A maior rede de estudos do Brasil

qual a principal distinção entre saberes como o tarô, a quiromancia, a astrologia e as ciências psicológicas?

Psicologia

IMEC


5 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Temos que o tarô, a astrologia, a quiromancia, a numerologia, entre outras práticas adivinhatórias e místicas, têm sido associadas ao fazer e ao saber psicológico. Estas não são práticas da psicologia, elas são outras formas de saber sobre o humano que não podem ser confundidas com a psicologia, pois não são construídas no campo da Ciência, a partir do método e dos princípios científicos.

Todas essas práticas citadas anteriormente estão em oposição aos princípios da Psicologia, que vê não só o homem como ser autônomo, que se desenvolve e se constitui a partir de sua relação com o mundo social e cultural, mas também o homem sem destino pronto, que constrói seu futuro ao agir sobre o mundo. As práticas místicas têm pressupostos opostos, pois nelas há a concepção de destino, da existência de forças que não estão no campo do humano e do mundo material.

Temos que o tarô, a astrologia, a quiromancia, a numerologia, entre outras práticas adivinhatórias e místicas, têm sido associadas ao fazer e ao saber psicológico. Estas não são práticas da psicologia, elas são outras formas de saber sobre o humano que não podem ser confundidas com a psicologia, pois não são construídas no campo da Ciência, a partir do método e dos princípios científicos.

Todas essas práticas citadas anteriormente estão em oposição aos princípios da Psicologia, que vê não só o homem como ser autônomo, que se desenvolve e se constitui a partir de sua relação com o mundo social e cultural, mas também o homem sem destino pronto, que constrói seu futuro ao agir sobre o mundo. As práticas místicas têm pressupostos opostos, pois nelas há a concepção de destino, da existência de forças que não estão no campo do humano e do mundo material.

User badge image

Andre

Há mais de um mês

Psicologia


Temos que o tarô, a astrologia, a quiromancia, a numerologia, entre outras práticas adivinhatórias e místicas, têm sido associadas ao fazer e ao saber psicológico. Estas não são práticas da psicologia, elas são outras formas de saber sobre o humano que não podem ser confundidas com a psicologia, pois não são construídas no campo da Ciência, a partir do método e dos princípios científicos.

Todas essas práticas citadas anteriormente estão em oposição aos princípios da Psicologia, que vê não só o homem como ser autônomo, que se desenvolve e se constitui a partir de sua relação com o mundo social e cultural, mas também o homem sem destino pronto, que constrói seu futuro ao agir sobre o mundo. As práticas místicas têm pressupostos opostos, pois nelas há a concepção de destino, da existência de forças que não estão no campo do humano e do mundo material.

User badge image

Gabriela

Há mais de um mês

TEMOS QUE O TARÔ, A ASTROLOGIA, A QUIROMANCIA, ENTRE OUTRAS PRATICAS ADIVINHATÓRIAS E MÍSTICAS, TÊM SIDO ASSOCIADOS AO FAZER E AO SABER PSICOLÓGICO. ESTAS NÃO SÃO PRÁTICAS DA PSICOLOGIA, ELAS SÃO OUTRAS FORMAS DE SABER SOBRE O HUMANO QUE NÃO PODEM SER CONFUNDIDAS COM A PSICOLOGIA, POIS NÃO SÃO CONSTRUÍDAS NO CAMPO DA CIÊNCIA, A PARTIR DO MÉTODO E DOS PRINCÍPIOS CIENTÍFICOS.

User badge image

Maiara

Há mais de um mês

Acredito que o fato da psicologia ser uma ciência, já é uma distinção, podendo ser considerada a principal. Todas as práticas realizadas dentro da Psicologia possuem estudos e evidências que comprovam que tal fazer funciona. Enquanto as outras práticas citadas (tarô, astrologia, quiromancia) são práticas passadas de geração para geração, sem nenhum estudo científico que embase e comprove a "teoria".

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas