A maior rede de estudos do Brasil

Qual a diferença entre garantias fundamentais e princípios setoriais do direito

Direito Constitucional I

UNINASSAU RECIFE


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Temos que:


  • Princípios setoriais: são aqueles que governam um conjunto específico de normas dentro de um determinado tema, capítulo ou título da Constituição. Se irradiam de modo limitado mas agem em âmbito supremo. Exemplos desses princípios são, princípios da legalidade tributária ou da legalidade penal, princípio da anterioridade em matéria tributária ou o do concurso público em matéria de administração pública;
  • Garantias fundamentais: forma ou um instrumento aptos para garantir a execução dos direitos fundamentais. Direitos fundamentais são definidos na Constituição como direitos humanos, garantidos e protegidos pelo Estado, como por exemplo, acesso à informação, não é permitido tortura, defesa do consumidor não existe pena de morte, entre outros.

Temos que:


  • Princípios setoriais: são aqueles que governam um conjunto específico de normas dentro de um determinado tema, capítulo ou título da Constituição. Se irradiam de modo limitado mas agem em âmbito supremo. Exemplos desses princípios são, princípios da legalidade tributária ou da legalidade penal, princípio da anterioridade em matéria tributária ou o do concurso público em matéria de administração pública;
  • Garantias fundamentais: forma ou um instrumento aptos para garantir a execução dos direitos fundamentais. Direitos fundamentais são definidos na Constituição como direitos humanos, garantidos e protegidos pelo Estado, como por exemplo, acesso à informação, não é permitido tortura, defesa do consumidor não existe pena de morte, entre outros.

User badge image

kamila

Há mais de um mês

Direitos e garantias fundamentais não são expressões sinônimas.

Direito é uma norma de conteúdo declaratório, portanto, são normas que declaram a existência de um interesse, de uma vantagem. Ex: direito à vida, à propriedade etc. Por outro lado, a garantia é uma norma de conteúdo assecuratório, que serve para assegurar o direito declarado. Ex: Habeas Corpus que serve para tutelar o direito de liberdade.

Cumpre esclarecer que apesar de todo remédio constitucional ser uma garantia, nem toda garantia é um remédio constitucional. Pois, este é um instrumento processual que tem por objetivo assegurar o exercício de um direito.

Por fim, os direitos e garantias são fundamentais, porque são imprescindíveis.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas