptose ou entram em um processo denominado edição de receptor, no qual os genes RAG são novamente ativados e outra combinação V-J de cadeia leve é gerada em substituição à anterior, auto-reativa.

User badge image

Márcia

Há mais de um mês

As células CD4 e CD8 vão servir como moléculas acessórias, já que facilitam as interações dos linfócitos T com as APCs (células apresentadoras de antígenos), ou do CTLs com as células-alvo.

CD4 serve como molécula de adesão intercelular, pois tem afinidade específica pelas moléculas da classe II do MHC, e também transduz sinais ou facilitam a transdução do sinal mediado por TCR.

CD8 serve como molécula de aderência intercelular, pela ligação a domínio alfa3 não-polimórficos Ig-símilares de moléculas da classe I do MHC, além disso, facilita a transdução do sinal mediado por TCR.

Ambas com CD3 através da ligação de molécula da classe I do MHC (CD8) e da classe II do MHC (CD4).

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas